Fé, consumo e gênero: reflexões sobre os discursos de vlogueiras gospel / Faith, consumption and gender: reflections on the discourses of female gospel vloggers

Authors

  • Hortência Cruz de Albuquerque Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • Beatriz Yolanda Pontes de Gusmão Sá
  • Bruna Beatriz Coelho Soares
  • Laura Susana Duque Arrazola
  • Maria Alice Vasconcelos Rocha
  • Polyanny Lílian do Amaral Braz
  • Sandro Soares Ramos de Freitas

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-009

Keywords:

Consumo, Evangélicas, Fé, Gênero

Abstract

Dentre todas as fases de desenvolvimento da humanidade, a Sociedade de Consumo parece ser a mais contraditória a se analisar. Suas várias expressões são reveladoras do lugar que ocupamos hoje na história: o das contradições (pós)modernas. O paradigma posto não está muito distante do relacionamento contraditório, mas não necessariamente conflituoso, que mulheres cristãs protestantes têm ao unir preceitos da Sociedade de Consumo à moral cristã. Neste intuito, o presente artigo é um desdobramento de provocações suscitadas a partir da dissertação de mestrado (pelo Programa de Pós-Graduação em Consumo, Cotidiano e Desenvolvimento Social/UFRPE) intitulada O significado do consumo de moda-vestuário gospel para mulheres pentecostais, e tem como objetivo refletir sobre a estética dos discursos de vlogueiras gospel sobre o ser mulher, o consumo e papeis sociais dos gêneros. De caráter qualitativo, recorremos à netnografia como aporte metodológico para obtenção de dados e à análise de discurso para sistematização e interpretação destes elementos. Os resultados apontam para mudanças do ethos da mulher cristã protestante, atrelando à construção social da mulher o consumo de moda embebido pela lógica sagrado e profano, além de difusão de uma estética da fé, dentro desta cultura de consumo que permite a formulação de identidades múltiplas, aparentemente contraditórias, mas complementares entre si.

References

BOURDIEU, Pierre. A Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva 2007

CAMPOS, Leonildo Silveira. As origens norteamericanas do pentecostalismo brasileiro: observações sobre uma relação ainda pouco avaliada. REVISTA USP, São Paulo. 2005.n.67, p. 100-115.

COSTA, Albertina de Oliveira. Rotinas da Mulher. In.: AVILA, Maria Betânia; FERREIRA, Verônica. Trabalho remunerado e Trabalho doméstico no cotidiano das mulheres. Recife: SOS CORPO, 2014.

CUNHA, Magali do Nascimento. “VINHO NOVO EM ODRES VELHOS”: Um olhar comunicacional dobre a explosão do gospel no cenário religioso evangélico do Brasil. Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2004. p. 118-123.

DOUGLAS, Mary; ISHERWOOD, Baron. O mundo dos Bens: para uma antropologia do consumo. Ed. 2ª. Rio de Janeiro: UFRJ, 2013.

GARCIA-CANCLINI, Néstor. "O Consumo Serve Para Pensar" In: Consumidores e Cidadãos: conflitos multiculturais da globalização.3ª Ed. Rio de Janeiro: Ed UFRJ, 1997. p. 51-70.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pósmodernidade. 11 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006. Hine, C. Etnografia virtual. Colección nuevas Tecnologias y Sociedad. Barcelona, Editorial UOC, 2004.

KOSIK, Karel. Dialética do Concreto. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

MCCRACKEN, G. Cultura & Consumo: novas abordagens ao caráter simbólico dos bens e das atividades de consumo. Rio de Janeiro: MAUAD, 2003.

OLIVEIRA, Ivan. Consumidores da fé. São Paulo: Reflexão, 2015 p.38-41.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de Discurso: princípios & procedimentos. 8ª Ed. Campinas: Pontes, 2009. 100p.

ROCHA, Everardo. Totem e consumo: um estudo antropológico de anúncios publicitários. ALCEU. 2000. v.1. n.1. p. 18- 37.

WEBER, Max. A Ética protestante e o espírito do capitalismo. Ed. 2ª. São Paulo: Cengage Learning [2002] 2008.

Published

2021-04-01

How to Cite

de Albuquerque, H. C., Sá, B. Y. P. de G., Soares, B. B. C., Arrazola, L. S. D., Rocha, M. A. V., Braz, P. L. do A., & de Freitas, S. S. R. (2021). Fé, consumo e gênero: reflexões sobre os discursos de vlogueiras gospel / Faith, consumption and gender: reflections on the discourses of female gospel vloggers. Brazilian Journal of Development, 7(4), 33477–33489. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-009

Issue

Section

Original Papers