Aspectos ergonômicos nas atribuições dos tutores de um curso de graduação a distância/ Ergonomic aspects in the attributions of tutors in a distance learning undergraduate course

Authors

  • Francisco Wagner de Sousa Paula
  • Laura Helena Pinto de Castro
  • Lydia Dayanne Maia Pantoja
  • Roselita Maria de Souza Mendes
  • Otávio Vieira Sobreira Júnior
  • Germana Costa Paixão

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-244

Keywords:

Análise Ergonômica do Trabalho, Educação a distância. Tutor.

Abstract

Os padrões ergonômicos nas atribuições de um tutor devem ser discutidos visto suas atividades favorecerem riscos à saúde e a baixa produção. Dentro desse contexto, objetivou-se analisar os aspectos ergonômicos do tutor em um curso de graduação a distância de uma instituição pública de ensino superior, baseada nas suas atribuições.Trata-se de uma pesquisa descritiva de cunho quantitativo, com participação de 22 tutores (a distância e presencial) de 7 polos vinculados a um curso de licenciatura em Ciências Biológicas, modalidade a distância.A coleta dos dados se deu através de um questionário (perfil sociodemográfico e análise ergonômica).A faixa etária variou entre 24 e 50 anos, 55% gênero feminino e 50% casados/união estável.Sobre o ritmo de trabalho, 54,5% consideram acelerado e destinam ± 22,2 h semanais para as funções da tutoria. A maioria classificou como boa a iluminação, ruído, conforto térmico, vibrações, postura de trabalho adotada e condições de espaço. 90,9% tem um bom relacionamento com os demais tutores e coordenação. 36,4% sentem desconforto físico (dor nas costas, no punho, cansaço visual e dores de cabeça) e 40,9% desconforto emocional (estresse, ansiedade e pressão). 100% gostam do trabalho que realizavam como tutor. Por fim, ao atentar para a importância dos padrões ergonômicos frente a execução da tutoria, os dados se tornam relevantes para assessorar os gestores junto a dinâmica das atividades que acontecem ao longo de graduações a distância e em permitir uma reflexão da própria prática da tutoria.

References

ABRAHÃO, J. I.; PINHO, D. L. M. As transformações do trabalho e desafios teórico-metodológicos da Ergonomia. Estudos de Psicologia. v. 7, n. especial, p. 45-52, 2002.

ABREU, T. P. O trabalho docente na educação a distância: professor ou tutor? 2017. 191f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Mestrado em Educação, Universidade Católica de Santos, Santos, 2017. Disponível em: http://biblioteca.unisantos.br:8181/bitstream/tede/3961/2/Thiago%20Pedro%20de%20Abreu.pdf. Acesso em: 12 fev. 2021.

ALVES, K. R. M.; RESENDE, R. Reflexões sobre as mulheres que exercem múltiplas funções: papéis sociais, dentro e fora de casa. Revista Educação e Humanidades, v. 2, n. 1, p. 622-631, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/reh/article/view/8576/6145. Acesso em: 21 mar. 2021

ARARIPE, F. A. A. L.; NASCIMENTO, R. V.; PANTOJA, L. D. M.; PAIXÃO, G. C. Aspectos ergonômicos e distanciamento social enfrentados por docentes de graduações a distância durante a pandemia. Revista Docência do Ensino Superior, v. 10, p. 1–19, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.24713. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/24713. Acesso em: 21 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Doenças relacionadas ao trabalho: manual de procedimentos para os serviços de saúde. Brasília: Ministério da Saúde do Brasil, 2001. Disponível em: http://renastonline.ensp.fiocruz.br/sites/default/files/arquivos/ recursos/doencas_relacionadas_trabalho_manual.pdf. Acesso em: 10 jul. 2018.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução Nº 510, de 07 de abril de 2016. Diretrizes e Normas de Pesquisa em Seres Humanos para pesquisas em Ciências Humanas e Sociais. Brasília, 2016.

BRASIL Ministério do Trabalho e Emprego. Normas Regulamentadoras de Segurança e Medicina do Trabalho. NR 17 Ergonomia. 2018. Disponível em: http://trabalho.gov.br/images/Documentos/SST/NR/NR17.pdf. Acesso em: 08 jul. 2018.

FERREIRA, D. M.; MOURÃO, L. Papel de professor tutor na percepção de discentes e dos próprios tutores. EaD em Foco, v. 10, n. 2, 2020.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 220 p.

LIMA, L.; LOUREIRO, R. C.; SILVA, D. G. Tecnodocência EAD como disciplina a distância para estudantes da modalidade presencial. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 1, p. 1644-1659, 2021. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/22694. Acesso em: 18 mar. 2021.

MELO, H. P.; MORANDI, L. Mensurar o trabalho não pago no Brasil: uma proposta metodológica. Economia e Sociedade, v. 30, n. 1, p. 187-210, 2021. Disponível em: https://www.eco.unicamp.br/images/arquivos/artigos/ES/71/9_Pereira_de_Melo.pdf. Acesso em: 20 mar. 2021.

PAULA, F. W. S.; PAULO, S. B.; SILVA FILHO, E. G. Dificuldades enfrentadas pelos alunos de uma escola pública cearense acerca do isolamento social por contado covid-19. In: MELLO, R. G.; FREITAS, P. G. (Orgs.). COVID-19: impactos da pandemia no Brasil e no mundo. V. 1 Rio de Janeiro; Editora e-Publicar, 2020, cap. 2, p. 26-38.

PAULI, J.; TOMASI, M.; GALLON, S.; COELHO, E. Satisfação, conflitos e engajamentos no trabalho para professores do Ensino Médio. RPCA, v. 11, n. 4, p. 72-85, 2017. Disponível em: http://www.redalyc.org/html/4417/441753228006/. Acesso em: 10 jul. 2018.

PESSOA, C. G.; CECCHIN, A. F.; DOS SANTOS NOGUEIRA, V. Processos de gestão na educação a distância: análise da coordenação de polo no sistema Universidade Aberta do Brasil. Research, Society and Development, v. 10, n. 2, p. e54910212859-e54910212859, 2021. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/12859/11588. Acesso em: 20 mar. 2021

PPC. Projeto Pedagógico do Curso Graduação em Ciências Biológicas Licenciatura a Distância. Universidade Estadual do Ceará – UECE. Universidade Aberta Do Brasil – UAB. Curso de Ciências Biológicas-CCB/EaD. 128 p. 2012.

SARMET, M. M.; AABRAHÃO, J. I. O tutor em educação a distância: análise ergonômica das interfaces mediadoras. Educação em Revista, n. 46. p. 109-141. 2007.

SILVA, S. C. A. et al. Formação de educadores: desafios e possibilidades para a práxis pedagógica na educação infantil. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 3, p. 21537-21554, 2021. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/25637. Acesso em: 19 mar. 2021

Published

2021-04-09

How to Cite

Paula, F. W. de S., Castro, L. H. P. de, Pantoja, L. D. M., Mendes, R. M. de S., Júnior, O. V. S., & Paixão, G. C. (2021). Aspectos ergonômicos nas atribuições dos tutores de um curso de graduação a distância/ Ergonomic aspects in the attributions of tutors in a distance learning undergraduate course. Brazilian Journal of Development, 7(4), 36885–36897. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-244

Issue

Section

Original Papers