Um olhar crítico sobre a Educação Física inclusiva para alunos deficientes visuais contida na proposta curricular do estado de Goiás / A critical look at the inclusive Physical Education for visually impaired students contained in the curriculum proposal from the state of Goiás

Authors

  • Marcelo Ribeiro Santos
  • Kátia Aparecida da Silva Nunes Miranda

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-270

Keywords:

Inclusão, Deficiência visual, Educação Física escolar, Educação Física inclusiva.

Abstract

A partir da pesquisa de mestrado desenvolvida com o mesmo título deste artigo, buscou-se, neste estudo, apresentar as concepções levantadas acerca da deficiência visual e o que essa limitação acarreta ao indivíduo em razão da perda de informações que resultam das oportunidades reduzidas de interação com o meio e as pessoas que o rodeiam. Diante desse cenário, o objetivo deste artigo é investigar e compreender os benefícios, dificuldades, perspectivas e avanços do aluno com deficiência visual quanto à prática de atividades esportivas e de Educação Física no ambiente escolar. A referida temática se justifica devido à importância dessa prática para promover a inclusão do aluno deficiente visual na escola, uma vez que seus conteúdos podem ser trabalhados de diferentes formas. Trata-se de uma pesquisa efetuada junto à Secretaria de Estado de Educação, no município de Mineiros–GO, fundamentando-se nas atividades de Educação Física e esportivas contidas na proposta curricular e de formação de professores do estado de Goiás, para alunos com deficiência visual, em consonância com Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional — Lei n.° 9.394/1996. Assim, a partir de uma pesquisa documental, agregada à bibliográfica em livros, artigos especializados, dissertações e teses, foram verificadas as principais concepções e abordagens para a reflexão que se propõe sobre as relações entre inclusão, deficiência visual e Educação Física escolar. Os resultados apontaram para a necessidade de se investir em programas de formação continuada docente que promovam a revisão e adoção de estratégias e metodologias nas aulas de Educação Física como recurso essencial para a formação do aluno deficiente visual, pois trata-se de uma disciplina que pode auxiliar no alcance de uma educação mais significativa e que se mostre inclusiva efetivamente.

References

ALMEIDA, J. J. G. Estratégias para aprendizagem esportiva: uma abordagem pedagógica da atividade motora para cegos e deficientes visuais. Tese (Doutorado). Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1995.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4. ed. Lisboa: Edições 70, 2011.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Imprensa Oficial, 1988.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n.° 9.634/1996). Brasília: Imprensa Oficial, 1996.

BRASIL. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência: Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência – decreto legislativo. Brasília: Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, 2011.

BRASIL. Estatuto da Pessoa com deficiência. Brasília: Imprensa Oficial, 2013.

BUENO, S. T. Motricidade e deficiência visual. In: MARTÍN, M. B.; BUENO, S. T. (Coord.). Deficiência visual: aspectos psicoevolutivos e educativos. Tradução Magali de Lourdes Pedro. São Paulo: Editora Santos, 2003.

CARDOSO, V. D. A reabilitação de pessoas com deficiência através do desporto adaptado. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 33, n. 2, 2011.

CHIARA, I. D. et al. Normas de documentação aplicadas à área de Saúde. Rio de Janeiro: Editora E-papers, 2008.

CIDADE, R. E.; FREITAS, P. S. Educação física e inclusão: considerações para a prática pedagógica na escola. Integração, Brasília, v. 14, p. 26-30, 2002 (edição especial).

COBO, A. D. et al. Aprendizagem e deficiência visual. In: MARTÍN, M. B.; BUENO, S. T. (Coord.). Deficiência visual: aspectos psicoevolutivos e educativos. Tradução Magali de Lourdes Pedro. São Paulo: Editora Santos, 2003.

CRAFT, D. H. Sensory imparmeints. In: WINNICK, J.P. Adapted physical education and sports. Illinois: Human Kinectics Books, 1990.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GREGUOL, M. Atividades físicas e esportivas e pessoas com deficiência. Background paper. Brasília: PNUD, 2017.

LIMA, T. C. S.; MIOTO, R. C. T. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Rev. Katál., Florianópolis, v. 10, n. esp., p. 37-45, 2007.

LE GOFF, J. História e memória. Tradução Bernardo Leitão [et. all.]. 4. ed. Campinas, São Paulo: Editora da UNICAMP, 1996 (Coleção Repertórios).

LUCENA, N. Deficiente visual: formação, desenvolvimento e influências. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Ciências da Saúde do Instituto de Porto Alegre da Igreja metodista, 1985.

MARTINS, N. A.; BERT, F. S. R.; Borges, G. F. Um olhar sobre a deficiência visual e a prática de atividade física ao longo da vida. Revista Kairós Gerontologia, 19(3), p. 339-358. ISSN e 2176-901XVu. São Paulo (SP), Brasil: FACHS/NEPE/PEPGG/PUC-SP, 2016.

MAZZOTTA, M. J. S.; D’ANTINO, M. E. F. Inclusão social de pessoas com deficiências e necessidades especiais: cultura, educação e lazer. Saúde e Sociedade, v. 20, n. 2, p. 377-389, 2011.

MENESCAL, A. Atividades físicas adaptadas ao deficiente visual. In: Anais do Simpósio Paulista de Educação Física adaptada. São Paulo, 1990.

MINAYO, M. C. de S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 22. ed. Rio de Janeiro: Ed. Vozes, 2003.

OLIVEIRA, M. T. F. de. Natação para crianças portadoras de deficiência visual total, na faixa etária de 0 a 3 anos de idade. Monografia. Curitiba: PUC-PR, 1994.

ROSADAS, S. C. Lazer, atividade física e esporte para portadores de deficiência. Rio de Janeiro: Atheneu, 2001.

SALERNO, M. B. A formação em educação física e o trabalho com a pessoa com deficiência: percepção discente. 2014. Doutorado em Educação Física. Universidade Estadual de Campinas, Campinas-SP.

SANTOS, M. R. Educação Física inclusiva para alunos deficientes visuais: um olhar crítico sobre a proposta curricular do estado de Goiás. 2021. Mestrado em Ciências da Educação. Coorporação Universitária de Humanidades e Ciencias Sociales de Chile, Mineiros, GO, 2021.

Published

2021-04-12

How to Cite

Santos, M. R., & Miranda, K. A. da S. N. (2021). Um olhar crítico sobre a Educação Física inclusiva para alunos deficientes visuais contida na proposta curricular do estado de Goiás / A critical look at the inclusive Physical Education for visually impaired students contained in the curriculum proposal from the state of Goiás. Brazilian Journal of Development, 7(4), 37244–37264. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-270

Issue

Section

Original Papers