A Influência do Uso de Polietileno Tereftálico Virgem (Pet-V) e Pós-Consumo Reciclado (Pet-Pcr), nos Parâmetros de Qualidade na Produção de Embalagens Destinadas a Bebidas/ An Influence of the Use of Terephalic Virgin Polyethylene (Pet-V) and Recycled Post-Consumption (Pet-Pcr) on Quality Parameters in the Production of Beverage Packaging

Eliana Bueno, Edinaldo José de Sousa Cunha, Lêda de Azevedo Racanelli, José Antônio da Silva Souza

Abstract


A maior aplicação do PET reciclado é destinada para garrafas bottle2bottle. Essa tecnologia é usada com sucesso nos países da Europa e América Central desde 1991, no entanto no Brasil é pouco explorada fa-zendo com que os indicadores de reciclagem permaneçam muito aquém da expectativa da Política Nacio-nal de Resíduos Sólidos. Os motivos desse trabalho estão relacionados a saber o porquê do atraso da utiliza-ção dessa tecnologia no Brasil, por isso o objetivo geral é apresentar a influência do uso de PET-V e PET-PCR nos parâmetros de qualidade da produção de embalagens destinadas a bebidas e especificamente comparar os valores de migração de residual de químicos e das características de qualidade das embalagens para bebidas fabricadas a partir da mistura do PET-V e do PET-PCR. Foi usada proporção de 80/20 em produção de larga escala no processo de dois estágios em pré-formas de 41g e garrafas de 2000 ml. Os resul-tados de migração, AA, burst test, queda livre e stress cracking mantiveram-se semelhante ao PET-V. A vis-cosidade intrínseca sofreu queda brusca acarretando em desvio na distribuição de material, capacidade volumétrica e expansão dimensional submetido à temperatura (EDT) da garrafa. Houve detecção de varia-ção no tamanho, formato e cor dos pellets do PET-PCR e aparecimento de alto índice de black speck meno-res do que 0,5 mm.

Keywords


PET; PET-PCR; Bottle2Bottle; garrafas; reciclagem; qualidade.

References


DATAMARK. Dados de embalagens - matérias por peso (2016). Disponível em: www.datamark.com.br/newdatamark Acesso em: março/2017.

WELLE, F. Twenty years of PET bottle to bottle recycling: An overview. Resousers, conservation and recycling, 2011.

ANVISA. Resolução RDC n°20, de 20 de fevereiro de 2008. Diário Oficial da União. 27 de fevereiro de 2008

ANVISA. Resolução RDC n°51, de 26 de novembro de 2010. Diário Oficial da União. n°224, p. 75, 22 de dezembro de 2010.

ANVISA. Resolução RDC n°52, de 26 de novembro de 2010. Diário Oficial da União. n°229, p.63, 01 de dezembro de 2010.

ANVISA. Resolução RDC n°52, de 26 de novembro de 2010. Diário Oficial da União. n°229, p.63, 01 de dezembro de 2010.

M&G. M&G Poliester S A.Manual Técnico. São Paulo 2009.

EASTMAN CHEMICAL COMPANY. Polyester plastics for packaging. Kingsport, 18p. (Technical r port. 70A), 1987.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS (1998). ASTM D1505-18. Standard Test Method for Density of Plastics by the Density Gradient Technique.

PORTARIA INMETRO/MDIC nº 254. Regulamento Técnico Metrológico. 2009.

ALCOA. Manual Técnico. São Paulo. 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-159

Refbacks

  • There are currently no refbacks.