Fístula broncopleural decorrente de ferimento por arma de fogo – relato de caso

Broncopleural fistula resulting from a fire gun injury - case report

Authors

  • Fernando Luiz Westphal
  • João Gabriel Linhares Pulner
  • Luiz Carlos de Lima
  • José Corrêa Lima Netto
  • Pablo Marques Reis
  • Fernando Luiz Westphal Filho
  • Rebeca Aparecida dos Santos Di Tommaso
  • Alcione dos Reis Praia

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv5n5-011

Keywords:

fístula brônquica, ferimentos por arma de fogo, toracotomia

Abstract

Objetivo: apresentar o caso de paciente jovem, vítima de lesão brônquica por ferimento de arma de fogo, tratada por segmentectomia pulmonar por meio de toracotomia. Descrição do caso: Paciente do sexo masculino, 25 anos, foi admitido no serviço de emergência, vítima de ferimento por arma de fogo com dispneia e dor torácica. Paciente foi conduzido a toracostomia a esquerda, apresentando drenagem de líquido sanguinolento. Manteve escape aéreo de alto débito e, após 20 dias, foi indicada abordagem cirúrgica, sendo realizado toracotomia e, após identificação de lesão em segmento seis, foi indicada segmentectomia. Apresentou melhora clínica no pós-operatório, recebendo alta em quatro dias. Considerações finais: A presença de escape aéreo persistente no pós-operatório deve alertar para o diagnóstico de lesão de vias aéreas principais. As lesões traqueobrônquicas são incomuns e graves, demandando atenção da equipe cirúrgica para desfecho satisfatório.

References

BROSKA JÚNIOR, C. A. et al. Profile of thoracic trauma victims submitted to chest drainage. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 44, n. 1, fev. 2017.

CHEAITO, A. et al. Traumatic bronchial injury. International Journal of Surgery Case Reports, v. 27, p. 172–175, 2016.

CUBA, R. M. B. F.; BEZERRA, J. A. F. DE. Traumatismo torácico: estudo retrospectivo de 168 casos. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 32, n. 2, abr. 2005.

DENNIS, B. M.; BELLISTER, S. A.; GUILLAMONDEGUI, O. D. Thoracic Trauma. Surgical Clinics of North America, v. 97, n. 5, out. 2017.

DOGRUL, B. N. et al. Blunt trauma related chest wall and pulmonary injuries: An overview. Chinese Journal of Traumatology, v. 23, n. 3, jun. 2020.

IWASAKI, M. et al. Bronchoscopy findings and early treatment of patients with blunt tracheobronchial trauma. The Journal of Cardiovascular Surgery, v. 35, n. 3, p. 269–271, 1994.

LIZ DE CARVALHO, F.; DOS SANTOS, D. C.; GOULART ALVES, M. A IMPORTÂNCIA DE INTERVIR NO TRAUMA TORÁCICO. Revista Eixos Tech, v. 6, n. 1, 2020.

QUEIROZ, Á. A. G. et al. Perfil epidemiológico e sobrevida de vítimas de trauma torácico atendidas em um hospital público no Estado de Sergipe. Research, Society and Development, v. 10, n. 6, 2021.

ROSSBACH, M. M. et al. Management of Major Tracheobronchial Injuries: A 28-Year Experience. The Annals of Thoracic Surgery, v. 65, n. 1, p. 182–186, jan. 1998.

SAAD JR, R. et al. Tracheobronchial injuries in chest trauma: a 17-year experience. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 44, n. 2, abr. 2017.

SALAS GARITA, F.; AGÜERO SÁNCHEZ, A. C.; MARÍN TREJOS, D. Generalidades del Traumatismo Torácico. Revista Ciencia y Salud Integrando Conocimientos, v. 4, n. 3, 2020.

SILVA, B. G. S. et al. ENFISEMA SUBCUTANEO MACIÇO ASSOCIADO A LESÃO DE VIA AEREA, APÓS TRAUMA TORÁCICO: RELATO DE CASO. Revista Saber Digital, v. 10, n. 1, p. 27–36, 2018.

THE ATLS SUBCOMMITTEE AND THE INTERNATIONAL ATLS WORKING GROUP, A. C. OF S. ON T. Advanced trauma life support (ATLS®): The ninth edition. Journal of Trauma and Acute Care Surgery, v. 74, n. 5, 2013.

TRUESDELL, W. et al. Ballistic and Penetrating Injuries of the Chest. Journal of Thoracic Imaging, v. 35, n. 2, p. W51–W59, mar. 2020.

VAN ROOZENDAAL, L. M. et al. Surgical treatment of bronchial rupture in blunt chest trauma: a review of the literature. Journal of Thoracic Disease, v. 10, n. 9, p. 5576–5583, set. 2018.

Published

2022-09-02

Issue

Section

Original Papers