Programa novos talentos da Capes – uma análise descritiva de sua contribuição para o ensino de ciências no Brasil / Capes new talent program – a descriptive analysis of its contribution to science education in Brazil

Giulliano Amaral Viana, Diogo Losch de Oliveira

Abstract


O objetivo central deste trabalho é apresentar uma análise quantitativa do Programa Novos Talentos da Capes. Este programa que visa possibilitar a integração entre a pós-graduação, a graduação e a educação básica através da realização de atividades voltadas para os alunos e professores da educação básica. Para isso, realizou-se uma análise descritiva do programa com o objetivo de caracterizá-lo segundo critérios quantitativos, tomando como base os dados contidos nos projetos aprovados nos editais 033/2010 e 055/2012 da Capes. Os resultados apontam ser possível a implementação de ações voltadas para a educação básica com grande potencial de transformação no curto prazo, reafirmando a importância de programas dessa natureza, financiados pelo Governo Federal que podem ser tomados como um modelo a ser seguido para a melhoria do ensino de ciências em todo o país.


Keywords


Novos Talentos, CAPES, Educação, Ciências.

References


CHAGAS, A. T. R. O questionário na pesquisa científica. Vol. 1 nº 1. Administração On Line Prática - Pesquisa – Ensino, 2000.

CHAPANI, D. T. Ensino, extensão e pesquisa no contexto de um projeto ligado ao programa novos taletos – Capes. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, ISSN 1807-0221, Florianópolis, n. especial, 2015.

CLÍMACO, J. C. T. de S.; NEVES, C. M. de C.; LIMA, B. F. Z. de. Ações da CAPES para a formação e a valorização dos professores da educação básica do Brasil e sua interação com a pós-graduação. RBPG, Brasília, v. 9, n. 16, p. 181 - 209, abril de 2012.

COUTINHO, R. X. et al. Percepções de Professores de Ciências, Matemática e Educação Física sobre suas Práticas em Escolas Públicas. Revista Ciências & Ideias. v. 4, n.1, 2012.

______. Ministério da Ciência e Tecnologia. LIVRO AZUL da 4ª Conferência Nacional de Ciência e Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável – Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2010.

______. Ministério da Educação. CAPES. Edital nº 033, de 4 de junho de 2010. Chamamento público para submissão de propostas. Direcionado às Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES). Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 4 jun. 2010. Seção 3, p. 36.

______. Ministério da Educação. CAPES. Edital nº 055, de 11 de dezembro de 2012. Chamamento público para submissão de propostas. Direcionado às Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES). Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 11 dez. 2012. Seção 3, p. 19.

______. Ministério da Educação. INEP. Relatório Brasil no PISA 2018, versão preliminar, Diretoria de Avaliação da Educação Básica (DAEB), Poder Executivo, Brasília, DF, p. 158, 2019.

MOMBACH, J.; CUNHA, H. da; MELO, A. M. INFO. EDU: Novos Talentos no Pampa. Laboratório de Construção de Sites em Abordagem Participativa. 29º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul. p.6, 2011.

NOGUEIRA, R. Elaboração e análise de questionários: uma revisão da literatura básica e a aplicação dos conceitos a um caso real. 26 p.; 27cm. – (Relatórios Coppead; 350), 2002.

PORTO, C. M.; MORAES, D. de A. Divulgação científica independente na internet como fomentadora de uma cultura científica no Brasil: estudo em alguns blogs que tratam de ciência. Difusão e cultura científica: alguns recortes [online]. Salvador: EDUFBA, 2009.

ROCHA, J. B. T.; SOARES, F. A. O Ensino de Ciências para Além do Muro do Construtivismo. Ciência e Cultura, BRASIL, v. 57, n.4, p. 26-27, 2005.

TENENBLAT, K. et al. O Ensino de Ciencias e a Educação Básica: propostas para superar a crise. Academia Brasileira de Ciencias. p. 46, 2007.

VERHINE, E. V. A pós-graduação e a educação básica: um tema desafiante. RBPG, Brasília, v. 9, n. 16, p. 15 -24, 2012.

VIANNA, W. B.; ENSSLIN, L.; GIFFHORN, E. A integração sistêmica entre pós-graduação e educação básica no Brasil: contribuição teórica para um “estado da arte”. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 19, n. 71, p. 327-344, abr./jun., 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-351

Refbacks

  • There are currently no refbacks.