Análise quantitativa e qualitativa da alimentação de universitários do ensino público do Oeste da Bahia / Quantitative and qualitative analysis of the nutrition of university students in public education in the West of Bahia

Authors

  • Amanda de Oliveira Santana
  • Larissa Kauly Rosa Silva
  • Ramilla Souza Lacerda
  • Samara Nagla Chaves Trindade

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv5n4-030

Keywords:

planejamento de cardápio, alimentação coletiva, qualidade dos alimentos.

Abstract

Objetivou-se avaliar a qualidade nutricional de cardápios de um restaurante universitário. Este estudo é do tipo transversal e quantitativo com 276 cardápios. Foi realizada a análise quantitativa e verificada a adequação conforme os parâmetros estabelecidos pelas Dietary Reference Intakes (DRIs). Foi aplicado o método de Avaliação da Qualidade das Preparações do Cardápio (AQPC) e a Análise de Componentes Principais (ACP). Os cardápios apresentaram valores excessivos de lipídeo, sódio e energia. O vegetariano se mostrou inadequado em relação ao ferro, zinco e cálcio. A análise de ACP evidenciou diferenças entre a opção vegetariana e os demais, considerando a correlação (p<0,001) do Componente Principal 1 (CP1) com as variáveis: calorias (0,85), proteínas (0,83), lipídios (0,75), ferro (0,80) e zinco (0,83). A AQPC demonstrou ótima oferta de folhosos, frutas e nula de cores iguais. Alimentos ricos em enxofre, carnes gordurosas e doces se classificaram negativamente. Considerando os desafios dos nutricionistas com as exigências contratuais e orçamentarias e o impacto dos cardápios na saúde dos universitários, os resultados deste estudo demostraram ser instrumentos importantes capazes de contribuir na melhoria do padrão dos cardápios ofertados na alimentação dessa população.

References

ANJOS, L.A. Obesidade e saúde pública. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2006

BASIOTIS, P.P.; CARLSON, A.; GERRIOR, S.A.; JUAN, W.; LINO, M. The healthy eating index, 1999-2000: charting dietary patterns of Americans. Fam Econ Nutr Ver, v.16, n.1, p.39-48, 2004.

BARROZO, A.L.P.; MENDONÇA, K.A.N. Análise qualitativa de preparações de cardápios de uma unidade de alimentação e nutrição em Brasília. Universitas: Ciências da Saúde, v.13, n.2, p.87- 92, 2015.

BERNARDO, G.L.; JOMORI, M.M.; FERNANDES, A.C.; PROENÇA, R.P.D.C. Food intake of university students. Revista de Nutrição, v.30, p.847-865, 2017.

BERTOLAMI, M.C.; BERTOLAMI A. Epidemiologia das dislipidemias. Rev. Soc. Cardiol, p.24-30, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Pregão Eletrônico nº 25, de 2015. Serviços continuados de alimentação e nutrição, com operacionalização e desenvolvimento de todas as atividades para o fornecimento de refeições no local de distribuição (café da manhã, almoço e jantar) e produção nas dependências da contratada, para atender às necessidades da comunidade do campus Reitor Edgard Santos da Universidade Federal do Oeste da Bahia – UFOB, 2015. [acesso em 17 março 2020] Disponível em: https://caju.ufob.edu.br/licitacao?page=19.

BRASIL. Conselho Federal de Nutricionistas. Resolução N °600/2018. Dispõe sobre a definição das áreas de atuação do nutricionista e suas atribuições, estabelece parâmetros numéricos de referência por ares de atuação e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília; 2018. 20 abr. 2018. Seção 1, (76):157.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 – POF. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. 150p. [Acesso em: Agosto. 2021].

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Guia Alimentar para a População Brasileira 2a ed. Brasília: MS; 2014.

CARRIJO, A.P. Avaliação do consumo alimentar nos restaurantes populares do Brasil. 97f. 2013. Dissertação Pós Graduação em Nutrição Humana, Brasília: UNB, 2013. [Acesso em: Agosto. 2021]. Disponível em: http:// repositorio.unb.br/bitstream/10482/14481/3/2013_AlinnedePaulaCarrijo.pdf.

CARVALHO, M.R.A. Avaliação de cardápio de restaurante universitário: uma abordagem a partir do Guia Alimentar para a População Brasileira e do Programa de Aquisição de Alimentos na modalidade Compra institucional. 2021. (Dissertação de Mestrado). Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv50063.pdf.

DA SILVA BENVINDO, J.L.; DE SOUZA PINTO, A.M.; BANDONI, DH. Qualidade nutricional de cardápios planejados para restaurantes universitários de universidades federais do Brasil. Demetra: alimentação, nutrição & saúde, v.12, n.2, p.447-464, 2017.

DA BOA MORTE, E.S.; DE LIRA, C.R.N.; DA FONSECA, M.C.P. Avaliação Qualitativa dos Cardápios de um Restaurante Universitário. Revista Univap, v.27, n.53, 2021.

DAS CHAGAS, G.V.; SILVA L.K.R.; LACERDA, R.S.; DOS SANTOS, K.L.P.; TRINDADE, S.N.C. Aceitabilidade de cardápios da alimentação do ensino superior público do oeste da Bahia. Acceptability of public higher education food menus in west of Bahia. Brazilian Journal of Health Review, v.4, n.6, p.23736-23750, 2021.

DE LUCENA PEREIRA, A.; FORMIGA, W.A.M.; COÊLHO, A.M.M. Avaliação de calorias e macronutrientes dos cardápios de um restaurante universitário de uma instituição de ensino federal. Journal of Medicine and Health Promotion, v.5, n.2, p.59-69, 2020.

DE MEDEIROS, S.R. Valor nutricional da carne bovina e suas implicações para a saúde humana. Embrapa Gado de Corte-Documentos (INFOTECA-E). 2008.

FAGUNDES, A.L.N.; RIBEIRO, D.C.; NASPITZ, L.; GARBELINI, L.E.B.; VIEIRA, J.K.P.; SILVA, A.P. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares da região de Parelheiros do município de São Paulo. Rev Paul Pediatr, v.26, n.3, p.212-217, 2008.

FLORINTINO, C.S.; MAZUR, C.E. Avaliação Qualitativa de Cardápios em um Restaurante Universitário. Visão Acadêmica, v.16, n.1, 2015.

FONSECA, N.T.; SOUZA, L.T. Avaliação qualitativa das preparações do cardápio de um restaurante universitário de Vitória da Conquista–BA, Brasil. Journal of Applied Pharmaceutical Sciences, v.4, n.1, p.28-36, 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Tabela de composição de alimentos. 4ª ed. Rio de Janeiro: IBGE. [Estudo Nacional da Despesa Familiar - ENDEF]; 1996.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa de orçamentos familiares 2017-2018: primeiros resultados. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Coordenação de Trabalho e Rendimento. Rio de Janeiro: IBGE, 2019. [Acesso em: Agosto. 2021]. Disponível em< https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101670.pdf>

INSTITUTE OF MEDICINE. Dietary intake. IOM, 2001/2002. [Acesso em: Agosto. 2021]. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rn/a/YPLSxWFtJFR8bbGvBgGzdcM/?format=pdf&lang=pt

INTERNATIONAL LIFE SCIENSES INSTITUTE DO BRASIL, ILSI. Usos e aplicações das “dietary reference intakes” DRIs. São Paulo. 2001.

IBOPE. Pesquisa de opinião pública sobre vegetarianismo. São Paulo: Sociedade Vegetariana Brasileira. 2018. [Acesso em: Agosto. 2021]. Disponível em: https://www.svb.org.br/images/Documentos/JOB_0416_VEGETARIANISMO.pdf.

LEONHARDT, M.B.; KERBER, M.; FASSINA, P. Análise qualitativa das preparações do cardápio de duas unidades de alimentação e nutrição. Arch Health Sci, v.26, n.3, p.152-7, 2019.

MARCHIONI, D.M.L.; SLATER, B.; FISBERG, R.M. Aplicação das Dietary Reference Intakes na avaliação da ingestão de nutrientes para indivíduos. Revista de Nutrição, v.17, n.2, p.207-216, 2004.

MARTINS, A.C.F. Composição nutricional dos cardápios planejados e executados em um Restaurante Universitário. Monografia (Graduação em Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.

PROENÇA, R.P.C.; SOUSA, A.A.; VEIROS, M.B.; HERING, B. Qualidade nutricional e sensorial na produção de refeições. Florianópolis: Editora da UFSC; 2005.

PHILIPPI, S.T. Tabela de composição de alimentos: suporte para decisão nutricional. · APA. Philippi, S. T. 2012.

PHILIPPI, S.T. Redesenho da Pirâmide Alimentar Brasileira para uma alimentação saudável, São Paulo, 2013.

RAMALHO, A.R.G. Adequação nutricional dos cardápios de um restaurante universitário de São Luís–MA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) –Universidade Federal do Maranhão. 2014.

REVOREDO, C.M.S.; DOS SANTOS SENE, C.D.M.; MENÊZES, J.V.M.; BRITO, J.S.A.; CASTRO, L.D.C.; ALENCAR, M.D.S.S.; BARRETO, S.C.S. Cardápios de um restaurante universitário do nordeste brasileiro: análise do conteúdo energético e de nutrientes, v,1, p.388, 2019.

RIBEIRO, K.C.; SHINTAKU, R.C.O. A influência dos lipídios da dieta sobre a aterosclerose. Rev Consc e Saúde, v.3, n.3, p.73 –83, 2004.

SAS® UNIVERSITY EDITION - Statistical Analyses System - SAS/University Edition, © 40. SAS Institute Inc. 2018.

SILVA, L.K.R.; GONÇALVES, B.R.F.; DA HORA, F.F.; SANTOS, L.S.; FERRÃO, S.P.B. spectroscopic method (ftir-atr) and chemometric tools to detect cow’s milk addition to buffalo’s milk. Revista Mexicana de Ingeniería Química, v.19, n.1, p.11-20, 2020.

SILVA, L.K.R.; JESUS, J.C.; ONELLI, R.R.V.; CONCEIÇÃO, D.G.; SANTOS, L.S.; FERRÃO, S.P.B. Discriminating Coalho cheese by origin through near and middle infrared spectroscopy and analytical measures. International journal of dairy technology, v.74, n.2, p.393-403, 2021.

SILVA, S.M.C.S.; MARTINEZ, S. Cardápio – Guia Prático para a Elaboração. 2.ed. São Paulo: Roca, 430p, 2014.

SILVA, L.C.A.; FONSECA, M.C.P. Qualidade dos cardápios oferecidos no restaurante universitário da Universidade Federal da Bahia. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) –Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014.

TACO. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. 4ª Edição. Campinas – SP, 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA. Acesso à informação, 2021. [Acesso em: Agosto. 2021]. Disponível em: https://ufob.edu.br/acesso-a-informacao.

VEIROS, M.B.; PROENÇA, R.P. Avaliação qualitativa das preparações do cardápio em uma unidade de alimentação e nutrição–método AQPC. Nutrição em Pauta, v.11, n.62, p.36-42, 2003.

VENTURINI, K.S.; SARCINELLI, M.F.; SILVA L.C. Características da carne de frango. Boletim Técnico-Pie-Ufes. 1307, 2007.

Published

2022-07-06

Issue

Section

Original Papers