Informações nutricionais nos rótulos de alimentos industrializados em relação às necessidades nutricionais de pré-escolares/ Nutritional information on industrialized food labels in relation to the nutritional needs of preschoolers

Authors

  • Maria Eduarda Benochio Patzlaff
  • Sandra Soares Melo Melo

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-200

Keywords:

Rotulagem de Alimentos, Recomendações Nutricionais, Nutrição da Criança, Alimentos Industrializados.

Abstract

Objetivo: Analisar as informações nutricionais nos rótulos de alimentos industrializados destinados ao público infantil em relação às necessidades nutricionais de pré-escolares. Métodos: Estudo analítico, transversal, descritivo realizado a partir de rótulos de alimentos destinados ao público infantil, expostos à venda em supermercados. Os percentuais de valores diários (%VD) para uma porção do produto foram avaliados de acordo com as necessidades nutricionais de pré-escolares. Resultados: %VD de calorias e macronutrientes, vitaminas E, A, C e B12 de alimentos industrializados destinados ao público infantil estavam em média 61,73%; 43,87%; 49,53%; 79,62% e 97,10%, respectivamente, acima dos %VD descritos nos rótulos para adultos. O %VD para fibras foi idêntico para crianças e adultos. Observou-se déficit de 1,47% para cálcio, enriquecimento de 39,13%; 39,17%; 100,42%, respectivamente para ferro, zinco e sódio. Conclusão: As informações contidas nos rótulos não devem ser utilizadas como referência para a faixa etária pré-escolar, sendo necessária adequação dos mesmos com a elaboração de legislação específica.

References

Cavada GS, Paiva FF, Helbig E, Borges LR. Rotulagem nutricional: você sabe o que está comendo? Braz J Food Technol. [internet] 2012 Maio [acesso em 2018 Fev 30]; (15):84-88. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-67232012000500015&lng=pt&tlng=pt doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1981-67232012005000043

Souza SMFC, Lima KC, Miranda HF, Cavalcanti FID. Utilização da informação nutricional de rótulos por consumidores de Natal. Rev Panam Salud Publica. 2011; 29(5):337-343.

Rebouças E. Os desafios para a regulamentação da publicidade destinada a crianças e adolescentes: soluções canadenses e reticências à brasileira Intercom. Rev Bras Ciênc Comum. [internet] 2008 Jul-Dez [citado 2018 Mar 02]; 31(2):75-97. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=69830990005

Monteiro CA, Louzada MA. Ultraprocessamento de alimentos e doenças crônicas não transmissíveis: implicações para políticas públicas. In: Nogueira RP, Santana JP, Rodrigues VA, Ramos ZVO, organizadoras. Observatório Internacional de Capacidades Humanas, Desenvolvimento e Políticas Públicas: estudos e análises 2. Brasília: Editoras UnB/ObservaRH/Nesp - Fiocruz/Nethis, 2015; p. 167-180.

Ministério da Saúde (BR). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Gerência-Geral de Alimentos. Relatório do grupo de trabalho sobre rotulagem nutricional. [internet] 2017 [citado 2018 Mar 16]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33880/4712786/Relat%C3%B3rio+do+grupo+de+trabalho/1857cf12-246b-4a0a-846e-23e66632e684

Ministério da Saúde (BR). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Gerência-Geral de Alimentos Rotulagem nutricional obrigatória: manual de orientação às indústrias de Alimentos. 2nd versão. [internet] 2005 [citado 2018 Mar 17]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33916/389979/Rotulagem+Nutricional+Obrigat%C3%B3ria+Manual+de+Orienta%C3%A7%C3%A3o+%C3%A0s+Ind%C3%BAstrias+de+Alimentos/ae72b30a-07af-42e2-8b76-10ff96b64ca4

Pontes TE, Costa TF, Marum ABRF, Brasil ALD, Taddei JAAC. Orientação nutricional de crianças e adolescentes e os novos padrões de consumo: propagandas, embalagens e rótulos, Rev Paul Pediatr. [internet] 2009 Mar [acesso em 2018 Mar 24]; 27(1):99-105. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-05822009000100015&lng=pt&tlng=pt doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822009000100015

Souza JS. Estratégias de persuasão para o público infantil utilizadas em embalagens de alimentos [dissertação]. Brasília: Universidade de Brasília; 2012. 150 p.

Lobanco C. Rotulagem nutricional de alimentos salgados e doces consumidos por crianças e adolescentes [dissertação]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 2007. 107 p.

Aquino RC, Philippi ST. Consumo infantil de alimentos industrializados e renda familiar na cidade de São Paulo. Rev Saúde Pública. [internet] 2002 Dez [acesso em 2018 Abr 7]; 36(6):655-660. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102002000700001&lng=pt&tlng=pt doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102002000700001.

Ministério da Saúde (BR). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução - RDC nº 359, de 23 de dezembro de 2003. Regulamento técnico de porções de alimentos embalados para fins de rotulagem nutricional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, 18 jun. 2010.

Institute of Medicine. Food and Nutrition Board. Dietary Reference Intakes (DRIs): Dietary Reference Intakes for energy, carbohydrates, fiber, fat, protein and amino acids (macronutrients). Washington (DC): National Academy Press; 2005.

Institute of Medicine. Food and Nutrition Board. Dietary Reference Intakes (DRIs): Dietary reference intakes for vitamin A, vitamin K, arsenic, boron, chromium, copper, iodine, iron, manganese, molybdenum, nickel, silicon, vanadium, and zinc (micronutrients). Washington (DC): National Academy Press; 2002.

Fisberg RM, Slater B, Marchioni DML, Martini LA. Inquéritos Alimentares: métodos e bases científicas. Barueri (SP): Manole; 2005. 334 p.

Barbosa SC, Coledam DHC, Stabelini Neto A, Elias RGM, Oliveira AR. Ambiente escolar, comportamento sedentário e atividade física em pré-escolares. Rev Paul Pediatr. [internet] 2016 Set [acesso em 2018 Abr 21]; 34(3):301-308. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2359348216000142?via%3Dihub doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.rppede.2016.02.003

Fortuna TR. Cultura lúdica na era digital: alguns efeitos no comportamento infantojuvenil. Em Aberto. [internet] 2018 Mai-Ago [citado 2018 Jun 17]; 31(102):165-175. Disponível em: http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/view/3692/pdf.

Nunes MA, Appolinario JC, Galvão AL, Coutinho W. Epidemiologia da Obesidade: Transtornos alimentares e obesidade. 2nd ed. Porto Alegre: Artmed, c2006. 416 p.

Rodrigues VM. Informação Nutricional Complementar em rótulos de alimentos industrializados direcionados a crianças [tese]. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 2016. 241 p.

Garcia C, Brum JP, Schneider DE. Consumo alimentar: um estudo sobre crianças com sobrepeso e obesidade do Espaço Mamãe Criança de Vera Cruz/RS, Cinergis. [internet] 2014 Out-Dez [citado 2018 Abr 18]; 15(4):195-200. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/viewFile/4988/3963

Boyland EJ, Harrold JA, Kirkham TC, Corker C, Cuddy J, Evans D, et al. Food commercial sincrease preference for energy-dense food, particularly in children who watch more television. Pediatrics. [internet] 2011 Jun [acesso em 2018 Out 10]; 128(1):93-100. Disponível em: https://www.alimentacaosaudavel.dgs.pt/activeapp/wp-content/files_mf/1444992109Foodcommercialsincreasepreferenceforenergydensefoodsparticularlyinchildrenwhowatchmoretelevision.pdf doi: 10.1542/peds.2010-1859

Soares DJ, Moura Neto LGM, Silva LMR. Análise do comportamento dos consumidores com relação à compreensão e entendimento das informações dos rótulos de alimentos. Agrotec. [internet] 2016 [citado 2018 Set 24]; 37(1):105-111. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/at/article/view/29961/15820

Santana MKL, Oliveira CM, Clemente HA. Influência da publicidade de alimentos direcionada ao público infantil na formação de hábitos alimentares. Revuni-rn. [internet] 2015 Jan-Dez [citado 2018 Mai 5]; 14(1/2):125. Disponível em: http://www.revistaunirn.inf.br/revistaunirn/index.php/revistaunirn/article/viewFile/355/300

Villagelim ASB, Prado SD. Algumas reflexões sobre marketing televisivo: o olhar de nutricionistas sobre um filme de alimento industrializado. Ceres. [internet] 2008 [citado 2018 Jun 01; 3(1):29-41. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/ceres/article/view/1858/0

Hall C, Osses F. A review to inform understanding of the use of food safety messages on food labels. Int J Consum Stud. [internet] 2013 Jan [acesso em 2018 Out 27]; 37(4):422–432. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/ijcs.12010 doi: https://doi.org/10.1111/ijcs.12010

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde. Guia alimentar para a população brasileira. 2nd ed. Brasília: Ministério da Saúde; c2014

Gallagher ML, Mahan LK, Stump SE, Raymond JL. Ingestão: Os nutrientes e seu metabolismo. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 13a ed. Rio de Janeiro: Elsevier; c2012. p. 33-39.

Murdock DH. Encyclopedia of Foods: A guide to healthy nutrition. San Diego: Academic Press; 2001. 516 p.

Caballero B, Allen L, Prentice A. Encyclopedia of Human Nutrition. 3a ed. Baltimore, USA: Academic Press; c2013. 1775 p.

Murphy SP, Johnson RK. The scientific basis of recent US guidance on sugars intake. Am J Clin Nutr. [internet] 2003 Out [acesso em 2018 Nov 2]; 78(4):827-833. Disponível em: https://academic.oup.com/ajcn/article/78/4/827S/4690051 doi: https://doi.org/10.1093/ajcn/78.4.827S

Alessa HB, Bhupathiraju SN, Malik VS, Campos H, Rosner B, Willett W, et al. Carbohydrate quality and quantity and risk of type 2 diabetes in US women. Am J Clin Nutr. [internet] 2015 Dez [acesso em 2018 Nov 5]; 102(6):1543-1553. Disponível em: https://academic.oup.com/ajcn/article/102/6/1543/4555190 doi: https://doi.org/10.3945/ajcn.115.116558

Machado FMS. O consumerismo na indústria alimentícia: uma análise da dimensão nutricional. Comunicação e Inovação. [internet] 2006 Jan-Jun [citado 2018 Out 21]; 7(12):25-38. Disponível em: http://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_comunicacao_inovacao/article/view/635

Santos RD, Gagliardi AC, Xavier HT, Magnoni CD, Cassani R, Lottenberg AM. Primeira Diretriz sobre o consumo de gorduras e saúde cardiovascular. Arq Bras Card. [internet] 2013 Jan [citado 2018 Out 27]; 100(1):1-48. Disponível em: http://observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/5624.

Celeste RK. Análise comparativa da legislação sobre rótulo alimentício do Brasil, Mercosul, Reino Unido e União Européia. Rev Saúde Pública. [internet] 2001 Jun [acesso em 2018 Nov 3]; (35):217-23. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-89102001000300001&script=sci_abstract doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102001000300001

Farias PKS, Silva VS, Silveira MF, Caldeira AP, Pinho L. Consumo habitual de alimentos fonte de vitamina A em pré-escolares da zona rural no Norte de Minas Gerais. Rev Nutr. [internet] 2015 Set-Out [acesso em 2018 Out 28]; 28(5):533-542. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732015000500533&lng=pt&tlng=pt doi: http://dx.doi.org/10.1590/1415-52732015000500008

Pedraza DF, Rocha ACD. Deficiências de micronutrientes em crianças brasileiras assistidas em creches: revisão da literatura. Cien Saude Colet. [internet] 2016 Mai [acesso em 2018 Out 28]; 21(5). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016000501525&lng=pt&tlng=pt doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232015215.20712014

Prates RP, Pereira MM, Pinho L. Percepção dos pais sobre a implantação da estratégia de fortificação da alimentação infantil com micronutrientes. Rer Bras Promoç Saúde. [internet] 2016 Jul-Set [citado 2018 Nov 2]; 29(3):431-438. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=40849134016

Presidência da República (BR). Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União; 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/1989_1994/RET/rlei-8069-90.pdf.

Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA (BR). Resolução nº 163 de 13 março de 2014. Dispõe sobre a abusividade do direcionamento de publicidade e de comunicação mercadológica à criança e ao adolescente. Brasília: Diário Oficial da União, 2014. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=268725

Ministério da Saúde (BR), Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada – RDC n°15, de 24 de abril de 2015, Brasília: Ministério da Saúde; 2015.

Published

2020-12-08

Issue

Section

Original Papers