Adaptação curricular para educação inclusiva / Curricular adaptation for inclusive education

Roseane da Silva Santana, Maria Cinthia Cavalcanti da Silva Elias, Gilda Rodrigues de Arruda Silva, Diogenes José Gusmão Coutinho

Abstract


Observa-se que o alunado com necessidades educacionais especiais requer uma maior atenção no que se diz respeito ao seu atendimento escolar. Pois sabemos que por mais que este seja um assunto atual, há muito a se fazer, para que a realidade passe a ser outra, com melhores condições a todos os envolvidos, família, escola e comunidade. Assim, este artigo vem tratar um pouco sobre esta adaptação que não é fácil, nem será modificada num piscar de olhos, mas que deve ser esclarecida e analisada, e criteriosamente executada; assim como todo e qualquer processo educacional que tem seus entraves a serem superados, este requer uma atenção ainda mais redobrada por ainda não fazer parte da rotina de muitos educadores que receiam encarar em seu cotidiano tal situação.


Keywords


Adaptação, Currículo e Educação Especial.

References


BAPTISTA, C. R. Inclusão escolar e educação especial: o universo das políticas e o debate brasileiro sobre contornos e limites... Trajetórias e processo de ensinar e aprender: Sujeitos, Currículos e Culturas – XIV ENDIPE, 2007.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação /Câmara de Ensino Básico. Resolução CNE/CEB nº. 2, de 11 de fevereiro de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília: MEC/SEESP, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação/Secretaria de Educação Especial. Adaptações Curriculares para o Ensino Fundamental. MEC/SEESP, 1997.

___________, Ministério da Educação. Lei nº. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 23-12-96.

___________, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial. Brasília, 2008.

CERQUEIRA, J. B.; FERREIRA, M. A. Os recursos didáticos na Educação Especial. Rio de Janeiro: Revista Benjamim Constant, nº 5, dezembro de 1996, p. 15-20.

DECLARAÇÃO DE SALAMANCA. Declaração de Salamanca e Linha de Ação Sobre Necessidades Educativas Especiais. Brasília, DF, Corde, 1994.

FACCI, M. G. D. Valorização ou Esvaziamento do trabalho do professor? Coleção Formação de Professores. Campinas: Autores Associados, 2004.

MCLAREN, P. A vida nas escolas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

NJOROGE, M. El Trabajo com alumnos com baja visión: algunas consideraciones útiles. Seminário para Profesores de Alumnos com Discapacidad Visual. Kajiado, Kenia, 1994.

VYGOSTKY, L. S. A Formação Social da Mente. Tradução: José Cipolla Neto, Luís S. M. Barreto, Solange C. Afeche. São Paulo, Martins Fontes, 1998.

___________, L. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo, Martins Fontes, 1991.

___________, L. S. Fundamentos da defectología. In: Obras Completas. Tomo Cinco. Ciudad de la Havana, Editorial Pueblo y Educación, 1989.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-161

Refbacks

  • There are currently no refbacks.