Avaliação da recuperação de áreas degradadas por exploração de cascalho laterítico por meio da incorporação de lodo de esgoto. Estudo de caso no Distrito Federal

Assessment of the recuperation of degraded areas by exploration of lateritic gravel by means of sewage sludge incorporation. Case study Federal District of Brazil

Autores

  • Francisco Javier Cuba Teran
  • Renata Medici Frayne Cuba
  • Elaine Cristina Brás de Freitas
  • Guilherme de Oliveira Santos
  • José Antônio Soares
  • Wellington Teixeira Soares Júnior

DOI:

https://doi.org/10.34188/bjaerv5n3-030

Palavras-chave:

lodo de esgoto, solo áreas, degradadas

Resumo

Visando diminuir os efeitos ao meio ambiente, especificamente à uma área de cascalheira na região do Distrito Federal, este trabalho visou avaliar a recuperação do solo de uma área degradada por exploração de cascalho laterítico com superfície aproximada de 10 hectares por meio da incorporação de lodo de esgoto proveniente das ETEs Norte, Sul e Melchior do Distrito Federal. Foi aplicado na área degradada o lodo das Estações de Tratamento nas mesmas condições em que são retirados das centrífugas das ETEs. Foram aplicados 6044 m³ de lodo de esgoto na área, o que corresponde à uma taxa de aplicação de 636 m³/ha. A incorporação do lodo promoveu o aumento da concentração de fósforo (P), cálcio (Ca), magnésio (Mg), potássio (K), alumínio (Al), enxofre (S), matéria orgânica (MO). Houve um significativo aumento da capacidade de troca catiônica (CTC), aumentando mais de 4 vezes o valor em relação ao valor antes da aplicação do lodo de esgoto e aumento na saturação por base. O lodo de esgoto promoveu uma melhoria considerável na qualidade do solo degradado da área da cascalheira rajadinha, no que diz respeito as melhorias promovidas nos nutrientes presentes no solo.

Downloads

Publicado

2022-08-05

Edição

Seção

Artigos originais