A percepção do autoconceito em atletas adolescentes do gênero feminino que praticam voleibol no colégio La Salle no Município de Manaus/ The perception of self-concept in adolescent athletes of the female gender playing volleyball at La Salle college in the Municipality of Manaus

Authors

  • Alexandre P. Romano
  • Altemar V. Conegundes
  • Karolina B. Marques

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-071

Keywords:

Autoconceito, Adolescentes, Desenvolvimento Humano.

Abstract

No mundo moderno, a sociedade mundial se caracteriza por uma cultura que adota o corpo como uma fonte de identidade. Por meio da mídia, que veicula propagandas com imagens de corpos ideais, atingindo principalmente os adolescentes, começa a existir uma busca por uma figura perfeita, o que leva as pessoas a se afastarem cada vez mais do seu autoconceito ideal. Sob essa perspectiva, o adolescente passa a acreditar que, para ser aceito pelos outros, é preciso que a seu autoconceito esteja de acordo com os padrões estabelecidos, o que tende a gerar uma insatisfação com o corpo, além de acarretar alterações na percepção sobre a própria imagem e nesta perspectiva, torna-se presente a preocupação com o peso e a aparência. É provável que na adolescência ainda não exista a completa aceitação da aparência física, pode resultar em baixa auto-estima e comprometimento do autoconceito. Um dos aspectos psicológicos associados aos problemas de aceitação do corpo é o autoconceito. Resumindo, percepção do autoconceito, deriva de um conceito multidimensional que engloba os processos fisiológicos, cognitivos, psicológicos, emocionais e sociais em um processo dinâmico. Esses processos podem ser influenciados pelo sexo, pela idade, pelos meios de comunicação e pela relação existente entre os processos cognitivos e o corpo, tais como crenças, valores e comportamentos pertencentes à cultura. Não obstante, a expressão “imagem corporal” engloba uma representação mental  no qual se evidenciam o tamanho, o conceito e a forma do corpo, todos eles subsidiados pelos sentimentos.

References

ARAUJO, Maria Carolina Cosenza. Ar15a O autoconceito nos contextos familiar, social e escolar / Maria Carolina Cosenza Araujo. -- Campinas, SP : [s.n.], 2002.

BASTOS, Rogério Pereira, Anfíbios do Cerrado; p. 87-100 In: L.B. Nascimento and M.E. Oliveira (eds). Herpetologia no Brasil II. Belo Horizonte: Sociedade Brasileira de Herpetologia, 2007.

BARRETO, C. BOAS VILAS, L. Além do psicodiagnóstico: práticas inclusivas a partir da avaliação psicológica / Beyond psychodiagnosis: inclusive practices based on psychological assessment. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 7, n. 2, feb. 2021

BEE, Helen. A criança em desenvolvimento. – 12.ed. – Porto Alegre: Artmed,2011.

BERGER, P. Perspectivas Sociológicas: uma visão humanista. Tradução: Donaldson M. Garschagen. 2.ed. Petrópolis:Vozes,1973. 453 p.

BERNARDI, F.; CICHELERO, C.; VITOLO, M. R. Comportamento de restrição alimentar e obesidade. Revista de Nutrição, Campinas, v. 18, n. 1, jan./fev. 2005.

CAMPOS, Luiz Antônio Silva. Voleibol “da” Escola.—Jundiaí[SP] : Fontoura Editora, 2006.

COLL, C.; PALACIOS, J. e MARCHESI, A.(org.) Desenvolvimento Psicológico e Educação: Psicologia Evolutiva. Tradução: Marcos A. G. Domingues. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995. v.1. 356 p.

CONTI, M. A.; FRUTUOSO, M. F. P.; GAMBARDELLA, A. M. D. Excesso de peso e insatisfação corporal em adolescentes. Revista de Nutrição, Campinas, v. 18, n. 4, jul./ago. 2005.

DAMASCENO, V. O. et al. Tipo físico ideal e satisfação com a imagem corporal de praticantes de caminhada. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 11, n. 3, mai./jun. 2005.

ERIKSON, E. H. Identidade: Juventude e Crise. Tradução: Álvaro Cabral. 2. ed., Rio de Janeiro: Guanabara S.A., 1987. 322 p.

ERIKSON, E.( (1971) - Infância e sociedade. Zahar. Rio.

ERIKSON, E.(1976) - Identidade, juventude e Crise. Zahar Editores. Rio de Janeiro. ( originalmente publicado em 1950).

Escala de autoconceito infanto-juvenil (EAC- IJ)/ Fermino Fernandes Sisto, Selma de Cássia Martinelli. São Paulo: Vetor,2004.

FERREIRA, M. C.; LEITE, N. G. M. Adaptação e validação de um instrumento de avaliação da satisfação com a imagem corporal. Avaliação Psicológica, v. 1, n. 2, p. 141-149, 2002.

FRANCO, V. O. A influência da educação física escolar no desenvolvimento psicomotor de crianças de 6 a 8 anos. Monografia, Efisc, 2002.

LUMMERTZ, J. G.; BIAGGIO, A. M. B. Relações entre autoconceito e nível de satisfação familiar em adolescentes. In: Arquivos Brasileiros de Psicologia, n. 2, vol. 38, p. 158-166, Rio de Janeiro, abr./jun. 1986.

MATTA, I. (2001). Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem. Lisboa: Universidade Aberta

PAPALIA, Dinane E. Desenvolvimento Humano. – 12. Ed. Porto Alegre, 2013.

Personalidade e Aprendizagem no Contexto Escolar. In: COLL et al. Desenvolvimento Psicológico e Educação. Psicologia da Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996. v. 2. 460 p.

RIBEIRO, J. L. S. Conhecendo o Voleibol. Rio de Janeiro: Sprint, 2004.

ROGERS, C. (2002). Tornar-se pessoa. São Paulo, Martins Fontes.

SAMULSKI, D. M. Psicologia do Esporte: manual para a Educação Física, Psicologia e Fisioterapia. São Paulo: Manole, 2002.

Published

2021-04-04

How to Cite

Romano, A. P., Conegundes, A. V., & Marques, K. B. (2021). A percepção do autoconceito em atletas adolescentes do gênero feminino que praticam voleibol no colégio La Salle no Município de Manaus/ The perception of self-concept in adolescent athletes of the female gender playing volleyball at La Salle college in the Municipality of Manaus. Brazilian Journal of Development, 7(4), 34380–34390. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-071

Issue

Section

Original Papers