Dispersão do Ruído Gerado por um Conjunto Tratorizado Cafeeiro em Condição Estática: Estudo de Caso entre Diferentes Posições e Distâncias / Dispersion of Noise Generated by a Static Conditioned Tractor Set: Case Study between Different Positions and Distances

Authors

  • Mayra Aparecida da Silva
  • Geraldo Gomes de Oliveira Júnior
  • Lucas Eduardo de Oliveira Aparecido
  • Irlon de Ângelo da Cunha
  • José Antônio Ramos da Silva
  • Fernando Ferrari Putti

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-289

Keywords:

Ensaios de ruído, Limite de exposição, Nível de ação.

Abstract

A utilização de conjuntos tratorizados para aplicação de agrotóxicos pode expor trabalhadores a níveis de ruído prejudiciais à saúde, dependendo da intensidade e do tempo de exposição. Ressalta-se que esta exposição ao ruído pode ocorrer tanto para o operador quanto para as pessoas que estejam próximas ao local em que as atividades estão sendo desenvolvidas. Neste sentido, objetivou-se no presente estudo de caso avaliar a dispersão do ruído em conjunto tratorizado (Trator/Pulverizador) em diferentes posições e distâncias em uma lavoura cafeeira. O estudo foi realizado em uma propriedade localizada no sul de Minas Gerais. A determinação de ruído ocorreu em um trator cafeeiro Yanmar Agritech modelo 1030H®, não cabinado e acoplado ao pulverizador KO 200® em condição estática. O nível de ruído foi obtido utilizando-se um sonômetro digital, modelo HDB-900, marca Hikari, em resposta “slow” e compensação “A”. O trabalho foi conduzido em um delineamento inteiramente casualizado (DIC), em esquema fatorial (4 x 5), sendo combinadas quatro posições (Frente, L. Direito, L. Esquerdo e Traseira) e cinco distâncias (D-0, D-2,43, D-4,86, D-7,29 e D-9,72m). No ponto de referência (D-0) todas as quantificações apresentaram níveis de ruído superiores ao limite de exposição de 85 dB (A) para uma jornada de trabalho de 8 horas previsto pela legislação. Estes achados indicam que em condições reais de trabalho são esperados valores acima dos limites ocupacionais no posto de operação e suas proximidades, requerendo a necessidade da adoção de medidas preventivas. Os maiores níveis de ruído foram quantificados na posição traseira para todas as distâncias avaliadas. Os resultados também reforçam que não devem ter pessoas trabalhando nas proximidades do conjunto tratorizado (Trator/pulverizador), sem a adoção de medidas preventivas adequadas. Também pode-se constatar que os níveis de ruído diminuíram à medida que se distanciaram da fonte geradora em todas as direções.

References

BAESSO, M.M.; MODOLO, A. J.; BAESSO, R. C. E.; FISCHER, C. Níveis de Ruído Emitidos por Tratores Agrícolas. Brazilian Journal of Biosystems Engineering, v. 11, n. 3, p. 229-238, 2017.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Portaria 3214 de 08 de junho de 1978. Norma Regulamentadora NR 09 - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Diário Oficial da União, seção 1, Brasília, DF, Jul. 1978. Disponível em: https://enit.trabalho.gov.br. Acesso em: 25 de fev. 2021.

BRASIL. Ministério da Economia - Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. Portaria nº 6.735 de 10 de março de 2020. Diário Oficial da União, seção 1, Brasilia, DF, mar. 2020. Disponível em: https://enit.trabalho.gov.br. Acesso em: 25 de fev. 2021.

BISTAFA, S. R. Acústica aplicada ao controle do ruído. 2ª ed. São Paulo: Blucher, 2011, 380p.

CORNELL, J.A.; BERGER, R.D.Factors that influence the coefficient of determination in single linear and nonlinear models. Phytopathology, Palo Alto, v.77, p.63-70, 1987.

CUNHA, J. P. A. R da.; DUARTE, M. A. V.; SOUZA, C. M. A de. Vibração e ruído emitidos por dois tratores agrícolas. Revista IDESIA (Chile), v. 30, n. 1, p. 25-34, 2012.

FERRAZ, G. A. S.; SILVA, F.C de.; NUNES, R. A.; PONCIANO, P. F.; Variabilidade Espacial do Ruído Gerado por uma Derriçadora Portátil em Lavoura Cafeeira. Coffee Science, Lavras, v. 8, n. 3, p. 276-283, jul./set. 2013.

FUNDAÇÃO JORGE DUPRAT FIGUEIREDO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO - FUNDACENTRO. Norma de Higiene Ocupacional. Procedimento Técnico. Avaliação da Exposição Ocupacional ao Ruído. NHO 01. São Paulo: Fundacentro. 2001. 37 p.

MAGALHAES, A. T.; CORTEZ, J. W.; NAGAHAMA, H de. J. Nível de Ruído de um Trator Agrícola em Função da Rotação, da Distância, da Velocidade e da Condição do Solo Obtido por Meio de Decibelimetro com e sem Protetor de Vento. Engenharia Agrícola, Botucatu, v. 27, n. 4, p. 27-44, 2012.

MORETO, V. B.; ROLIM, G. S. Estimation of annual yield and quality of 'Valência' orange related to monthly water deficiency. African Journal of Agricultural Research, v. 10, n. 6, p. 543-553, 2015.

OLIVEIRA, G. S. A.; OLIVEIRA JUNIOR, G. G de. O.; REZENDE, R. N.; PAULA, L. E de. R.; SILVA, J. A. R.; RAMIRIO, L. D.; SILVA, A. B da.; COUTINHO, P. R do. V. Variabilidade Espacial do Nível de Ruído em um Conjunto Trator-Pulverizador sob Diferentes Rotações no Cafeeiro. Brazilian Journal of Developmente, Curitiba, v. 6, n. 11, p. 86094-86101, 2020.

PIMENTA JUNIOR, C. G.; DELMOND, J. G.; CUNHA, J. P. N.; LEONÍDIO, D. M.; REIS, E. F dos. Análise espacial do nível de ruído emitido por trator agrícola. Revista Brasileira de Ciências Agrarias. Recife, PE, v.7, n.3, p. 514-520, 2012.

SALIBA, T. M. Manual Prático de Higiene Ocupacional e PPRA. 4. ed. São Paulo : LTr, 2013. 367 p.

WARD, J. H. Jr. Hierarchical grouping to optimize an objective function. Journal of the American Statistical Association, Alexandria, v.58, p.236-244, 1963.

Published

2021-04-12

How to Cite

Silva, M. A. da, Júnior, G. G. de O., Aparecido, L. E. de O., Cunha, I. de Ângelo da, Silva, J. A. R. da, & Putti, F. F. (2021). Dispersão do Ruído Gerado por um Conjunto Tratorizado Cafeeiro em Condição Estática: Estudo de Caso entre Diferentes Posições e Distâncias / Dispersion of Noise Generated by a Static Conditioned Tractor Set: Case Study between Different Positions and Distances. Brazilian Journal of Development, 7(4), 37500–37511. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-289

Issue

Section

Original Papers