Prevenção de sintomas e lesões osteomusculares em profissionais de saúde durante a pandemia da COVID-19: elaboração e validação de uma cartilha / Prevention of musculoskeletal symptoms and injuries in health professionals during the COVID-19 pandemic: development and validation of a booklet

Authors

  • Rafaela Caroline Domingos
  • Marcela Bongiovani Rodrigues
  • Cássia Regina Vancini Campanharo
  • Rodrigo Luiz Vancini
  • Carla Roberta Monteiro Miura

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv5n3-162

Keywords:

educação em saúde, saúde do trabalhador, transtornos cumulativos traumáticos, COVID-19.

Abstract

Objetivos: Descrever o processo de construção e validação de cartilha informativa para prevenção de sintomas e lesões osteomusculares em profissionais de saúde em tempos de pandemia e verificar a prevalência de sintomas osteomusculares entre profissionais atuantes no atendimento direto a pacientes com COVID-19. Método: Estudo metodológico em três etapas: levantamento bibliográfico, elaboração da cartilha e validação do material por especialistas no assunto e representantes do público-alvo. Realizou-se a validação por sete especialistas e 21 representantes do público-alvo utilizando -se a técnica Delphi.  Considerou-se Índice de Validade de Conteúdo (IVC) mínimo de 0,80 para o conteúdo e concordância mínima de 80% para  aparência. A prevalência de sintomas osteomusculares foi levantada pela aplicação do Questionário nórdico de sintomas osteomusculares aos representantes do público alvo. Resultados: Obteve –se IVC de 0,85 pelos especialistas e   nível de concordância superior a 80 % em todos os itens após três rodadas avaliativas. O nível de concordância entre representantes do público alvo ficou entre 88,43% e 99,04%. 95,23% dos profissionais de saúde  relataram algum sintoma osteomuscular nos últimos 12 meses. Conclusão: A cartilha foi validada quanto ao conteúdo e aparência, podendo ser considerada como ferramenta educacional para profissionais de saúde durante a pandemia e para além dela.

References

Ministério da Saúde. Coronavírus. O que é COVID-19. URL: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#o-que-e-covid O que é COVID-19. URL: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#o-que-e-covid [Acessado em 15 de abril de 2020].

Zhong B, Luo W, Li HM, Zang QQ, Liu XG, Li WT et.al. Knowledge, attitudes, and practices towards COVID-19 among Chinese residents during the rapid rise period of the COVID-19 outbreak: a quick online cross-sectional survey. Int. J. Biol. Sci. 2020;16(10):1745-52.

Croda JHR, Garcia LP. Resposta imediata da Vigilância em Saúde à epidemia da COVID-19. Epidemiol. Serv. Saude. 2020;29(1):e2020002.

Bedford J, et.al. COVID-19: towards controlling of a pandemic. The Lancet. 2020;395:1015-18.

Greenberg, Raymond S.; Daniels, Stephen R.; Flanders, W. Dana; Eley, John William; Boring, III, John R (2005). Epidemiologia Clínica 3ª ed. Porto Alegre: Artmed. p. 18. ISBN 85-363-0159-7

Organização Pan Americana de Saúde -Brasil. Folha informativa – COVID19.URL:https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875 [Acessado em 20 de maio de 2020].

Huang L, Lin G, Tang L, Yu L, Zhou Z. Special attention to nurses’ protection during the COVID-19 epidemic. 2020. 24:120 https://doi.org/10.1186/s13054-020-2841-7

Amaro J, Magalhães J, Leite M, Aguiar B, Ponte P, Barrocas J, et al. (2018) Musculoskeletal injuries and absenteeism among healthcare professionals—ICD-10 characterization. PLoS ONE 13(12): e0207837. https://doi.org/10.1371/journal. pone.0207837

Pedersen BK, Saltin B. Exercise as medicine - evidence for prescribing exercise as therapy in 26 different chronic diseases. Scand J Med Sci Sports. 2015;25 Suppl 3: 1-72.

Simpson RJ, Kunz H, Agha N, Graff R. Exercise and the Regulation of Immune Functions. Prog Mol Biol Transl Sci. 2015;135: 355-380.

Caspersen CJ, Powell KE, Christenson GM. Physical activity, exercise, and physical fitness: definitions and distinctions for health-related research. Public Health Rep. (1985) 100:126–31.

Lee, D.C.; Pate R.R.; Lavie, C.J.; Sui, X.; Church, T.S.; Blair, S.N. Leisure-time running reduces all-cause and cardiovascular mortality risk. J Am Coll Cardiol. Vol. 64. Num. 5. p. 472-81. 2014.

Ministério da Saúde.Atenção Especializada e Hospitalar. Afeccções Osteomusculares/Musculoesquelético.URL:https://www.saude.gov.br/atencao-especializada-e-hospitalar/especialidades/traumatologia-e ortopedia/afeccoes-osteomusculares-musculo-esqueletico. [Acessado em 15 de abril de 2020].

Williams P, Webb C. The Delphi technique: a methodological discussion. J Adv Nurs. 1994 Jan;19(1):180-6.

Hsu CC, Sandford BA. The Delphi technique: Marking sense of consensus. Practical assessment research & evolution. 2007;12(10).

Amparito VC, Rezende M. A técnica Delphi e seu uso na pesquisa de Enfermagem: revisão bibliográfica. Rev. Min. Enferm. 2009 jul./set;13(3): 429-34.

Vinuto J. Amostragem bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate aberto. Temáticas, campinas. 2014 ago/dez. 22 (44):203-220.

Castro MS, Pilger D, Fuchs FD, Ferreira MB. Development and validity of a method for the evaluation of printed education material. Pharm Pract (Granada). 2007; 5(2):89-94.

Barros EM, Alexandre NM. Cross-cultural adaptation of the Nordic musculoskeletal questionnaire. Int Nurs Rev.2003; 50(2):101-8.

Kuorinka I, Forcier L. (Ed.). Work-related musculoskeletal disorders: a reference book for prevention. Great Britain: Taylor & Francis, 1995.

Pinheiro FA, Trócoli BT, Carvalho CV. Validação do questionário nórdico de sintomas osteomusculares como medida de morbidade. Rev Saude Publica.2002; 36(3) :307-12.

Alexandre NMC, Coluci MZO. Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medidas. Ciência & Saúde Coletiva. 2011;16(7):3061-68.

Santos, Heloisa Ehmke Cardoso dos, Marziale, Maria Helena Palucci e Felli, Vanda Elisa AndresPresenteeism and musculoskeletal symptoms among nursing professionals1 1 Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Revista Latino-Americana de Enfermagem [online]. 2018, v. 26 [Acessado 11 Junho 2021], e3006. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/1518-8345.2185.3006>.

Firmino, C. I. D. C. F., Moutinho, L. S. M., Valentim, O. M. M. D. S., Antunes, A. V., Marques, M. D. F. M., & Simões, M. C. R. (2021). The effects of training about prevention of factors associated with musculoskeletal symptoms on nursing students affectivity. Florence Nightingale J Nurs, 29(1), 74-80.

Moura IH, Silva AFR, Rocha AESH, Lima LHO, Moreira TMM, Silva ARV. Construction and validation of educational materials for the prevention of metabolic syndrome in adolescents. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2017;25:e2934. [Access 15 jun 2021; DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.2024.2934

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. (2018). Saúde do trabalhador e da trabalhadora (Cadernos de Atenção Básica, No. 41). Brasília: Ministério da Saúde.

Barroso, B. I. L., Souza, M. B. C. A., Bregalda, M. M., Lancman, S., & Costa, V. B. B. (2020). A saúde do trabalhador em tempos de COVID-19: reflexões sobre saúde, segurança e terapia ocupacional. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional. Ahead of Print. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoARF2091

Published

2022-05-19

Issue

Section

Original Papers