A importância da Universidade para eficiência da gestão da informação no setor público / The importance of the University for efficient information management in the public sector

Authors

  • Sergio Luis Tosta de Santana
  • Pablo Damasceno Sales
  • Mário Francisco Saldanha Neto

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-318

Keywords:

Eficiência, Gestão Pública, Qualidade Da Informação, Universidade.

Abstract

Organizações públicas lidam com inúmeras informações, muitas sem a devida qualidade, induzindo a uma gestão ineficiente. Uma das atribuições dos gestores de uma organização pública, por meio do uso de informações de maneira adequada, é de aferir a eficiência nos seus atos, a fim de proporcionar economicidade, bem como possibilitar prestação de serviços à sociedade com maior qualidade. O presente estudo busca apresentar a importância que as ferramentas modernas de gestão da informação exercem como contribuição para a qualidade dos serviços no setor público. Nesse sentido, destaca-se o papel da universidade, disponibilizando pesquisas que fazem parte da produção científica sobre técnicas de gestão da qualidade da informação, com possibilidade de aplicação prática, como mecanismos capazes de contribuir para a melhoria da gestão pública. O trabalho foi realizado por meio de uma revisão da literatura e sua análise exploratória. Das bases pesquisadas, além do levantamento de 200 artigos sobre o tema, 20 deles fundamentaram a teoria, demonstrando a importância da universidade para a gestão pública.

References

ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR ISO/IEC 27001: 2013. 2013. Disponível em: <https://www.scribd.com/document/355359648/ISO-27001-2013-pdf>. Acesso em 18.12.20.

BARZELAY, M.; MARTINS, H. F.; VILELA, P.; MARQUES, P. Inovando no Desenvolvimento de Profissionais da Gestão Pública: O Caso do Programa de Desenvolvimento de Lideranças da Escola Nacional de Administração Pública – ENAP. Administração Pública e Gestão Social, v. 4, n. 11, p. 1-16, 2019.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 05 de outubro de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 02.12.2020.

BRASIL. Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964. Estatui normas gerais de direito financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4320.htm>. Acesso em: 02.12.2020.

BRETAS, P. F. F. Relações de Poder e Resistências em uma Organização Pública: um Caso de Ensino. Administração Pública e Gestão Social, v. 10, n. 3, p. 222-225, 2018. Disponível em: <https://periodicos.ufv.br/apgs/article/view/5190>. Acesso em: 12.12.2020.

CARDOSO, O. O. Comunicação empresarial versus comunicação organizacional: novos desafios teóricos. Revista de Administração Pública, 40(6), 1123-1144. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-76122006000600010&lng=en&nrm=iso. https://doi.org/10.1590/S0034-76122006000600010>. Acesso em: 02.12.2020.

BUSSLER, N. R. C.; STOROPOLI, J. E.; MARTENS, C. D. P.; NASSIF, V. M. J. A Interação entre as Universidades e o Empreendedorismo. Desenvolvimento em Questão, 2020, 18.52: 194-215.

CHEN, S.; LIN, W. The dynamic role of universities in developing an emerging sector: a case study of the biotechnology sector. Technological Forecasting and Social Change, v. 123, p. 283-297, 2017.

DA SILVA, Camila Ferreira; DA SILVA MONTEIRO, Jéssica; DANTAS, Nathália Luana Sena. A Universidade Federal do Amazonas e seu papel na construção da comunidade científica amazonense: história e consolidação. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 3, p. 21834-21847, 2021.

DE ALENCAR, C. O.; DA FONSECA, A. C. P. D. Excelência na Gestão Pública: a contribuição do Controle Interno da Marinha do Brasil. REGE-Revista de Gestão, v. 23, n. 2, p. 172-184, 2016.

DE OLIVEIRA COLUS, F. S.; CARNEIRO, A. M. Abordagens teóricas sobre o engajamento das universidades com a sociedade: contextualização e desenvolvimento. Revista NUPEM, v. 13, n. 28, p. 9-27, 2021.

DE SORDI, J. O. Administração da informação: fundamentos e práticas para uma nova gestão do conhecimento. São Paulo: Saraiva, 2008.

DE VASCONCELOS, Pedro Fonseca et al. Financiamento da pesquisa no Brasil ao longo de dez anos. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 3, p. 21258-21271, 2021.

DI PIETRO, M. S. Z. Direito Administrativo. 20ª ed. São Paulo: Atlas, 2007.

DIAS, J. A.; NASCIMENTO, M. S. A. Comunicação Empresarial: A importância da comunicação nas organizações e o advento de novas tecnologias. Revista Científica da FASETE. 2016. Disponível em: <https://www.unirios.edu.br/revistarios/internas/conteudo/resumo.php?id=199>. Acesso em: 02.12.20.

E-GESTÃO PÚBLICA Gestão do Conhecimento.2019. Disponível em: <https://www.e-gestaopublica.com.br/gestao-do-conhecimento/>. Acesso em: 02.12.20.

GAMA, Thiago Dias de Carvalho Quaresma. Irregularidades nas compras e contratações governamentais de bens e serviços de tecnologia da informação entre 2011 e 2016 sob a ótica dos órgãos federais de controle emecanismos de prevenção. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 3, p. 22671-22701, 2021.

GREEF, A. C. Gestão da informação comunicada: modelo de diagnóstico e gerenciamento de qualidade de fluxos informacionais. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, v. 6, p. 43-60, 2019.

GÜNTHER, L. C.; COLANGELO, E.; WIENDAHL, H.; BAUER, C. Data quality assessment for improved decision-making: a methodology for small and medium-sized enterprises. Procedia Manufacturing, v. 29, 2019.

GUEDES, W.; DE ARAÚJO JÚNIOR, R. H. O fluxo de informações na auditoria pública e a teoria matemática da comunicação. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, 19(40), 33-50. 2014.

GUERRERO, M.; URBANO, D.; FAYOLLE, A.; KLOFSTEN, M.; MIAN, S. Entrepreneurial universities: emerging models in the new social and economic landscape. Small Business Economics, 47(3), 551-563, 2016.

HOFFMANN, M. G.; LEMOS, D. C.; DOMINGOS, A.; SELL, D.; BUSATO, L. Cooperação Universidade-Empresa em Projetos de Pesquisa: Experiências da Universidade do Estado de Santa Catarina. Revista Economia & Gestão, 20(55), 136-156, 2020.

LEE, J.; WIN, H.N. Technology transfer between university research centers and industry in Singapore. Technovation, v.24, p. 433-442, 2004.

LOBATO, J. O.; ANDRADE, E. F. S.; MACCARI, E. A.; MAZIERI, M. R. Os Indicadores de Desempenho e de Qualidade e o Processo de Governança nas Universidades Federais Brasileiras: um estudo multi-caso. Revista Administração, Santa Maria, v. 12, n. 3, p. 594-609, 2019.

MEIRELLES, H. L. Direito Administrativo Brasileiro. 33ª ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2007.

MORAIS, C. R. F.; AMORIM, K. V. N. M.; VIANA JÚNIOR, D. B. C.; DOMINGOS, S. R. M.; PONTE, V. M. R. Qualidade da informação contábil das empresas latino-americanas: a influência do ambiente regulatório. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, João Pessoa, v. 7, n. 2, p. 41-60, mai.-ago., 2019.

MUYLDER, C. F.; FALCE, J. L.; VELOSO, P. H. P. Qualidade de Software Percebida pelos Usuários do Sistema SIAFI: Avaliação de um Instituto Federal em Minas Gerais. Teoria e Prática em Administração, v. 6, n. 2, p. 200-228, 2016.

NARBÓN-PERPIÑÁ, I.; WITTE, K. Local governments' efficiency: A systematic literature review - Part I. International Transactions in Operational Research, v. 25, p. 431–468, 2018.

NEVES JUNIOR, O. P.; MARINHO, S. V. O uso do Organizational Knowledge (OKA) para análise da gestão pública do conhecimento em uma Organização Pública. Revista Administração UFSM, Santa Maria, v. 11, n. 2, p. 290-307, 2018.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

SÁ, A. T. Uma abordagem matemática da informação: a teoria de Shannon e Weaver–possíveis leituras. Logeion: Filosofia da Informação, v. 5, n. 1, p. 48-70, 2018.

SANTOS, M. E. R.; TOLEDO, P. T. M.; LOTUFO, R. A. Transferência de tecnologia. Estratégias para a estruturação e gestão de Núcleos de Inovação Tecnológica. Agência de Inovação da Unicamp, Campinas, 2009.

SHANNON, C. E. (1948). A Mathematical Theory of Communication. The Bell System Technical Journal, v. 27, p. 379-423, 623-656. Disponível em: <http://cm.bell-labs.com/cm/ms/what/shannonday/shannon1948.pdf>. 1948. Acesso em: 02.12.20.

SIQUEIRA, L. R. SOUZA, W. G. de, FARIAS, R. A. S.; BERMEJO, P. H. S. Análise de variáveis para mensuração da eficiência do gasto público por função de governo. Administração Pública e Gestão Social. 2019. Disponível em: <https://periodicos.ufv.br/apgs/article/view/5632>. Acesso em: 02.12.20.

TAMBOSI, S. S. V.; DE SOUZA DOMINGUES, M, J, C,; DOS SANTOS PARISOTTO, I. R. Redes interinstitucionais na perspectiva da hélice tríplice: o caso de uma universidade pública do sul do Brasil. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, p. 49-66, 2021.

TAVARES, Paulino Varela; ROMÃO, Ana Lúcia. Transparência, Accountability e Corrupção: Uma Percepção Qualitativa da Governança Pública no Brasil e na África do Sul. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 3, p. 23596-23633, 2021.

TROMBINI PEREZ, F. A Organização Administrativa Brasileira: Análise Frente Ao Princípio Da Eficiência. [s. l.]: Fundação Universidade do Vale do Itajaí - Univali. ISBN 1980-7791. 2009. Disponível em: <https://search.ebscohost.com/login.aspx?direct=true&AuthType=ip,sso&db=ir01508a&AN=ppu.article.7267&lang=pt-br&site=eds-live>. Acesso em: 02.12.20.

VAN RULER, B. Agile public relations planning: The reflective communication scrum. Public Relations Review, v. 41, n. 2, p. 187-194, 2015.

VAZ, C. R.; LEZANA, A. G. R.; MALDONADO, U. M. Mapeamento Bibliométrico da Literatura Científica de Eco-inovação (1978-2017). SIMPOI-FGV, 2017.

WEAVER, W. Recent contributions to The Mathematical Theory of Communication. 1949. Disponível em: <http://courses.ischool.berkeley.edu/i218/s15/Weaver_Recent-Contributions.pdf>. Acesso em: 12.12.20.

YANG, Q.; GE, M.; HELFERT, M. Data quality problems in TPC-DI based data integration processes. International Conference on Enterprise Information Systems, Springer, Cham, p. 57-73, 2017.

ZIVIANI, F. et al. O impacto das práticas de gestão do conhecimento no desempenho organizacional: um estudo em empresas de base tecnológica. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 24, n. 1, p. 61-83, Mar. 2019. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141399362019000100061&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 15.03.21.

Published

2021-04-13

How to Cite

Santana, S. L. T. de, Sales, P. D., & Neto, M. F. S. (2021). A importância da Universidade para eficiência da gestão da informação no setor público / The importance of the University for efficient information management in the public sector. Brazilian Journal of Development, 7(4), 37986–38003. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-318

Issue

Section

Original Papers