Gestão estrategica em instituições universitárias: desafios da universidade pública/ Strategic management in university institutions: public university challenges

Teresa Dib Zambon Atvars, Alexandre Henrique de Melo, Eloisa Caldeira Durães, Emerson José Ferri, Nelma Aparecida Magdalena Monticelli, Pedro Roberto Lemos Cortez

Abstract


Este texto relata a implantação da gestão estratégica na Universidade Estadual de Campinas e descreve alguns dos resultados já alcançados através da execução dos projetos estratégicos, mostrando as múltiplas possibilidades de avanço na gestão. A metodologia utilizada foi baseada em elementos do Planejamento Estratégico Situacional – PES (MATUS, 1993) e do Balance Scored Card – BSC (KAPLAN; NORTON, 1997). Esse modelo adaptado também combinou elementos de metodologia que propõe que as soluções sejam construídas focando nos grandes problemas e nas circunstâncias locais, ao invés de transplantar soluções e “melhores práticas” preconcebidas e empacotadas que foram criadas para outros ambientes. Os principais produtos desse processo foram a redefinição da Identidade Organizacional, o reconhecimento das 4 grandes Áreas Estratégicas e das 13 Estratégias Corporativas, a elaboração do Mapa Estratégico e da Cadeia de Valor, a definição dos Projetos Estratégicos e a criação da sistemática de Gestão de Projetos. Na implantação de uma Gestão Estratégica, importantes desafios enfrentados estão relacionados com a falta de cultura dos gestores e administradores em processos estruturados de planejamento, bem como com a ausência de metas e de indicadores de eficiência na gestão. Tornou-se possível compreender com clareza os benefícios e as virtudes do Ciclo da Gestão Estratégica para a universidade através da integração dos macroprocessos de gestão e governança.


Keywords


Gestão Universitária, Planejamento Estratégico; Avaliação Institucional; Gestão de Projetos.

References


AGUIAR, E. M. de, e MARTINS, N. R. (organizadoras). Zeferino Vaz, Ideia de universidade. Editora Mercado das Letras, Campinas, 1 Edição, 2018.

CALTECH ADMINISTRATION DIVISION. Strategic Plan. Disponível em: Acesso em 20 maio 2018

CGU. Planejamento Estratégico da UNICAMP: PLANES/UNICAMP. 2012. Disponível em Acesso em: 04 jul. 2018.

COSTA, Eliezer Arantes da. Gestão Estratégica: da empresa que temos para a empresa que queremos 2. edição – São Paulo: Saraiva,2007.

DECRETO N. 29.598, DE 2 DE FEVEREIRO DE 1989. Disponível em: . Acesso em 04 julho 2018.

DELIBERAÇÃO CONSU 405/04, DE 28 DE SETEMBRO DE 2004. Disponível em< https://www.sg.unicamp.br/consu/deliberacoes?descricao=405%2F04&ano=&sessao_numero=#sgVisualizarDipr_25880>. Acesso em 04 jul. 2018.

DIAS SOBRINHO, J.; BALZAN, N.C. Avaliação Institucional: teorias e experiências. São Paulo: Cortez, 1995.

DRUCKER, Peter. Administração lucrativa. Rio de Janeiro: Zahar, 1972.

FELÍCIO, J. R. D.; MUZY, P.T.A. Os desafios da autonomia universitária: história recente da USP, Paco, 2018.

GOMES, Eustáquio. O mandarim: a infância da Unicamp. Campinas: Unicamp, 2016.

GONZALÉS, K. et al. Los paradigmas de la calidad educativa: de la autoevaluación a la acreditación. México: Unión de Universidades de América Latina, A.C., 2004.

HARDY, Cynthia; FACHIN, Roberto. Gestão Estratégica na universidade brasileira: teoria e Casos, 2 eds. – Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS,2000.

KAPLAN, R; NORTON, D. A estratégia em ação: balanced scorecard; tradução Luiz Euclydes Trindade Frazão Filho. 13 eds. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

KORHONEN, P.; MOSKOWITZ, H.; WALLENIUS, J.Multiple criteria decision support: a review. European Journal of Operational Research, 1992.

MATUS, C. Política, planejamento e governo. Brasília: Editora IPEA, 1993.

MINTZBERG, H. Ascensão e Queda do Planejamento Estratégico. Tradução de: Maria Adelaide Carpigiani. Porto Alegre: Bookman,2004.

MINTZBERG, H. et al. O processo da estratégia: Conceitos, contextos e casos selecionados. Porto Alegre: Bookman, 2006.

MINTZBERG, H.; QUINN, J. B. O Processo da Estratégia. 3. ed. Porto

Alegre: Bookman, 2001.

PORTER, Michael. Competitive Advantage: Creating and Sustaining Superior Performance, 1985.

PRDU. Avaliação Institucional. 2014. Disponível em: Acesso em: 03 jul. 2018.

PRDU. PLANES - Planejamento Estratégico Universidade Estadual de Campinas. 2015. Disponível em: Acesso em 03 jul 2018.

PRITCHETT, Andrews. Problem-Driven Iterative Adaption – PDIA, Woolcock, 2017.

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE - PMI. The Standard for Portfolio Management. PMI, 2006.

RUMMLER, A.G; BRACHE, A.P. Melhores desempenhos nas empresas, Makron,1994.

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE MUSEUNMS. Strategic Plan. Disponível em: . Acesso em 20 maio 2018.

-UNIVERSITY OF OXFORD. Strategic Plan. Disponível em: Acesso em 20 maio 2018.

THE. World University Rankings 2018. Disponível em: . Acesso em 24 maio 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-187

Refbacks

  • There are currently no refbacks.