Dietas da moda e suas consequências: uma revisão de literatura / Fad diets and their consequences: a literature review

Authors

  • Francisca Jéssica Santos de Araújo
  • Neilane da Silva de Araújo
  • Tatiana Souza da Silva
  • Tayhane Cristine da Silva de Oliveira
  • Nayara Sousa Castro

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv5n4-063

Keywords:

dietas da moda, dietas restritivas, obesidade, emagrecimento.

Abstract

A ânsia pelo corpo perfeito pode muitas vezes trazer riscos à saúde, em especial daqueles que em um ato de desespero, optam por seguir o caminho mais rápido. As chamadas Dietas da Moda prometem um resultado “milagroso” em poucos dias, no entanto, não são dietas individualizadas, o que é crucial para a obtenção dos resultados desejados de forma segura e gradual. Com o objetivo de expor as razões pelas quais as dietas da moda não são nutricionalmente adequadas para a prática sem acompanhamento nutricional, foram analisados 56 artigos, publicados no período de 2001 a 2021. A revisão de literatura observou que as dietas abordadas são restritas em alguns nutrientes e desbalanceadas, proporcionando um resultado a curto prazo, sendo algumas delas utilizadas para tratamento de doenças especificas.

References

ALESSANDRO, R. et al. Effects of twenty days of the ketogenic diet on metabolic and respiratory parameters in healthy subjects. Lung, v. 193, n. 6, p. 939-945, 2015.

ANDRADE, C.A. et al. Dietas restritivas e o risco para o desenvolvimento de compulsão alimentar em adolescentes. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 7, n. 5, p. 50918 – 50928, 2021.

ANDRADE, S. S. Saúde e beleza do corpo feminino: algumas representações no Brasil do século XX. Movimento, Porto Alegre, v. 9, n. 1, p. 119-143, 2003.

ARAÚJO, L. M. P; FORTES, R. C.; FAZZIO, D. M. G. Análise do uso de dietas da moda por indivíduos com excesso de peso. J Health Sci Inst. 2013;31(4):388-91.

BETONI, F; ZANARDO, V.P.S.; CENI, G.C. Avaliação de utilização de dietas da moda por pacientes de um ambulatório de especialidades em nutrição e suas implicações no metabolismo. Consciência e Saúde, v. 9, n. 3, p. 430-440, 2010.

BICALHO E.; ALVESE L.A; GOMES D.V. Feitos fisiológicos decorrentes do jejum intermitente. Pont editora, JIM, volume 1, nº 2, 2020.

BOOG, F. C. M. Atuação do nutricionista em saúde pública na promoção da alimentação saudável. Revista de Nutrição, Porto Alegre, v.1, n.1, p. 33 – 42, 2008.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei 8.234/91, D.O.U. 18/09/1991. Regulamentação da Profissão do Nutricionista, Brasília. CARB. e-Scientia, v. 12, n. 1, p. 10-14, 2019.

BREHN, B.J. et al. A randomized trial comparing a very low carbohydrate diet and a calorie-restricted low fat diet on body weight and cardiovascular risk factors in healthy women. The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, v. 88, n. 4, p. 1617-1623, 2003.

BUENO, N.B. et al. Very-low-carbohydrate ketogenic diet v. low-fat diet for long-term weight loss: a meta-analysis of randomised controlled trials. British Journal of Nutrition, v. 110, n. 7, p. 1178-1187, 2013.

CALABRESE, J. C.; LIBERALI, R. Dietas de baixo carboidrato para o emagrecimento. RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 6, n. 34, 13 out. 2012.

CARDOSO, A.E.A. et al. Papel do nutricionista no sistema de saúde. ANAIS SIMPAC, v. 5, n. 1, 2015.

CARVALHO, T.B.P.; FAICARI, L.M. Análise nutricional das dietas de emagrecimento veiculadas por revistas de circulação nacional. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento 2014; 8(43):4-15.

CASTELLANA, M. et al. Efficacy and safety of very low calorie ketogenic diet (VLCKD) in patients with overweight and obesity: A systematic review and meta-analysis. Reviews in Endocrine and Metabolic Disorders, v. 21, n. 1, p. 5-16, 2020.

CHAUSSE, B. et al. Intermitent fasting results in tissue-specific changes in bioenergetics and redox state. Plos One, v. 10, n. 3, 2015.

CORDEIRO, R; SALLES, M.B.; AZEVEDO, B.M. Benefícios e malefícios da dieta low carb. Revista Saúde em Foco, v. 9, p. 714-722, 2017.

CUNHA, M.C.B. et al. A influência do método estratégico jejum intermitente para o emagrecimento saudável: uma revisão. Revista Da Associação Brasileira De Nutrição-RASBRAN, v. 12, n. 1, p. 179-194, 2021.

DE ALMEIDA, T.F. et al. Adesão as dietas da moda por alunos de uma academia de musculação no município de Bauru. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v. 13, n. 81, p. 790-798, 2019.

ESHGHINIA, S; MOHAMMADZADEH, F. The effects of modified alternate-day fasting diet on weight loss and CAD risk factors in overweight and obese women. Journal of Diabetes & Metabolic Disorders, v. 12, n. 1, p. 1-4, 2013.

FARIA, A.L.; ALMEIDA, S.G.; RAMOS, T.M. Impactos e consequências das dietas da moda e da suplementação no comportamento alimentar. Research, Society and Development, v. 10, n. 10, 2021.

FERNANDES, P.L.; MARIN, T. Dietas da moda e seus malefícios: uma revisão bibliográfica. Anais – Congresso Multidisciplinar, 2019.

FERREIRA, T.D. Transtornos alimentares: principais sintomas e características psíquicas. Rev. UNINGÁ, Maringá, v. 55, n. 2, p. 169-176, abr./jun. 2018.

FOSTER, G.D. et al. A randomized trial of a low-carbohydrate diet for obesity. New England Journal of medicine, v. 348, n. 21, p. 2082-2090, 2003.

FOSTER, G.D. et al. Weight and metabolic outcomes after 2 years on a low-carbohydrate versus low-fat diet: a randomized trial. Annals of internal medicine, v. 153, n. 3, p. 147-157, 2010.

FREEDMAN, MR; KING, J.K.E. Popular diets: scientific review obesity research, v. 9 n.1, p. 1 – 40, 2001.

GANESAN, K.; HABBOUSH, Y.; SULTAN, S. Intermittent Fasting: The Choice for a Healthier Lifestyle. Cureus, v. 10, n.7, 2018.

GARDNER, C.D. et al. Effect of low-fat vs low-carbohydrate diet on 12-month weight loss in overweight adults and the association with genotype pattern or insulin secretion: the DIETFITS randomized clinical trial. Jama, v. 319, n. 7, p. 667-679, 2018.

HALL, K.D. et al. Calorie for calorie, dietary fat restriction results in more body fat loss than carbohydrate restriction in people with obesity. Cell metabolism, v. 22, n. 3, p. 427-436, 2015.

HARRIS, L. et al. Intermittent fasting interventions for treatment of overweight and obesity in adults: a systematic review and meta-analysis. JBI Database of Systematic Reviews and Implementation Reports, v. 16, n. 2, p. 507-54, 2018.

HARVIER, M. et al. The effect of intermittent energy and carbohydrate restriction v. daily energy restriction on weight loss and metabolic disease risk markers in overweight women. British Journal of Nutrition, v. 110, n. 8, p. 1534-1547, 2013.

HERNANDEZ, T.L. et al. Lack of suppression of circulating free fatty acids and hypercholesterolemia during weight loss on a high-fat, low-carbohydrate diet. The American journal of clinical nutrition, v. 91, n. 3, p. 578-585, 2010.

HODDY, K.K. et al. Meal timing during alternate day fasting: Impact on body weight and cardiovascular disease risk in obese adults. Obesity, v. 22, n. 12, p. 2524-2531, 2014.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa do IBGE mostra aumento da obesidade entre adultos: entrevistados na pesquisa responderam sobre atendimento na Atenção Primária em Saúde [Internet]. Acesso em: 18 de outubro de 2021. Disponível em: <https://www.gov.br/pt-br/noticias/saude-e-vigilanciasanitaria/2020/10/pesquisa-do-ibge-mostra-aumento-da-obesidade-entre-adultos>

MALVEIRA, A.S. et al. Prevalência de obesidade nas regiões brasileiras. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v. 4, n. 2, p. 4164 – 4173, 2021.

MARANGONI, J.S.; MANIGLIA, F.P. Análise da composição nutricional de dietas da moda publicadas em revistas femininas. Revista Da Associação Brasileira De Nutrição-RASBRAN, v. 8, n. 1, p. 31-36, 2017.

MARIA, K. Jejum intermitente vegano: Perca peso, ganhe clareza mental e mude a sua vida. E-book, editora BadPress, 2019.

MORO, T. et al. Effects of eight weeks of time-restricted feeding (16/8) on basal metabolism, maximal strength, body composition, inflammation, and cardiovascular risk factors in resistance-trained males. Journal of Translational Medicine. Vol. 14. Núm. 1. p.290. 2016.

NAKAHARADA, L.M.I. Dieta cetogênica e dieta de Atkins modificada no tratamento da epilepsia refratária em crianças e adultos. Journal of Epilepsy and Clinical Neurophysiology, v. 14, n. 2, p. 65-69, 2008.

NOFAL, V.P. et al. Novas descobertas sobre a dieta low carb. e-Scientia, v. 12, n. 1, p. 10-14, 2019.

PAOLI, A. Cetogenic diet for obesity: friend or foe? International journal of environmental research and public health, v. 11, n. 2, p. 2092-2107, 2014.

PASSOS, J.A.; SILVA, P.R.V.; SANTOS, L.A.S. Ciclos de atenção a dietas da moda e tendências de busca na internet pelo Google trends. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, p. 2615-2631, 2020.

PATTERSON, R.E. et al. Intermittent fasting and human metabolic health. Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, v. 115, n. 8, p. 1203-1212, 2015.

PEREIRA, E.S. et al. Dieta cetogênica: como o uso de uma dieta pode interferir em mecanismos neuropatológicos. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, v. 9, n. 1, p. 78-82, 2010.

PEREIRA, J.O.; OLIVEIRA, E.F. A importância do profissional nutricionista no âmbito hospitalar. In: Anais da Conferência Internacional de Estratégia em Gestão, Educação e Sistemas de Informação (CIEGESI). 2013. p. 878-891.

PERINAZZO, C.; ALMEIDA, J.C. Composição nutricional de dietas para emagrecimento divulgadas em revistas não cientificas. Ver. HCPA, 2010; 30(3):233-240.

PREVIATO, H.D.R.A.; VOLP, A.C.P.; FREITAS, R.N. Avaliação da qualidade da dieta pelo Índice de Alimentação saudável e suas variações: uma revisão bibliográfica. Nutr. clín. diet. hosp. 2014; 34(2):88-96, 2014.

SANTOS, F.L. et al. Systematic review and mate-analysis of clinical trials of the effects of low carbohydrate diets on cardiovascular risk factors. Obesity reviews: Na Official Journal of the International Association for the Study of Obesity, v. 13, p. 1048 – 66, 2012.

SHILS, M. E. et al. Tratado de nutrição moderna na saúde e na doença. 9ª. 2003.

SILVA, B.L.S. et al. A influência da mídia sobre o comportamento alimentar: fazendo refletir a adoção de dietas restritivas. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 10, p. 76028 – 76036, 2020.

SOARES, J.A.B. et al. Dieta cetogênica e sua eficácia em indivíduos obesos. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v. 14, n. 86, p. 451-459, 2020.

STOTE, K.S. et al. A controlled trial of reduced meal frequency without caloric restriction in healthy, normal-weight, middle-aged adults. The American journal of clinical nutrition, v. 85, n. 4, p. 981-988, 2007.

SUMMER, S.S. et al. Adiponectin changes in relation to the macronutrient composition of a weight‐loss diet. Obesity, v. 19, n. 11, p. 2198-2204, 2011.

VIANA, H.B.; SANTOS, E.G.C.; MONTEIRO, O.B. Imagem corporal, perfil lipídico e nível de atividade física de mulheres em projeto de emagrecimento. R Bras Ci Saúde, v. 21, n. 1, p. 51-8, 2017.

XAVIER, S.A.C. Dietas pobres em hidratos de carbono na perda de peso corporal. 2017.

YANCY, W.S. et al. A low-carbohydrate, ketogenic diet versus a low-fat diet to treat obesity and hyperlipidemia: a randomized, controlled trial. Annals of internal medicine, v. 140, n. 10, p. 769-777, 2004.

YANCY, W.S. et al. A randomized trial of a low-carbohydrate diet vs orlistat plus a low-fat diet for weight loss. Archives of internal medicine, v. 170, n. 2, p. 136-145, 2010.

Published

2022-07-14

Issue

Section

Original Papers