A expansão da graduação na Universidade Federal Do Ceará entre os anos de 2007 e 2010 / The expansion of undergraduate education at the Federal University Of Ceará between 2007 and 2010

Authors

  • Jayro Silva Tavares Sampaio Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • Jacqueline Rios Fonteles Albuquerque
  • Cristina MandauOcuni Cá
  • Fátima Luna Pinheiro Landim

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-271

Keywords:

Ensino Superior, Políticas Públicas, Universidade Pública.

Abstract

Dadas as limitações próprias ao artigo, e por não ser intenção travar um debater aprofundado da história e das características da educação superior brasileira, tratou-se de averiguar a relação entre o número de vagas vs. o ingresso de estudantes nos cursos de graduação da UFC, sob a ótica dos programas e políticas públicas educacionais, implementados no âmbito da social democracia, corrente política com grande visibilidade no intervalo de tempo de 2007 a 2010. Em sede de considerações gerais, ressalte-se o debate no campo das tendências neoliberal a balizar posturas de negação da gratuidade na formação superior; e o movimento do então governo na direção de modelos democráticos de ingresso/permanência de avaliação da qualidade do ensino nas Universidades Públicas. A coleta de dados ocorreu na base de dados do Google Acadêmico, além de consultas aos Anuários Estatísticos da UFC. Os resultados põe luz sobre evidências de que entre os anos de 2007 e 2010 houve aumento das vagas nos cursos da graduação da UFC, período também em que ocorreu a implantação do REUNI, favorecendo a expansão dessa universidade. O PNAES serviu para assegurar à permanência dos estudantes, oferecendo assistência nas áreas de moradia, alimentação, saúde e etc. A revisão narrativa traz entendimento sobre políticas de equidade da educação superior pública e o crescimento/contribuições da UFC para o desenvolvimento do Estado do Ceará.

References

Aguiar, V. Um balanço das políticas do governo Lula para a educação superior: continuidade e ruptura. Revista de Sociologia e Política, v.24, n.57, p. 113-126, 2016.

Almeida, W. M. D. Sobre o fim da gratuidade do ensino superior público brasileiro. Cadernos de Pesquisa, v. 49, n.173, p.10-27. 2019.

Andriola, W. B.; Oliveira, K. R. B. de. Autoavaliação institucional na Universidade Federal do Ceará (UFC): meio século de história. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 20, n. 2, p. 489-512, jul. 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/aval/v20n2/1414-4077-aval-20-02-00489.pdf> Acesso em: 10 dez. 2018.

Andriola, W. B.; Suliano, D. C. Avaliação dos impactos sociais da interiorização da Universidade Federal do Ceará (UFC). Rev. bras. Estud. pedagog. (online), Brasília, v. 96, n. 243, p. 282-298, maio/ago. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbeped/v96n243/2176-6681-rbeped-96-243-00282.pdf>. Acesso em: 10 dez. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes gerais do programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das universidades federais reuni. Brasília, DF, 2007.

de Siqueira Nunes, N. M., Verdan, T. L., & Jiménez, L. O. POLÍTICA DE COTAS ÉTNICAS NO BRASIL: A INCLUSÃO POR MEIO DA ISONOMIA SOCIAL. InterdisciplinaryScientificJournal, v.6, n.1, p.193-204, Jan-Mar, 2019.

Diniz, R. V., &Goergen, P. L. Educação Superior no Brasil: panorama da contemporaneidade. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 24, n.3, p. 573-593, 2019.

Brasil. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do

Brasil. Brasília, DF, 2008. Disponível em: <https://www2.senado.leg.br>. Acesso em:

mar. 2021.

EL, MARCO DE ACCIONPRIORITARIA PARA. Declaración mundial sobre laeducación superior enelsigloXXI:visión y acción. 1998. Disponível em: http://www.monografias.com/trabajos-pdf4/declaracion-mundial-educacion-superior/declaracion-mundial-educacion-superior.pdf. Acesso em: 15 mar. 2021.

Galvão, T. F., Pansani, T. D. S. A., &Harrad, D. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 24, n.2, p. 335-342, jun. 2015.

Gimenes, É. R. Teoria das elites e as elites do poder: considerações sobre a relevância dos teóricos clássicos e de Wright Mills aos estudos de cultura política e democracia. Agenda Política, v.2, n.2, p. 119-151. 2014. Disponível em: https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/49. Acesso em: 15 mar. 2021.

Jacobsen, Priscila. Razões para utilizar o Google.Blog da Biblioteca Central – UFRGS. 2017. Disponível em: https://www.ufrgs.br/blogdabc/7-razoes-paravoce-utilizar-o-google-scholar-como-fonte-para-a-sua-pesquisa/. Acesso em: 15 mar. 2021.

Junior, F. F. A. OS OBJETIVOS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E O ENSINO A PARTIR DE SITUAÇÕES-PROBLEMA. Revista Eletrônica da Educação,v.3, n.1, p. 2-22. 2020. Disponível em: <http://portal.fundacaojau.edu.br:8078/journal/index.php/revista_educacao/article/view/114>. Acesso em: 15 mar. 2021.

Lima, E. E., Machado, L. R. de S. Reuni e Expansão Universitária na UFMG de 2008 a 2012. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 41, n. 2, p. 383-406, abr./jun. 2016.

Disponível em: < https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2175-62362016000200383&script=sci_arttext&tlng=pt >Acesso em: 17 de mar de 2021.

Lozano, D., Neto, A. J. C., Furlan, E. G. M., &Bazon, F. V. M. Tendências neoliberais nas reformas e no financiamento do ensino superior brasileiro no início do século XXI. Educere et Educare, v.15, n.36. 2020.

Paula, C. H. D., & Almeida, F. M. D. O programa Reuni e o desempenho das Ifes brasileiras. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v.28, n.109, p. 1054-1075. 2020.

Paula, M. de F. C. Políticas de democratização da educação superior brasileira: limites e desafios para a próxima década. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 22, n. 2, p. 301-315, jul. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-40772017000200301&script=sci_abstract&tlng=pt> Acesso em: 10 dez. 2018.

Peters, M., Godfrey, C., McInerney, P., Soares, C., Khalil, H., & Parker, D. The Joanna BriggsInstituteReviewers'Manual 2015:metodologia para avaliações de escopo JBI. Instituto Joanna Briggs, 2015.

Pimentel, A. O método da análise documental: seu uso numa pesquisa historiográfica. Cadernos de pesquisa, n.114, p. 179-195. 2001.

Silva, C. O. Programa Reuni: ampliação do acesso ao Ensino Superior? 2014.163 p. Dissertação (Mestrado) - Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

Souza, M. R. de A.; Menezes, M. Programa Universidade para Todos (PROUNI): quem ganha o quê, como e quando? Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v.22, n. 84, p. 609-634, jul./set. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v22n84/a03v22n84.pdf>Acesso em: 10 dez. 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. Anuário Estatístico da UFC2018 – Base 2017. Fortaleza, 2017. Disponível em: < http://www.ufc.br/a-universidade/documentos-oficiais/322-anuario-estatistico.> Acesso em: 15 mar. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. Anuário Estatístico da UFC 2017 – Base 2016. Fortaleza, 2018. Disponível em: <http://www.ufc.br/images/_files/a_universidade/anuario_estatistico/anuario_estatistico_ufc_2017_base_2016.pdf> Acesso em: 05 dez. 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. Estatuto da universidade federal do Ceará. Fortaleza, 2018. Disponível em: <http://www.ufc.br/images/_files/a_universidade/estatuto_ufc/estatuto_ufc.pdf> Acesso em: 5 dez. 2018.

Published

2021-04-12

How to Cite

Sampaio, J. S. T., Albuquerque, J. R. F., Cá, C. M., & Landim, F. L. P. (2021). A expansão da graduação na Universidade Federal Do Ceará entre os anos de 2007 e 2010 / The expansion of undergraduate education at the Federal University Of Ceará between 2007 and 2010. Brazilian Journal of Development, 7(4). https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-271

Issue

Section

Original Papers