Construção e avaliação de pluviômetro de baixo custo como alternativa para o pequeno agricultor / Construction and evaluation of low cost fluviometer as an alternative for the small farmer

Samuel Silva, Amanda Cibele da Paz Sousa, Carla Sabrina da Silva, Edmaíris Rodrigues Araújo, Jonatas Emanuel Souza, Marcelo Augusto da Silva Soares, Julhe Caroline Farias da Costa, Suellen Barbosa de Morais

Abstract


O presente trabalho teve por objetivo construir e avaliar um pluviômetro de alta precisão a partir da utilização de material de baixo custo. O estudo foi desenvolvido no IFAL/Campus Piranhas, no Laboratório de Irrigação e Drenagem. Para análise comparativa foram ultilizados um pluviômetro comercial Ville de Paris e um de baixo custo, sendo este último desenvolvido com a utilização de materiais de fácil aquisição. Para quantificar a aproximação entre os dados obtidos no pluviômetro construído e os do instrumento padrão,  utilizou-se o coeficiente de correlação de Pearson, o pareamento de médias pelo teste t de Student e o ajuste do coeficiente de concordância “d” de Willmott. O pluviômetro construído mostrou-se altamente eficiente e de perfeita exatidão em relação ao comercial, em que seu custo de aquisição representa em torno de 4% do custo do instrumento comercial.

 

 


Keywords


Ville de Paris, Custo-benefício, Precipitação pluvial, Práticas agrícolas, Monitoramento.

References


AYOADE, J. O. Introdução à climatologia para os trópicos. 12ª ed.- Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

BAMBINI, M. D. et al. Collaborative Innovation in Agrometeorology: Coordination Strategies to Develop a Monitoring IT System for Brazil. Journal of technology management &innovation. v.9, p.119-130, 2014.

BAMBINI, M. D. Inovação tecnológica e organizacional em agrometeo¬rologia: estudo da dinâmica da rede mobilizada pelo sistema Agritempo. MSc Universidade Estadual de Campinas - Unicamp. 217p. 2011.

CARVALHO, A. L.; SOUZA, J. L.; LYRA, G. B.; SILVA, E. C. Estação chuvosa e de cultivo para a região de Rio Largo, Alagoas baseada em métodos diretos e sua relação com o El Niño – Oscilação Sul. Revista Brasileira de Meteorologia, Rio de Janeiro,v.28, n.2, p.192-198, 2013.

CONCEIÇÃO, M. A. F., ZANETONI L. P. Estimativa de chuvas usando pluviômetros plásticos. Bento Gonçalves, RS. Comunicado Técnico, 75: Embrapa Uva e Vinho, 2007.

MOL, J. M. D. Estimativa de precipitação por meio de sensoriamento remoto. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos). Faculdade de Tecnologia da Universidade de Brasília/DF, 2005.

GHINI, R.; HAMADA, E.; BETTIOL, W. (Orgs.) Impactos das mudanças climáticas sobre doenças de importantes culturas no Brasil. Jagua¬riúna: Embrapa Meio Ambiente. 356p. 2011.

RADIN,B., MATZENAUER, R. Uso das informações meteorológicas na agricultura do Rio Grande do Sul. Agrometeoros, Passo Fundo, v.24, n.1, p.41-54, 2016.

SILVA, L. L.; COSTA, R. F.; CAMPOS, J. H. B. C.; DANTAS, R. T. Influência das precipitações na produtividade agrícola no Estado da Paraíba. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.13, n.4, p.454-461, 2009.

TEMPLETON, S. R. et al. Usefulness and uses of climate forecasts for agricultural extension in South Carolina, USA. Regional Environmental Change, v.14, p.645-655. 2014.

WILLMOTT, C. J. On the validation of models. Physical Geography, v.2, p.184-194, 1981.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-179