Remoção de metais da água utilizando cascas de bananas frescas / Removal of metals from water using fresh banana peels

Authors

  • Bruna Eduarda Bueno Martins Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • Camila Welzel Moura
  • Lucilene Lösch de Oliveira
  • Natieli Michels de Melo
  • Pricila Knebelkamp
  • Samile Martel Rhoden

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-239

Keywords:

metal pesado, adsorção, casca de banana.

Abstract

As águas residuais resultantes de diversas atividades, processamento de metais e indústrias farmacêuticas, apresentam elevadas concentrações de metais pesados. O presente estudo teve como objetivo desenvolver e aplicar um biossorvente simples e de baixo custo a partir da utilização de cascas de bananas frescas como agente removedor de metais pesados. Foram obtidos resultados promissores, tanto qualitativos, pela mudança da coloração, como quantitativos, através de titulações. Na retirada de chumbo, em testes com iodeto, por exemplo, a coloração inicial da água contaminada, amarela vibrante, passou a incolor após o tratamento com as cascas, e constatou-se, através de titulação, a retirada de 53,18% do metal. Estes resultados demonstram que o método analisado apresentou eficácia para o tratamento da água contaminada, podendo ser aprimorado a maiores escalas, foi comprovada a eficiência do método, com importantes resultados, porém limitados a pequenas escalas.

 

References

BONIOLO, M. R. Biossorção de Urânio nas Cascas de Banana. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências na Área de Tecnologia Nuclear) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85134/tde-19082009-155206/publico/MilenaRodriguesBoniolo.pdf. Acesso em: 03 mar. 2021.

BUSKE, J. L.; JOÃO, J. J. Biomassa residual: Utilização da casca da banana como adsorvente de metais pesados em efluentes líquidos industriais. In: JORNADA UNISUL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 2012, Tubarão. Anais eletrônicos. Santa Catarina, 2012. Disponível em: http://www.rexlab.unisul.br/junic/2012/arquivo_sistema/resumo_expandido_2012_21_08_17__5033ffe331925.pdf. Acesso em: 03 mar. 2021

CABRAL, A. A.; ARAÚJO, H. W. C.; ALMEIDA, M. M. Biossorção de íons cobre utilizando a casca de Mimosa tenuiflora. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 10, p. 77963-77982, out. 2020.

CAPITANI, E. M.; PAOLIELLO, M. M. B.; ALMEIDA, G. R. C. Fontes de exposição humana ao chumbo no Brasil. Medicina (Ribeirão Preto), [S. l.], v. 42, n. 3, p. 311-318, 2009. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/226. Acesso em: 17 mar. 2021.

FARIAS, C. K. L.; NASCIMENTO, K. K. R.; VIEIRA, F. F.; ALMEIDA, M. M. Adsorção de cobre presente em solução aquosa por adsorvente de casca de laranja seco e modificado com HCL. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n.12, p. 102344-102355 dez. 2020

GRIGOLETTO, T. L. B.; FUZARI B. H. C.; ANDRADE, A. R.; CAMPOS, M. L. A. M.; GERLACH, R. F.; SANTOS, J. E. T. Fatores químicos e físicos que afetam a contaminação por chumbo e cobre em água potável: uma abordagem para o estudo de caso em química analítica. Química Nova, Ribeirão Preto, v. 35, n. 10, p. 1995-2001, set. 2012.

HENRIQUE, R.; GUIMARÃES, R. B.; FONSECA, E. S. Contaminação ambiental por chumbo em Caçapava-SP. Caminhos da Geografia, Uberlândia, v. 15, n. 50, p. 37-49, jun. 2014. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/23289. Acesso em: 17 mar. 2021.

LIMA, V. E.; GOUVEIA, A. G. M.; SILVA, M. L. C.; SOUSA, A. A. P.; PIMENTEL, E. L.; RODRIGUES, D. P.; Avaliação do uso de materiais residuais como adsorventes para remoção de Pb2+ em efluentes de laboratórios. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n.12, p.97249-97626, dez. 2020.

MARSHALL, W. E.; WARTELLE, L. H. Chromate ion adsorption by agricultural byproducts modified with dimethyloldihydroxyethylene urea and choline chloride. Water Research; V. 39; p. 2869–2876, 2005.

MOREIRA, F. R; MOREIRA, J. C. A cinética do chumbo no organismo humano e sua importância para a saúde. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 167-181, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232004000100017&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 17 mar. 2021.

RAMOS, B. P.; MENEZES, G. O.; BOINA, R. F.; PAIANO, M. S. Casca de maracujá como adsorvente de íons metálicos em efluente de galvanoplastia. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 6, p. 6076-6091, jun. 2019.

SILVA, N. C. R. Utilização da casca de banana como biossorvente para a adsorção de chumbo (II) em solução aquosa. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão - PR, 2014. Disponível em: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/5168/1/CM_COEAM_2014_1_18.pdf. Acesso em: 03 mar. 2021

SOUZA, A.; CECHINEL, M. A. P.; PETERSON, M. Avaliação do potencial sortivo da casca de laranja quimicamente e termicamente modificada na remoção de metais em solução aquosa. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 6, p. 7107-7128, jun. 2019.

VILAÇA, K. A.; RODRIGUES, R. R.; FERREIRA, B. C. S.; Síntese de biosorventes com caráter zwitterion para utilização em soluções em ideais contaminadas por Pb2+(aq) e Cr2O72-(aq). Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 5, p.32219-32226, maio 2020.

Published

2021-04-09

How to Cite

Martins, B. E. B., Moura, C. W., de Oliveira, L. L., de Melo, N. M., Knebelkamp, P., & Rhoden, S. M. (2021). Remoção de metais da água utilizando cascas de bananas frescas / Removal of metals from water using fresh banana peels. Brazilian Journal of Development, 7(4), 36806–36817. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-239

Issue

Section

Original Papers