Auxílio-doença no curso do aviso prévio: serviço social na assistência ao paciente com síndrome da imunodeficiência adquirida/ Disease aid in the course of prior notice: social work in patient assistance with acquired immunodeficiency syndrome

Eli Fernanda Brandao Lopes, Lena Lansttai Bevilaqua Menezes, Michele Terumi Yassuda, Michael Wilian da Costa Cabanha, Leticia Szulczewski Antunes da Silva, Letícia Nakamura, Francielly Anjolin Lescano, Joelson Henrique Martins De Oliveira, Giovana Ayumi Aoyagi, Clesmânya Silva Pereira, Rafael Alves Mata de Oliveira, Maria de Fátima Bregolato Rubira de Assis, Edivania Anacleto Pinheiro Simões

Abstract


A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é uma doença causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Objetivo: Relatar a assistência prestada pelo Serviço Social no caso específico de uma paciente recém diagnosticada e hospitalizada em decorrência do HIV/AIDS, que estava em observância do aviso prévio. Metodologia: Estudo descritivo, no formato de relato de experiência, ocorrido no durante o Programa de Residência Multiprofissional em CuidadosContinuados Integrados/PREMUS-CCI, em um hospital de ensino no município de Campo Grande/MS. Resultado: O benefício previdenciário de auxílio-doença é concedido ao segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que comprove, em perícia médica, estar temporariamente incapaz para atividade laborativa, em decorrência de doença ou acidente, possuindo algumas peculiaridades em relação ao HIV/AIDS e a situação de aviso prévio. Sendo o Serviço Social necessário nestes casos, tendo em vista que os pacientes vivendo com HIV/AIDS apresentam demandas em saúde que não se limitam às questões relacionadas apenas aos aspectos biológico-médicos.Necessitando de atendimento de forma biopsicossocial, que atendam suas demandas sociais, trabalhistas e previdenciárias. Conclusão: O Serviço Social, com ações voltadas à informação e orientação da população, trabalha na perspectiva da viabilização dos direitos sociais, garantidos em legislações especificas.


Keywords


HIV/AIDS, Serviço Social, auxílio-doença, aviso prévio

References


BASÍLIO, I. L.; SILVA, A. S.; SILVEIRA, L. V. O Serviço Social na Atenção as Pessoas que Vivem com HIV/AIDS: uma experiência do processo de trabalho do assistente social em um hospital universitário.In: II CONGRESSO DE ASSISTENTES SOCIAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, 2016, Rio de Janeiro. ANAIS DO II CONGRESSO DE ASSISTENTES SOCIAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, 2016.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988a. Brasília, DF: Senado Federal. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm Acesso em: 07 jan. 2019.

BRASIL. Guia de vigilância epidemiológica. In: Ministério da Saúde. 7.ª ed. 2009. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_vigilancia_epidemiologica_7ed.pdf. Acesso em: 02 jan. 2020

BRASIL. Instrução Normativa INSS nº 45 de 06 de agosto de 2010. Dispõe sobre a administração de informações dos segurados, o reconhecimento, a manutenção e a revisão de direitos dos beneficiários da Previdência Social e disciplina o processo administrativo previdenciário no âmbito do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS. Disponível em: http://www.ipsm.mg.gov.br/arquivos/legislacoes/legislacao/instrucoes/IN%2045-INSS.pdf Acesso em: 29 dez. 2019

BRASIL. Lei nº 12.984 de 2 de junho de 2014. Define o crime de discriminação dos portadores do vírus da imunodeficiência humana (HIV) e doentes de Aids. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L12984.htm. Acesso em: 29 dez. 2019

BRASIL. Lei nº 7.670 de 8 de setembro de 1988b.Estende aos portadores da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida - SIDA/AIDS os benefícios que especifica e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7670.htm Acesso em: 05 jan. 2020

BRASIL. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.htm. Acesso em: 28 dez. 2019

BRASIL. Lei nº 8.213 de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8213cons.htm. Acesso em: 28 dez. 2019

BRASIL. Lei 8.742 de dezembro de 1993. Dispõe sobre a organização da Assistência Social e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8742compilado.htm Acesso em: 30 de dez. 2019

BRASIL. Lei 9.029 de 13 de abril de 1995. Proíbe a exigência de atestados de gravidez e esterilização, e outras práticas discriminatórias, para efeitos admissionais ou de permanência da relação jurídica de trabalho, e dá outras providências. Disponível em:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9029.htm Acesso em: 05 jan. 2020

BRASIL. Portaria Interministerial n.º 869, de 11 de agosto 1992 - dos Ministros da Saúde, Trabalho e da Administração – Proíbe a testagem para detecção do vírus HIV, nos exames pré-admissionais e periódicos de saúde dos servidores públicos. Disponível em: https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/---ed_protect/---protrav/---ilo_aids/documents/legaldocument/wcms_172771.pdf. Acesso em: 29 dez. 2019

BRASIL. Súmula nº 371 do TST. AVISO PRÉVIO INDENIZADO. EFEITOS. SUPERVENIÊNCIA DE AUXÍLIO-DOENÇA NO CURSO DESTE (conversão das Orientações Jurisprudenciais nº s 40 e 135 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005. Disponível em: http://www3.tst.jus.br/jurisprudencia/Sumulas_com_indice/Sumulas_Ind_351_400.html#SUM-371 Acesso em: 29 dez. 2019

CARMO, M. E.; GUIZARDI, F. L. O conceito de vulnerabilidade e seus sentidos para as políticas públicas de saúde e assistência social. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 34, n. 3, e00101417, jun. 2017. Disponível em: http://cadernos.ensp.fiocruz.br/csp/artigo/393/o-conceito-de-vulnerabilidade-e-seus-sentidos-para-as-polticas-pblicas-de-sade-e-assistncia-social. Acesso em: 29 dez. 2019

CFM. Conselho Federal de Medicina. Lei 1.931 de 13 de outubro de 2009. Aprova o Código de Ética Médica. Disponível em: https://portal.cfm.org.br/images/PDF/cem2019.pdf. Acesso em: 05 jan. 2020.

CFM. Conselho Federal de Medicina. Parecer nº 05 de fevereiro de 1987. Dispõe sobre o teste de HIV para admissão em curso. Disponível em: https://sistemas.cfm.org.br/normas/visualizar/pareceres/BR/1987/5. Acesso em: 05 jan. 2020

CFM. Conselho Federal de Medicina. Parecer nº 15 de abril de 1997. Dispõe sobre o teste de HIV para admissão em curso. Disponível em: https://sistemas.cfm.org.br/normas/visualizar/pareceres/BR/1997/15 Acesso em: 05 jan. de 2020

CREMERJ. Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro. Comissão Técnica de Assessoramento para a Prevenção, Controle e Tratamento da AIDS. VIEIRA W. Parecer CRMERJ N. 16/92. Rio de Janeiro, 1992. Disponível em: https://sistemas.cfm.org.br/normas/arquivos/pareceres/RJ/1992/16_1992.pdf. Acesso em: 07 jan. 2019

DANTAS, V. R.; MARTINS, W. M. S.;RAMALHO, M. F. A importância do enfermeiro frente ao tratamento do HIV: aumento da sobrevida em uso de antirretrovirais. In: Anais do Simpósio ICESP, 2015, Brasília, Brasil. Disponível em:

http://nippromove.hospedagemdesites.ws/anais_simposio/arquivos_up/documentos/artigos/da41 72eaedb890e941f011bc7be2ee82.pdf. Acesso em: 29 dez. 2019

ESPÍRITO SANTO. Lei estadual 7.556, de 10 de novembro de 2003. Proíbe a discriminação aos portadores do vírus HIV ou às pessoas com AIDS e dá outras providências. Disponível em: http://www3.al.es.gov.br/Arquivo/Documents/legislacao/html/LO7556.html Acesso em: 29 dez. 2019

FIGUEIREDO, L. A. et. al. . Provision of health care actions and services for the management of HIV/AIDS from the users’ perspective. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo , v. 48, n. 6, p. 1026-1034, dez. 2014 . Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342014000601026&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 07 jan. 2019

GOIÁS. Lei estadual 12.595, de 26 de janeiro de 1995. Dispõe sobre o combate à discriminação aos portadores do vírus HIV e dá outras providências. Disponível em: http://www.gabinetecivil.go.gov.br/pagina_leis.php?id=3082. Acesso em: 29 dez. 2019

GUIMARAES, M. D. C. et. al. HIV/AIDS Mortality in Brazil, 2000-2015: Are there reasons for concern?. Rev. bras. epidemiol., São Paulo , v. 20, supl. 1, p. 182-190, maio 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2017000500182&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 28 dez. 2019.

JAWETZ, E.; MELNICK, J. L.; ADELBERG, E. A. Microbiologia médica. 21.ª ed. Rio de Janeiro, RJ: Guanabara Koogan; 2000.

MAGNABOSCO, G. T. et. al . Assistência ao HIV/aids: análise da integração de ações e serviços de saúde. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro , v. 22, n. 4, e20180015, 2018 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452018000400203&lng=en&nrm=is. Acesso em: 02 Jan. 2020.

MENEZES, A. M. F. et. al. Perfil Epidemiológico das Pessoas Soropositivas para HIV/AIDS. Revenferm UFPE, v. 12, n. 5, p. 1225-1232, 2018.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Departamento de IST, HIV/Aids e Hepatites Virais. Declaração dos Direitos Fundamentais da Pessoa Portadora do Vírus da Aids de 1989. 1º ENONG, Porto Alegre, out. 1989. Disponível em: http://www.pelavidda.org.br/declaracao.htm. Acesso em: 07 Jan. 2020.

NARCISO, A. M. S.; MEDINA, M. L. M.; PEREIRA, M. T. M. A. Atuação do Serviço Social Junto às Pessoas Vivendo com HIV/AIDS no Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná. Serviço Social em Revista (Online), v. 1, p. 1-4, 1998.

OIT. Organização Internacional do Trabalho. Repertório de recomendações práticas da OIT sobre o HIV/Aids e o mundo do trabalho. [Programa da OIT sobre HIV/AIDS e o Mundo do Trabalho], 3ª ed. - Brasília: OIT, 2010 Disponível em: https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/---americas/---ro-lima/---ilo-brasilia/documents/publication/wcms_229645.pdf Acesso em: 05 jan. 2019.

PAIVA, S. S.; PEDROSA, N. L.; GALVAO, M. T. G. Spatial analysis of AIDS and the social determinants of health. Rev. bras. epidemiol., São Paulo , v. 22, e190032, 2019 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2019000100433&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 28 dez. 2019.

PARANÁ. Lei estadual 14.362, de 19 de abril de 2004. Veda discriminação aos portadores do vírus HIV ou a pessoas com AIDS. Disponível em: http://leisestaduais.com.br/pr/lei-ordinaria-n-14362-2004-parana-veda-discriminacao-aos-portadores-do-virus-hiv-ou-a-pessoas-com-aids. Acesso em: 29 dez. 2019

PARHAM, P. O sistema imune. Porto Alegre, RS: Artmed; 2000.

ROBBINS, S. L. Fundamentos de Robbins: patologia estrutural e funcional. 6.ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2001.

RIO DE JANEIRO. Lei estadual 3.559, de 15 de maio de 2001. Estabelece penalidades aos estabelecimentos que discriminem portadores de vírus HIV, sintomáticos e assintomáticos, e dá outras providências. Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/topicos/12302969/lei-n-3559-de-15-de-maio-de-2001-do-rio-de-janeiro . Acesso em: 29 dez. 2019

RIO GRANDE DO NORTE. Lei Estadual nº 8.813 de 2006. Proíbe a discriminação aos portadores do vírus HIV ou às pessoas com AIDS, no Rio Grande do Norte e dá outras providências. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=152966. Acesso em: 29 dez. 2019

SÃO PAULO. Lei estadual 11.199, de 12 de julho de 2002. Proíbe a discriminação aos portadores do vírus HIV ou às pessoas com AIDS e dá outras providências. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/2002/lei-11199-12.07.2002.html. Acesso em: 29 dez. 2019

UNAIDS. Joint United Nations Programme on HIV/Aids. 90-90-90: an ambitious treatment target to the help end the AIDS epidemic. Geneve: UNAIDS; 2015. Disponível em: https://www.unaids.org/sites/default/files/media_asset/90-90-90_en.pdf. Acesso em: 07 jan. 2019.

VALADARES, A. L. R. et. al. HIV in middle-aged women: associated factors. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v. 56, n. 1, p. 112-115, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302010000100025&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 28 dez. 2019.

VIEIRA, A. C. S. et. al . A epidemia de HIV/Aids e a ação do Estado. Diferenças entre Brasil, África do Sul e Moçambique. Rev. katálysis, Florianópolis, v. 17, n. 2, p. 196-206, dez. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-49802014000200196&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 28 dez. 2019.

ZANCO, G.; GONÇALVES, M. E.; BONAMIGO, E. L. Implicações do sigilo médico em caso de HIV positivo. Anais de Medicina, n. 1, p. 61-62, out. 2018. Disponível




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-239

Refbacks

  • There are currently no refbacks.