A síndrome de Burnout em estudantes de medicina: uma revisão integrativa de literatura / Burnout syndrome in medicine students: an integrative literature review

Authors

  • Bruna Tainah Ruy
  • Ana Cláudia Mendes Barbosa
  • Pedro Paulo Martins Ferreira Neto
  • Vanessa da Silva Moreira Teixeira
  • Millena Cardoso Sales Santos
  • Nicoli Lindissey Zuim
  • Isadora Pereira Brito
  • Jordana Vaz de Abreu

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv5n4-089

Keywords:

acadêmicos de medicina, síndrome de Burnout, saúde pública.

Abstract

A Síndrome de Burnout (SB) configura-se como um conjunto de sinais e sintomas de origem psicológica, em que o indivíduo apresenta, principalmente, esgotamento físico/emocional, exaustão psicológica, despersonalização e baixa realização pessoal. Profissionais que mantém uma rotina intensa de trabalho são mais previsíveis a contrair Burnout, dentre esses indivíduos inclui-se os estudantes de medicina. O artigo presente tem por objetivo avaliar a prevalência dos fatores de risco bem como as consequências da Síndrome de Burnout em estudantes de medicina. O presente estudo é uma revisão  integrativa da literatura de caráter quantitativo. Foram utilizados o PubMed e o Medline como base de dados. Utilizaram-se os descritores em Ciências da Saúde (DeCS):  “acadêmicos de medicina”, “síndrome de burnout” e “saúde pública”. Dentre as literaturas analisadas, notou-se que a prevalência de Burnout é aproximadamente de 50%  dentre o meio acadêmico. Desse total, 25 a 75% referem-se  a intenções de desistência do curso, ideação suicida, acarretadas pela sobrecarga e exaustão emocional. Dentre os sexos analisados, o  feminino  é o que mais sofre desse mal, mulheres acima de 21 anos são alvos de exaustão mental, despersonalização e piora da saúde. Em relação ao período da faculdade, mesmo que  seu  desempenho acadêmico seja satisfatório, há  a prevalência  de SB entre estudantes do 1 ao 10º período. Foi demonstrado alta relação entre a Síndrome  e a falta de sono, o que acarreta prejuízo no bem-estar físico e psicológico. Para agravar ainda mais a situação, muitos utilizam-se de hábitos prejudiciais a saúde, como o uso de drogas sedativas, psicoativas, além de bebidas energéticas para se sentirem capazes de realizarem suas tarefas acadêmicas. Nesse sentido, nota-se que estudantes de medicina possuem alta probabilidade em desenvolver SB, devido  a altas cargas horarias de estudos, rotina desgastante e sentimento de impotência, dentre outros fatores. Muitos desses acadêmicos apresentam pensamentos suicidas  e problemas emocionais. Visto isso, torna-se necessário o estudo mais aprofundado dessa temática, a fim de diminuir ou até mesmo findar  esses  sofrimentos.

References

Barbosa FT, Eloi RJ, dos Santos LM, Leão BA, Lima FJC de, de Sousa‐Rodrigues CF. Correlação entre a carga horária semanal de trabalho com a síndrome de burnout entre os médicos anestesiologistas de Maceió‐AL. Braz J Anesthesiol. março de 2017;67(2):115–21.

Almeida G de C, Souza HR de, Almeida PC de, Almeida B de C, Almeida GH. The prevalence of burnout syndrome in medical students. Arch Clin Psychiatry São Paulo. fevereiro de 2016;43(1):6–10.

Gutiérrez KPM, Ramos FRS, Dalmolin G de L. BURNOUT SYNDROME IN NURSING PROFESSIONALS IN PUNTA ARENAS, CHILE. Texto Contexto - Enferm. 2020;29(spe):e20190273.

Almeida MSC, Sousa Filho LF de, Rabello PM, Santiago BM. Classificação Internacional das Doenças - 11a revisão: da concepção à implementação. Rev Saúde Pública. 14 de dezembro de 2020;54:104.

Maslach C, Schaufeli WB, Leiter MP. Job burnout. Annu Rev Psychol. 2001;52:397–422.

Maslach C, Jackson SE, Leiter MP. Maslach burnout inventory. Scarecrow Education; 1997.

Frajerman A, Morvan Y, Krebs MO, Gorwood P, Chaumette B. Burnout in medical students before residency: A systematic review and meta-analysis. Eur Psychiatry. 1o de janeiro de 2019;55:36–42.

Maroco J, Tecedeiro M. INVENTÁRIO DE BURNOUT DE MASLACH PARA ESTUDANTES PORTUGUESES. :11.

Lima da Silva JL, Campos Dias A, Reis Teixeira L, Universidade Federal Fluminense. Discussion on the Burnout Syndrome: Its Causes and Implications for the Health of Nursing Personnel. Aquichan. 1o de agosto de 2012;12(2):144–59.

Rotenstein LS, Ramos MA, Torre M, Segal JB, Peluso MJ, Guille C, et al. Prevalence of Depression, Depressive Symptoms, and Suicidal Ideation Among Medical Students: A Systematic Review and Meta-Analysis. JAMA. 6 de dezembro de 2016;316(21):2214–36.

Carro AC, Nunes RD. Ideação suicida como fator associado à síndrome de Burnout em estudantes de Medicina. J Bras Psiquiatr. abril de 2021;70(2):91–8.

Cazolari PG, Cavalcante M de S, Demarzo MMP, Cohrs FM, Sanudo A, Schveitzer MC. Níveis de Burnout e Bem-Estar de Estudantes de Medicina: um Estudo Transversal. Rev Bras Educ Médica. 2020;44(4):e125.

Ribeiro RDC, Sousa MNA de. Relationship between coping strategies, dimensions of burnout syndrome and life quality in medical students / Relação entre estratégias de coping, dimensões da síndrome de burnout e qualidade de vida em estudantes de medicina / Relación entre estrategias de afrontamiento, dimensiones de la calidad de vida y síndrome de burnout en estudiantes de medicina. Rev Enferm UFPI [Internet]. 14 de junho de 2020 [citado 28 de junho de 2022];9. Disponível em: https://ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/9151

Shrestha DB, Katuwal N, Tamang A, Paudel A, Gautam A, Sharma M, et al. Burnout among medical students of a medical college in Kathmandu; A cross-sectional study. Menezes RG, organizador. PLOS ONE. 24 de junho de 2021;16(6):e0253808.

Universidade Camilo Castelo Branco, Prado CEP do. Estresse ocupacional: causas e consequências. Rev Bras Med Trab. 2016;14(3):285–9.

Calcides DAP, Didou R da N, Melo EV de, Oliva-Costa EF de. Burnout Syndrome in medical internship students and its prevention with Balint Group. Rev Assoc Médica Bras. novembro de 2019;65(11):1362–7.

de Oliva Costa EF, Santos SA, de Abreu Santos ATR, de Melo EV, de Andrade TM. Burnout Syndrome and associated factors among medical students: a cross-sectional study. Clinics. junho de 2012;67(6):573–9.

Chunming WM, Harrison R, MacIntyre R, Travaglia J, Balasooriya C. Burnout in medical students: a systematic review of experiences in Chinese medical schools. BMC Med Educ. dezembro de 2017;17(1):217.

Vale TCB, Paiva JHHGL, Medeiros VN, Gomes PÍO, Bezerra HCB, Bachur TPR, et al. Factors behind burnout increase in medical students. Are the criteria so important? Rev Bras Educ Médica. 2021;45(2):e054.

Correa Lopez LE. ADAPTACIÓN Y VALIDACIÓN DE UN CUESTIONARIO PARA MEDIR BURNOUT ACADÉMICO EN ESTUDIANTES DE MEDICINA DE LA UNIVERSIDAD RICARDO PALMA. Rev Fac Med Humana. 10 de janeiro de 2019;19(1):1–5.

Gaston-Hawkins LA, Solorio FA, Chao GF, Green CR. The Silent Epidemic: Causes and Consequences of Medical Learner Burnout. Curr Psychiatry Rep. dezembro de 2020;22(12):86.

Published

2022-07-19

Issue

Section

Original Papers