Redução de lesões por pressão usando almofadas adaptadas a cadeira de rodas: revisão integrativa / Reduction of pressure injuries with the use of wheelchair adapted cushions: integrative review

Authors

  • Gustavo Bahia Quintella
  • Kristiana Cerqueira Mousinho
  • Rafaela da Silva Cruz Sampaio
  • Poliana Pinheiro Pascoal
  • José Claudio da Silva
  • Euclides Maurício Trindade-Filho

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv5n4-065

Keywords:

lesões por pressão, almofadas, tecnologia assistiva.

Abstract

Objetivo: Identificar as características das tecnologias assistivas desenvolvidas para a prevenção de lesões por pressão (LPs) em pacientes usuários de cadeiras de rodas. Métodos: Foram realizadas buscas em bases de dados científicas e em banco de dados interdisciplinares relacionados a saúde, durante todo o mês de novembro de 2021. Os descritores selecionados - indexados aos Descritores em Ciência da Saúde (DeCS) - foram combinados por meio de operados booleanos e pesquisados nos idiomas português e inglês como estratégia de busca. As bases científicas e interdisciplinares utilizadas foram: LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), MEDLINE (Literatura Internacional em Ciências da Saúde) e PubMed, assim como Web of Science (Clarivate Analytics), SciELO (Scientific Electronic Library Online) e SCOPUS (Elsevier). Resultados: A amostral final foi composta por 60 artigos científicos, com período de publicação entre os anos de 1984 e 2021. Em sua maioria os estudos demonstram que há uma dedicação em fazer modificações que visam uma melhor distribuição da pressão, com apenas um estudo que se propôs ao monitorar os pontos críticos. A revisão também revelou um avanço tecnológico no desenvolvimento dos dispositivos, que foram desde a substituição de partes de almofada, modificação estrutural da espuma, mas também por tecnologias como a modelagem computacional e atualização de algoritmos otimizados. Considerações Finais: As novas tecnologias assistivas trazem mais confortos e facilidade das atividades de vida de diária de pacientes durante o uso. Da mesma forma auxiliam na minimização de aparecimento de soluções de continuidade e prevenção de úlceras de pressão. É necessário um follow-up mais prolongado e carecem de mais estudos clínicos para a comprovação da eficácia em relação a prevenção das LPs.

References

SOUZA E, RODRIGUES NH, SILVA LGA DA, SILVA DM DA, OLIVEIRA SG DE, SOUZA LM DE. Avaliação e tratamento de lesões por pressão na Estratégia Saúde da Família. Rev Enferm UFPE Line 2020;14. https://doi.org/10.5205/1981-8963.2020.243522.

MERVIS JS, PHILLIPS TJ. Pressure ulcers: Pathophysiology, epidemiology, risk factors, and presentation. J Am Acad Dermatol 2019;81:881–90. https://doi.org/10.1016/j.jaad.2018.12.069.

AZEVEDO RF, GARCIA RMP, CALASANS MT. Knowledge on therapies for pressure ulcer: an integrative review. Rev Rene 2021;22:e60265. https://doi.org/10.15253/2175-6783.20212260265.

FERRO BH, RENNER JS, BARTH M, MANFIO EF. A influência das lesões por pressão na qualidade de vida e inclusão social: a percepção dos usuários de cadeira de rodas. Rev Interdiscip Estud Em Saúde 2020;9:11–25. https://doi.org/10.33362/ries.v9i1.1739.

BLACK J, BAHARESTANI M, CUDDIGAN J, DORNER B, EDSBERG L, LANGEMO D, et al. National pressure ulcer advisory panel’s updated pressure ulcer staging system. Urol Nurs 2007;27:144–50.

FIGUEIRA TN, BACKES MTS, KNIHS N DA S, MALISKA ICA, AMANTE LN, BELLAGUARDA ML DOS R. Produtos e tecnologias para o tratamento de pacientes com lesões por pressão baseadas em evidências. Rev Bras Enferm 2021;74:1–12.

LUZ SR, LOPACINSKI C, FRAGA RIO DE, URBAN CERO DE A. Úlceras de pressão. Geriatr Gerontol Aging 2010;4:36–43.

LIMA ACB, GUERRA DM. Avaliação do custo do tratamento de úlceras por pressão em pacientes hospitalizados usando curativos industrializados. Cien Saude Colet 2011;16:267–77. https://doi.org/10.1590/s1413-81232011000100029.

CASTANHEIRA L, ARAUJO MT, GUIMARÃES MCS E S, SILVA YO DE W. Análise de custo da prevenção e do tratamento de lesão por pressão: revisão sistemática. Rev Enferm Atual 2019;88:1–12.

SONENBLUM SE, VONK TE, JANSSEN TW, SPRIGLE SH. Effects of wheelchair cushions and pressure relief maneuvers on ischial interface pressure and blood flow in people with spinal cord injury. Arch Phys Med Rehabil 2014;95:1350–7. https://doi.org/10.1016/j.apmr.2014.01.007.

LEVY A, KOPPLIN K, GEFEN A. An air-cell-based cushion for pressure ulcer protection remarkably reduces tissue stresses in the seated buttocks with respect to foams: Finite element studies. J Tissue Viability 2014;23:13–23. https://doi.org/10.1016/j.jtv.2013.12.005.

ROSA S DE SRF, MACEDO FS, VAZ GHR, ROSA MFF. Proposta de tecnologia assistiva para novas perspectivas de atenção às úlceras do pé diabetico. ARTEFACTUM - Rev Estud Em Linguagens e Tecnol 2017;15:1–13.

GARBER S, KROUSKOP T. Wheelcahir cushion modification and its effect on pressure. Arch Phys Med Rehabil 1984;65:579–83.

KANG TET, MAK AFT. Evaluation of a simple approach to modify the supporting property of seating foam cushion for pressure relief. Assist Technol 1997;9:47–54. https://doi.org/10.1080/10400435.1997.10132295.

HILL-BROWN S. Reduction of Pressure Ulcer Incidence in the Home Healthcare Setting. Home Healthc Nurse 2011;29:575–9. https://doi.org/10.1097/nhh.0b013e31822eb830.

DAI R, SONENBLUM SE AND SPRIGLE SH. A robust wheelchair pressure relief monitoring system. Annual International Conference of the IEEE Engineering in Medicine and Biology Society. 2012; 6107-10. https://doi.org/10.1109/EMBC.2012.6347387.

LI S, ZHANG Z, WANG J. Development and evaluation of a new contoured cushion system with an optimized normalization algorithm. Biomed Mater Eng 2014;24:3427–38. https://doi.org/10.3233/BME-141167.

FREETO T, MITCHELL SJ, BOGIE KM. Preliminary development of an advanced modular pressure relief cushion: Testing and user evaluation. J Tissue Viability 2018;27:2–9. https://doi.org/10.1016/j.jtv.2017.03.001.

KIM JH, JUNG MY, YOO EY, CHO SH, KIM SH, KIM J. Clinical effectiveness of 3D-modeling-based customized off-loading pressure-relief cushions for spinal cord injury. J Mech Med Biol 2021;21:1–13. https://doi.org/10.1142/S0219519421400571.

GORDILLO EAF, GORDILLO EV, HERING CF, FINCKLER C, CURTZ SP DOS R. Conhecimento dos enfermeiros sobre a prevenção da lesão por pressão. Rev Científica Enferm 2021;11:108–19.

CAMPOI ALM, ENGEL RH, STACCIARINI TSG, CORDEIRO ALP DE C, MELO AF, REZENDE MP. Educação permanente para boas práticas na prevenção de lesão por pressão : quase-experimento. Rev Bras Enferm 2019;72:1725–31.

CRUZ NAO DA, NÓBREGA MR, GAUDÊNCIO MRB, FARIAS TZTT DE, PIMENTA TS, FONSECA RC. O Papel da equipe multidisciplinar nos cuidados paliativos em idosos: uma revisão integrativa. Brazilian J Dev 2021;7:414–34. https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-031.

STOCKTON L, GEBHARDT KS, CLARK M. Seating and pressure ulcers: Clinical practice guideline. J Tissue Viability 2009;18:98–108. https://doi.org/10.1016/j.jtv.2009.09.001.

BORGES WF, MENDES EG. Recursos de acessibilidade e o uso dos dispositivos móveis como tecnologia assistiva por pessoas com baixa visão. Rev Bras Educ Espec 2021;27:813–28.

VARELA RCB, OLIVER FC. A utilização de Tecnologia Assistiva na vida cotidiana de crianças com deficiência. Cien Saude Colet 2013;18:1773–84. https://doi.org/10.1590/s1413-81232013000600028.

MENA LS, ZILLMER JGV, BORGES SF, GENZ N, SOARES ER, BARCELLOS CRB. Prevenção de lesão por pressão no domicílio: revisão integrativa. Brazilian J Heal Rev 2020;3:8806–20. https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-126.

SILVA FC, PAZ JF, RIBEIRO, MRS, FREIRE LPG, OLIVEIRA JS, LEITE ML, TRINDADE-FILHO EM, DA SILVA JC. Achados imaginológicos de Tomografia computadorizada de pacientes com COVID-19 no período da pandemia: revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.5, n.1, p. 1965-1979 jan./fev. 2022. DOI:10.34119/bjhrv5n1-173

SANTOS AL DOS, COSTA AM, DAL PAI J, COSTA SGA, NOBRE TDB, LEITE ML, BIASE CLCL, DA SILVA JC. Achados imaginológicos de ressonância magnética em crianças com microcefalia por Vírus Zika Congênito: revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.4, n.5, p. 20339-20352. sep./oct. 2021. DOI:10.34119/bjhrv4n5-148

DIAS KS, SILVA NNF, ALVES MMS, MAGALHÃES KKF, FÉLIX VB, LEÃO SABF, TRINDADE-FILHO EM, DA SILVA JC. Atuação da enfermagem na pandemia da covid-19: Revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.4, n.6, p. 25428-25439. nov./dec. 2021.

Published

2022-07-14

Issue

Section

Original Papers