Ferramenta em R para comparar padrões de expressão de vias metabólicas e proteínas associadas ao glioblastoma / R tool to compare expression patterns of metabolic pathways and glioblastoma-associated

Heleno Carmo Borges Cabral, André Luiz Molan, Giordano Bruno Sanches Seco, Bruna Garcia Pedrolo, Josiane Fontoura dos Anjos, Michele Rorato Sagrillo, Evamberto Garcia de Góes, José Luiz Rybarczyk Filho, Éder Maiquel Simão

Abstract


Um dos desafios da era pós-genética é a compreensão da estrutura e o comportamento das redes complexas de interações moleculares que controlam ou comportam como células. Isso impõe, uma busca por métodos inovadores para tratar esses dados com o aprimoramento da compreensão dos processos biológicos que atuam no interior da célula. Neste contexto, é possível interligar como vias e melhorar a compreensão das interações biológicas na ausência ou presença de uma doença específica, usando ferramentas como a linguagem R e seus pacotes e scripts disponíveis. Com uma nanotecnologia, surgem obstáculos na terapia, como uma barreira no cérebro, que impedem a difusão livre da maioria das moléculas estranhas,incluindo agentes terapêuticos e com isso o estudo de redes de interação que podem contribuir para o desenvolvimento de novos nanoencapsulados, disponibilizar subsídio para o entendimento de como as vias se comportam quando induzidas em diferentes tipos de uso e métodos. Os resultados preliminares consistiram na construção da rede basal com 104 vias selecionadas desde o uso pré-especificado, sendo que as análises de expressão de glioblastoma foram tratadas com o uso de receptores de quimiocinas diretamente após a presença de fármaco no glioblastoma.


Keywords


rede de vias, análise de vias, vias metabólicas, câncer

References


BARABÁSI, A. L.; OLTVAI, Z. Network biology: Under standing the cell’s functional organization. s.l.: Nature Reviews Genetics, 2004. pp. 101-113, 2004.

BAÚ, C. E. G. Identificação de genes diferencialmente expressos em glioblastoma e sua relação nas vias do sistema imunológico. 2016. 49 f. Dissertação (Mestrado em Nanociências) – Centro Universitário Franciscano de Santa Maria, Santa Maria/RS, 2016.

BOCCARD, S. G.; MARAND, S. V; GERACI, S. Inhibition of DNA-repair genes Ercc1 and Mgmt enhances temozolomide efficacy in gliomas treatment: A pre- clinical study. Oncotarget, p. 1–13, 2015.

FERRARA, N.; HILLAN, K. J.; GERBER, H-P.; NOVOTNY, W. Discovery and development of Bevacizumab, an anti-VEGF antibody for treating cancer. Nature Reviews – Drug Discovery. v. 3: 391-400, 2004.

GEO, GENE EXPRESSION OMNIBUS. Disponível em: . Acesso em 9 de novembro de 2018.

KESSLER, T.; HACHE, H.; WIERLING, C. Integrative analysis of cancer-related signaling pathways. Frontiers in Physiology. v. 4, Article 124. 2013.

KIRCHHOF, S.; GREGORITZA, M.; MESSMANN, V. Diels–Alder hydrogels with enhanced stability: First step toward controlled release of Bevacizumab. European Journal of Pharmaceutics and Biopharmaceutics, v. 96, n. August, p. 217–225, 2015.

MOLAN, A. L; SECO, G. B. S.; TAKEDA, A. A. S.; RYBARCZYK FILHO, J. L. ADAM – Activity and Diversity Analysis Module. Disponível em: . Acesso em 10 de outubro de 2018.

PALOMINO, D. C. T.; MARTI, L. C. Chemokines and immunity. Einstein. v. 13, n. 3: 469-473, 2015.

REACTOME, Reactome Pathway Database. Disponível em: . Acesso em 23 de setembro de 2018.

SAWADA, N. O.; NICOLUSSI, A. C.; OKINO, L. CARDOZO, F. M. C.; ZAGO, M. M. F. Avaliação da qualidade de vida de pacientes com câncer submetidos à quimioterapia. Revista Esc. Enferm. USP, v. 24, p 581-587, 2009.

SCHULZ, G. B.; GRIMM, T.; JOKISCH, F.; CASUSCELLI, J.; BUCHNER, A.; KRETSCHMER, A.; STIEF, C.; HORST, D.; Karl, A. Therapeutic and diagnostic implications of the NOTCH and MAPK pathways in urothelial bladder cancer. 33rd Annual EAU Congress Copenhagen - Eur Urol Suppl. v. 17, n. 2: 652, 2018.

SHARMA, I.; SINGH, A.; SHARMA, C. K.; SAXENA, S. Gene Expression Profiling of Chemokines and Their Receptors in Low and High Grade Astrocytoma. Asian Pacific Journal of Cancer Prevention. v. 18: 1307-1313, 2017.

SIMÃO, E. M.; BUGS, C. A.; CASTRO, M. A. A.; SINIGAGLIA, M.; LIBRELOTTO, G. R.; MOMBACH, J. C. M. Induced genome maintenance pathways in pre-cancer tissues describe an anti-cancer barrier in tumor development. Molecular BioSystems, v.8(11), p. 3003-9, 2012.

SIMPSON, K. J.; HENDERSON, N. C.; BONE-LARSON, C. L.; LUKACS, N. W.; HOGABOAM, C. M.; KUNKEL, S. L. Chemokines in the pathogenesis of liver disease: so many players with poorly defined roles. Clinical Science. n. 104: 47-63, 2003.

VAN MEIR, E. G.; HADJIPANAYIS, C. G.; NORDEN, A. D.; SHU, H. K.; W EN, P. Y.; OLSON, J. J. Exciting new advances in neuro-oncology: the avenue to acure for malignant glioma. CA Cancer J Clin. n. 60: 166-193,2010.

VIEIRA, S.A. G. Identificação de padrões de expressa?o em doenças genéticas usando uma rede de integração de vias de manutenção do genoma, angiogênese hipóxia e vigilância imunológica. 2016. 98 f. Tese (Doutorado em Nanociências) – Centro Universitário Franciscano de Santa Maria, Santa Maria/RS, 2016.

WANG, Z.; GERSTEIN, M.; SNYDER, M. RNA-Seq: a revolutionary tool for transcriptomics. NYH PublicAcess, 2009.

WEATHERS, S. S.; GILBERT, M. R. Toward Personalized Targeted Therapeutics: An Overview. Neurotherapeutics, 2016.

YEUNG, T. M.; GANDHI, S. C.; BODMER, W. F. Hypoxia and lineage specification of cell line-derived colorectal cancer stem cells. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, v. 108, n. 11, p. 4382–4387, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-244

Refbacks

  • There are currently no refbacks.