Políticas educacionais dos anos 90 e os impactos na gestão da educação Brasileira / Educational policies of the years 90 and the impacts in the management of Brazilian education

Authors

  • Giselle Ferreira Amaral de Miranda Azevedo
  • Abraão Neiver de Miranda Azevedo

DOI:

https://doi.org/10.34115/basrv3n3-001

Keywords:

Gestão Democrática. Políticas Educacionais. Reformas Educacionais.

Abstract

As grandes transformações sociais, científicas e tecnológicas impactadas pela mundialização do capital, apoiada na reestruturação produtiva, afetaram diretamente o campo educacional exigindo um novo perfil de profissional da educação, que atendesse as determinações impostas pelo capital no sentido de acelerar o desenvolvimento da economia e enquadrá-la ao modelo empresarial de cunho privatista. Desta forma, a escola, passa a cumprir um importante papel nesse contexto, tendo como um de seus objetivos principais a formação de força de trabalho que venha atender ao mercado cada vez mais exigente e segregador. Logo, neste artigo, tem-se como objetivo principal analisar o contexto da mundialização do capital, e seus impactos nas reformas educacionais propostas pelos organismos internacionais, cujas recomendações propõem modelos gerencialistas para a gestão dos sistemas e das escolas pautados na eficiência e na eficácia dos processos educacionais. Enfoca-se o princípio da gestão democrática disposto na Constituição Federal de 1988 e na LDBEN 9.394/96 que tem como maior desafio a sua consolidação no contexto escolar, através de práticas que incentivem a participação como ato político e democrático.

References

BRASIL. Constituição Federal de 1988.Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm/> Acesso em: 15 jun. 2016.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN). Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm> Acesso em: 10 mai. 2016.

CASTRO, Alda Maria Duarte Araújo. Gerencialismo e educação: estratégias de controle e regulação da gestão escolar. In: NETO, Antônio Cabral. CASTRO, Alda Maria Duarte Araújo. FRANÇA, Magna. QUEIROZ, Maria Aparecida de. (orgs.). Pontos e contrapontos da política educacional:uma leitura contextualizada de iniciativas governamentais. Brasília: Líber Livro Editora, 2007.

CHESNAIS, François. A Mundialização do Capital. São Paulo: Xamã, 1996.

DEMO, Pedro. Educação e qualidade. 3° ed. Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico. Campinas SP: Papirus, 1996.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Orgs.). Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. SP: Cortez, 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e a crise do capitalismo real. 6.ed. São Paulo: Cortez, 2010.

HORA, Dinair Leal da. Gestão educacional democrática. 2. ed. Campinas, SP: Editora Alínea, 2010.

LACERDA, Cecília Rosa. Projeto Político-Pedagógico: construção, pesquisa e avaliação. Fortaleza: Gráfica LCR, 2004.

LOPES, Monik de Oliveira. CASTRO, Alda Maria Duarte. Modernização Administrativa: repercussões na gestão educacional. In: CASTRO, Alda Maria Duarte Araújo. FRANÇA, Magna. (orgs.). Política Educaional: contextos e perspectivas da educação brasileira. Brasília. Liber Livro, 2012.

NETO, Antônio Cabral. RODRIGUEZ, Jorge. Reformas Educacionais na América Latina: cenários, proposições e resultados. In: NETO, Antônio Cabral. CASTRO, Alda Maria Duarte Araújo. FRANÇA, Magna. QUEIROZ, Maria Aparecida de. (orgs.). Pontos e contrapontos da política educacional: uma leitura contextualizada de iniciativas governamentais. Brasília: Líber Livro Editora, 2007.

OLIVEIRA, Ibraim Vitor de. Arqué e Telos: niilismo filosófico e crise na linguagem em Fr. Nietzsche e M. Heidegger. EditricePontificiaUniversità Gregoriana. Roma, Italy: 2004.

PARO, Vitor Henrique. Administração Escolar: introdução crítica.16.ed. São Paulo, Cortez, 2010.

PARO, Vitor Henrique. Gestão democrática da escola pública. São Paulo: Editora Ática, 2005.

PARO, Vitor. Parem de preparar para o trabalho: reflexões acerca dos efeitos do neoliberalismo sobre a gestão e o papel da escola básica. Celso João et ali; orgs. Trabalho, Formação e Currículo: Para onde vai a escola. São Paulo: Xamã, 2002.

ROSAR, Maria de Fátima Félix. Existem novos paradigmas na política e na administração da educação? In: OLIVEIRA, Dalila Andrade. ROSAR, Maria de Fátima Félix (orgs.). Política e Gestão da Educação. 2.ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

SANDER, Benno. Gestão da educação na América Latina: construção e reconstrução do conhecimento. Campinas, SP: Autores Associados, 1995.

VAZ, Henrique C. de Lima. Antropologia filosófica. São Paulo: Edições Loyola, 2004.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro (org). Projeto político pedagógico da escola: Uma construção possível. 22. ed. Campinas, SP: Papirus, 2006.

Published

2019-05-16

Issue

Section

Artigos originais