Estudo para detecção de fissuras labiopalatinas no pré-natal: revisão de literatura e relato de caso/ Study for crack detection prenatal labiopalatins: literature review and case report

Authors

  • Anna Karolyne Grando Silveira
  • Lidylara Lacerda Araújo Carvalho
  • Lucimara Santos Ferreira
  • Renata Francine Rodrigues Lima
  • Marcelo Gonçalves Cavalcanti
  • Soraya Mameluque

DOI:

https://doi.org/10.34115/basrv4n6-050

Keywords:

Fenda Labial, Lábio Leporino, Fissura Palatina, Diagnóstico Pré-Natal

Abstract

As Fissuras Labiopalatinas (FLP) são anomalias congênitas orofaciais, caracterizadas por espaço anormal do palato, alvéolo e/ou lábio que atingem o terço médio da face em estruturas como nariz, gengiva e dentes. Tais fissuras são decorrentes de uma falha na migração ou fusão dos processos frontonasal e maxilares durante o desenvolvimento embriológico, entre a quarta e oitava semanas de vida intra-uterina.  A detecção pré-natal das FLP se faz possível com um exame ultrassonográfico transabdominal, que é oferecido rotineiramente no Brasil para mulheres grávidas durante o segundo trimestre. O presente trabalho tem por objetivo revisar a literatura sobre a prevenção e o reconhecimento precoce de fissuras labiopalatinas e relatar um caso em que o diagnóstico de descontinuidade no lábio superior da paciente foi feito através de ultrassonografia transabdominal realizada no pré-natal. A mãe, encaminhada por sua obstetra, procurou o serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial onde foi orientada sobre como proceder durante a amamentação para que o bebê não apresentasse dificuldades de se alimentar e sobre os cuidados que deveriam ser tomados até que a cirurgia de correção do lábio pudesse ser realizada. A paciente apresentava presença de fissura unilateral incompleta do lado esquerdo, classe C da classificação de Spina, com discreta deformidade de rebordo alveolar do lado esquerdo; notou-se ainda presença de deformidade da asa do nariz esquerdo e anciloglossia. Foi decidido preparar a paciente para a cirurgia aos quatro meses de vida. Em proservação, doze meses após a intervenção, a análise final do resultado obtido se mostrou satisfatória tanto para a equipe médica, quanto para a mãe da paciente, a qual pôde-se preparar da melhor forma para lidar com a situação de forma a oferecer melhor qualidade de vida à criança.

 

References

ALMEIDA, Ana Maria Freire de Lima et al. Atenção à pessoa com fissura labiopalatina: proposta de modelização para avaliação de centros especializados, no Brasil. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 41, p. 156-166, 2017.Disponível em: https://jmd.emnuvens.com.br/jmd/article/view/23. Acesso em: 20 Ago 2020.

BATISTA, Joyce Falcão et al. Tratamento Odontológico em Crianças com Fissura Labiopalatal. Interação-Revista de Ensino, Pesquisa e Extensão, Belo Horizonte, v. 19, n. 2, p. 105-119, 2017. Disponível em: https://periodicos.unis.edu.br/index.php/interacao/article/view/140. Acesso em: 18 Ago 2020.

BERGGREN, Helena et al. Prenatal ultrasound detection of cleft lip, or cleft palate, or both, in southern Sweden, 2006–2010. Journal of plastic surgery and hand surgery, Malmö, v. 46, n. 2, p. 69-74, 2012.Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.3109/2000656X.2012.668773. Acesso em: 20 Ago 2020.

BRANCO, Larissa Lopes; CARDOSO, Maria Cristina de Almeida Freitas. Alimentação no recém-nascido com fissuras labiopalatinas. Universitas: Ciências da Saúde, Porto Alegre, v. 11, n. 1, p. 57-70, 2013. Disponível em: https://www.rel.uniceub.br/cienciasaude/article/view/1986. Acesso em: 28 Set 2020.

CYMROT, Moacir et al. Prevalência dos tipos de fissura em pacientes com fissuras labiopalatinas atendidos em um Hospital Pediátrico do Nordeste brasileiro. Revista Brasileira de Cirurgia Plástica, , Fortaleza, v. 25, n. 4, p. 648-651, 2010.Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S198351752010000400015&script=sci_arttext. Acesso em: 18 Ago 2020.

FAURE, Jean Michel et al. Prenatal ultrasound diagnosis of cleft palate without cleft lip, the new ultrasound semiology. Prenatal Diagnosis, 2020.Disponível em: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/pd.5794 Acesso em: 28 Set 2020.

FUCHS, Florent et al. A score?based method for quality control of fetal hard palate assessment during routine second?trimester ultrasound examination. Acta obstetricia et gynecologica Scandinavica, v. 97, n. 11, p. 1300-1308, 2018.Disponível em: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/aogs.13418.Acesso em: 10 jul 2020.

GATTI, Gian Luca et al. Cleft lip and palate repair. Journal of craniofacial surgery, Pisa, v. 28, n. 8, p. 1918-1924, 2017.Disponível em: https://www.ingentaconnect.com/content/wk/scs/2017/00000028/00000008/art00047. Acesso em: 28 Set 2020.

HOFFMANNOVA, E. et al. Three-dimensional development of the upper dental arch in unilateral cleft lip and palate patients after early neonatal cheiloplasty. International journal of pediatric otorhinolaryngology, Prague, v. 109, p. 1-6, 2018.Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0165587618301253.Acesso em: 18 Ago 2020.

LISBÔA, Paula Katerine; ROCHA, Vanessa Pereira; PINI, Regina. Fissura Lábio-Palatal : Uma Revisão de Literatura. Revista Brasileira de Odontologia, Londrina, p.8-25, fev. 2010.Disponível em:https://www.inesul.edu.br/revista/arquivos/arq-idvol_14_1310156005.pdf. Acesso em: 04 Out 2020.

MARINI, Priscila Pereira et al. Prevalência de anomalias dentárias de número de pacientes com fissura labiopalatal comparativamente a pacientes sem fissura, Florianópolis, 2011.Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/121113/299158.pdf?sequence=1.Acesso em: 20 Ago 2020.

MORETTO, Marcelo Juliano et al. Tratamento multidisciplinar na reabilitação de pacientes portadores de fissura de lábio e/ou palato. Journal of Multidisciplinary Dentistry, São Paulo, v. 10, n. 1, p. 3-8, 2020. Disponível em: https://jmd.emnuvens.com.br/jmd/article/view/23. Acesso em: 28 Set 2020.

PARANAÍBA, Lívia Máris Ribeiro et al. Cleft lip and palate: series of unusual clinical cases. Brazilian journal of otorhinolaryngology, Montes Claros, v. 76, n. 5, p. 649-653, 2010.Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1808869415309241. Acesso em: 18 Ago 2020.

PEREIRA, Inês Sofia Martins. A importância do odontopediatra na abordagem multidisciplinar do paciente com fenda labial e/ou palatina: uma revisão da literatura, Lisboa, 2017. Tese de Doutorado.Disponível em: https://repositorio.ul.pt/handle/10451/29543. Acesso em: 04 Out 2020.

RAMOS, Gladys A. et al. Evaluation of the fetal secondary palate by 3?dimensional ultrasonography. Journal of Ultrasound in Medicine, v. 29, n. 3, p. 357-364, 2010.Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.7863/jum.2010.29.3.357. Acesso em: 04 Out 2020.

RIBEIRO, Carla Trevisan Martins et al. O sistema público de saúde e as ações de reabilitação no Brasil. Revista Panamericana de Saúde Pública, Rio de Janeiro v. 28, p. 43-48, 2010.Disponível em: https://www.scielosp.org/article/rpsp/2010.v28n1/43-48/. Acesso em: 28 Set 2020.

SILVA, Carolina Maia et al. O papel do ácido fólico na prevenção das fissuras lábiopalatinas não sindrômicas: uma revisão integrativa/The role of folic acid in the prevention of non-syndromic cleft lip and palate: an integrative review. Brazilian Applied Science Review, Paraná, v. 3, n. 1, p. 641-658, 2018. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BASR/article/view/841. Acesso em: 04 Out 2020.

SOMMERLAD, M. et al. Detection of lip, alveolar ridge and hard palate abnormalities using two?dimensional ultrasound enhanced with the three?dimensional reverse?face view. Ultrasound in Obstetrics and Gynecology, v. 36, n. 5, p. 596-600, 2010.Disponível em: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/uog.7739. Acesso em: 28 Set 2020.

SPENCER, Leonardo; BUZZO, Celso. Primary treatment of lip and nasal deformity in unilateral cleft lip or cleft lip and palate. Revista Brasileira de Cirurgia Plástica (rbcp) – Brazilian Journal Of Plastic Sugery, São Paulo, v. 32, n. 1, p.37-45, 2017.Disponível em: http://www.rbcp.org.br/details/1811/en-US/primary-treatment-of-lip-and-nasal-deformity-in-unilateral-cleft-lip-or-cleft-lip-and-palate. Acesso em: 04 Out 2020.

VACCARI-MAZZETTI, Marcelo; KOBATA, Célio; BROCK, Ryane. Diagnóstico ultrassonográfico pré-natal da fissura lábio-palatal. Arquivos Catarinenses de Medicina, São Paulo, v. 38, n. Suplemento 01, p. 130, 2009. Disponível em: http://www.acm.org.br/revista/pdf/artigos/674.pdf. Acesso em: 10 Jul 2020.

WANG, Guangbin et al. Fetal cleft lip with and without cleft palate: Comparison between MR imaging and US for prenatal diagnosis. European Journal Of Radiology, Jínan, v. 79, n. 3, p.437-442, 2011.Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0720048X10001439. Acesso em: 04 Out 2020.

ZACHARY, Abramson R. et al. Radiology of cleft lip and palate: imaging for the prenatal period and throughout life. Radiographics, v. 35, n. 7, p. 2053-2063, 2015.Disponível em: https://pubs.rsna.org/doi/full/10.1148/rg.2015150050. Acesso em: 10 Jul 2020.

Published

2020-12-16

Issue

Section

Artigos originais