Evidências cientificas sobre o uso de tirzepatida como tratamento da obesidade

Scientific evidence on the use of tirzepatide as the treatment of obesity

Authors

  • Bernardo Carneiro de Sousa Guimarães
  • Henrique Carvalho Zanoteli
  • Raíssa Pontes Chaves
  • Cinthia Rafaela Santos Assis Marcos
  • Maria Eduarda Francino Viana de Aquino
  • Júlia Santos Rosseto
  • Rafael Lavarini Lopes
  • Andriele Rosana Lampert
  • Gabriel Gomes Pereira de Aguiar Peroba

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv5n4-137

Keywords:

tirzepatida, obesidade, tratamento, diabetes

Abstract

O péptido 1 tipo glucagon (GLP-1) e polipéptido insulinotrópico dependente de glucose (GIP) são hormônios liberados no cenário de uma refeição, após a ingestão e absorção de glicose, proteína e gordura e fornecem uma das conexões fisiológicas entre alimentação e liberação de insulina. O GLP-1 exerce seu principal efeito estimulando a liberação de insulina dependente de glicose das ilhotas pancreáticas, retardar o esvaziamento gástrico, inibir a liberação inadequada de glucagon pós-refeição e reduzir a ingestão de alimentos. Em pacientes com diabetes tipo 2, há uma resposta insulínica prejudicada ao GLP-1, possivelmente relacionada a uma redução na secreção de GLP-1 pós-prandial ou a outros mecanismos. Um agonista sintético dos receptores GIP e GLP-1 de dupla ação é o tirzepatide que está disponível para o tratamento da hiperglicemia em pacientes com diabetes tipo 2, o efeito da tirzepatide é amplamente mediado pelo seu componente GIP. A tirzepatida tem uma meia-vida de cinco dias, permitindo a administração uma vez por semana.

Published

2022-08-02

Issue

Section

Original Papers