Análise de viabilidade para investimento em uma planta de aproveitamento do soro do leite/ Feasibility analysis for investment for whey production plant

Authors

  • Jean Santos de Lima
  • Fabiany Bento da Silva
  • Sidinei Kleber da Silva

DOI:

https://doi.org/10.34115/basrv5n4-012

Keywords:

Soro do leite, pó do Soro do leite, Secagem, Análise de Investimentos.

Abstract

Para se produzir 1Kg de queijo são necessários cerca de 10 litros de leite e são gerados 9 litros de soro do leite que possui um alto valor nutricional. Dessa forma, o soro costuma ser subutilizado como ração animal, ou até mesmo ser considerado como um rejeito pela indústria, o que se torna preocupante devido ao seu poder poluente. Diante disso, o presente trabalho visa avaliar a viabilidade de investimentos financeiros em torno do soro como matéria prima para outros produtos na cidade de Sanharó, uma das maiores produtoras de queijo do estado de Pernambuco. Neste trabalho, foram analisadas duas propostas de processos para ver qual possui maior atratividade econômica. Observou-se que, com as considerações propostas, apenas o processo 1 apresenta viabilidade econômica.

References

• ABREU, L. R. de. Tecnologia de leite e derivados. Universidade Federal de Lavras, Lavras 2015.

• AIRES, A. G. O soro de leite como suplemento proteico para atletas. 2010. 52 p. Monografia – Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Curso de Engenharia de Alimentos, Porto Alegre, 2010.

• ALMEIDA, K.E., BONASSI, I. A., ROÇA, R. O. Características físicas e químicas de bebidas lácteas fermentadas e preparadas com soro de queijo minas frescal. Ciências Tecnologia de Alimentos, v. 21, n. 2, p. 187-192, 2001.

• ALVES, M. P., MOREIRA, R. O., RODRIGUES. P. H. J., MARTINS. M. C. F. de., PERRONE, I. P., CARVALHO. A. F. de. Soro do Leite: Tecnologias Para o Processamento de Coprodutos. Rev. Inst. Laticínios Cândido Tostes, v. 69, p. 212-226, 2014.

• ANDRADE, R.L.P.; MARTINS, J.F.P. Influência da adição da fécula de batata-doce (Ipomoea batatas L.) sobre a viscosidade do permeado de soro de queijo. Ciências e Tecnologia de Alimentos, v.22, n.3, p. 249-253, 2002.

• BLANK, Leland; TARQUIN, Anthony. Engenharia econômica. AMGH Editora, 2009.

• DAMODARAN, A. AVALIAÇÃO DE INVESTIMENTOS: Ferramentas e Técnicas para a Determinação do Valor de Qualquer Ativo. 2ed. Qualitymark, 2010.

• DE CASTRO, Marcelo Stehling et al. Análise do impacto da geração fotovoltaica na Universidade Federal de Goiás. Brazilian Applied Science Review, v. 4, n. 5, p. 3023-3042, 2020.

• EHRHARDT, M. C. e BRIGHAM, E. F. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA – Teoria e Prática. Tradução da 13ed. Cengage; 2012.

• EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Competitividade da cadeia produtiva do leite em Pernambuco. Embrapa Gado de Leite, 2009. Disponível em <http://pecooperativo.coop.br/attachments/article/75/Competitividade%20da%20Cadeia%20Pr odutiva%20do%20Leite%20em%20PE.pdf >; Acesso em: 17 abr. 2018.

• GAJO, F. F. S., GAJO, A. A., SILVA, R. B. V., FERREIRA, E. B. Diagnóstico da Destinação do Soro do Leite na Mesorregião do Campo das Vertentes – Minas Gerais. Rev. Inst. Laticínios Cândido Tostes. v. 71, p. 26-37, 2016.

• GITMAN, L. J. Princípios de administração financeira. 10ed. São Paulo:Pearson, 2004.

• HARAGUCHI, F.K.; ABREU, W.C.; PAULA, H. Proteínas do soro do leite: composição, propriedades nutricionais, aplicações no esporte e benefícios para a saúde humana. Revista da Nutrição, v. 19, n. 4, p. 479-488, 2006.

• HONG, S-I.; KROCHTA, J.M. Oxygen barrier performance of whey-protein-coated plastic films as affected by temperature, relative humidity, base film andprotein type. Journal of Food Engineering,v. 77, p. 739–745, 2006.

• ISRAEL, C. R. Q. e LOPES, R. C. S. Análise da viabilidade econômica da implementação de nanocervejarias associadas a restaurantes em Niterói. Dissertação de Conclusão de Curso – Departamento de Engenharia Química e Petróleo, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2017.

• LEINDECKER, Gisele Cristina. Separação das proteínas do soro do leite in natura por ultrafiltração. 2011.

• LUZ, G.B. Processo de Extração das Proteínas de Soro de Leite para a Produção de Concentrado Proteico. E-Tech: Tecnologias para Competitividade Industrial, v.9, p 137-150, 2016.

• OLIVEIRA, O. W.; PETROVICK, P. R. Secagem por aspersão (spray drying) de extratos vegetais: bases e aplicações. Rev. bras. farmacogn, v.20, n.4, p. 641-650, 2010.

• PEREIRA, I. O. Análise e otimização do processo de ultrafiltração do soro de leite para produção de concentrado proteico. 62 p. Dissertação de Mestrado – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Itapetinga, 2009.

• PETERS, M.S. e TIMMERHAUS, K. D. Plant design and economics for chemical engineers. 4Ed. McGraw-Hill, 1991.

• POPPI, F. A., COSTA, M. R., RENSIS, C. M. V. B. e SIVIERI, K. Soro de Leite e Suas Proteínas: Composição e Atividade Funcional. UNOPAR, 2010.

• QUINTANELLA, M. Análise de Projetos e Investimentos. FGV Management. MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria. 2011. Disponível em: <http://marcusquintella.sigonline.com.br/openged/conteudos/687/000687_57be425c93722_An_lise_de_Projetos_Apostila_Texto.pdf>. Acesso em: 02 jun. 2018.

• SANTOS, Daiane Rodrigues et al. Escolha de carteira de investimento: aplicação no mercado financeiro brasileiro. Brazilian Applied Science Review, v. 5, n. 1, p. 568-583, 2021.

• SANTOS, N. N. B. O. ANÁLISE DA LOGÍSTICA EM UMA QUEIJARIA ARTESANAL EM SANHARÓ - PE: Estudo sobre a configuração das Atividades Logísticas. Universidade Federal de Pernambuco, Caruaru 2015a.

• SANTOS, R. R., SOUZA, A. L. R., TROMBETE, F. M. e MELO, N. R. Proteína do soro de leite: Aproveitamento e aplicações na produção de embalagem biodegradável. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v 10, n 5, p 51-58, 2015b.

• SGARBIERI, V. C. Propriedades fisiológicas-funcionais das proteínas do soro de leite. Revista da Nutrição, v. 17, n. 4, p. 397-409, 2004.

• SILLA, H. Chemical Process Engineering: Designs and Economics. 3Ed. Marcel Dekker, 2003.

• SIMPLES, Simples Nacional – Sistema de Tributação simplificada para pequenas e médias empresas. Disponível no seguinte link: https://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/Perguntas/Perguntas.aspx, Acessado em: 2021.

• SINNOTT, Ray; TOWLER, Gavin. Chemical engineering design: SI Edition. Butterworth-Heinemann, 2019.

• SIQUEIRA, K.B.; CARNEIRO, A. V.; ALMEIDA, M. F.; SOUZA, R. C. S. N. P. O mercado lácteo brasileiro no contexto mundial. Embrapa-Circular Técnico, 104, Juíz de Fora, Minas Gerais, 2010.

• STROHHECKER, F. M. Análise da viabilidade econômica de um empreendimento imobiliário.. 62 p. Dissertação de Conclusão de Curso – Departamento de Engenharia Civil, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2010.

• TURTON, R., BAILIE, R.C., WHITING, W.B. e SCHAEIWITZ, J.A.. Analysis, synthesis and design of chemical processes, Prentice Hall, NJ (2018).

• VILELA, Duarte; DE RESENDE, J. C. Cenário para a produção de leite no Brasil na próxima década. In: Embrapa Gado de Leite-Artigo em anais de congresso (ALICE). In: SIMPÓSIO SOBRE SUSTENTABILIDADE DA PECUÁRIA LEITEIRA NA REGIÃO SUL DO BRASIL, 6.; SEMINÁRIO DOS CENTROS MESORREGIONAIS DE EXCELÊNCIA EM TECNOLOGIA DO LEITE, 2., 2014, Maringá. Perspectivas para a produção de leite no Brasil: anais. Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2014., 2014.

• ZAGO, C. A., WEISE, A. D., HORNBURG, R. A. A Importância Do Estudo De Viabilidade Econômica De Projetos nas Organizações contemporâneas. Universidade Federal de Santa Catarina (2009).

• ZOCCAL, R. Dez países top no leite. Balde Branco, 2017. Disponível em: <http://www.baldebranco.com.br/dez-paises-top-no-leite/ > Acesso em: 17 abr. 2018.

Published

2021-07-28

Issue

Section

Artigos originais