Pessoas em situação de rua: da força física e moralidade / People in street situation: physical strength and morality

Authors

  • Juliano Batista dos Santos Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • José Serafim Bertoloto
  • Alyne Ramos de Campos dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-429

Keywords:

Cuiabá, Espaços públicos, Moradores de rua, Corpos, Subversão.

Abstract

O presente trabalho é fruto de um estudo in loco. Baseia-se, sobretudo, na observação dos corpos das pessoas em situação de rua em Cuiabá, mais precisamente da população que vive na Região Centro Norte da capital mato-grossense. O texto, elaborado em uma linguagem simples e de fácil compreensão, traz duas funções corporais utilizadas como táticas de sobrevivência nos espaços públicos urbanos. Artimanhas sutis que operam como dispositivos sorrateiros contra à ordem e estrutura excludentes. Subversões à maneira de existir que, mesmo incapazes de compensar a ausência de um lar, dão aos moradores de rua a possibilidade de estar no mundo. Uma transvaloração dos valores de si indispensáveis a quem vive perambulando pelas ruas e praças das cidades.

 

 

 

References

BELCHIOR, Antônio C. Alucinação. In: BELCHIOR. Alucinação. Rio de Janeiro: PolyGram Brasil, 1976. 1 disco sonoro. Lado B, faixa 1.

BORBA, Francisco S. (org.). Dicionário UNESP do português contemporâneo. São Paulo: UNESP, 2004.

CLASTRES, Pierre. A sociedade contra o Estado: pesquisas de antropologia política. Trad. Theo Santiago. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

DAMATTA, Roberto. O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco, 1986.

EPICURO. Antologia de texto de Epicuro. São Paulo: Nova Cultural, 1988. (Coleção os Pensadores).

FERREIRA, Aurélio B. H. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. 3. ed. Curitiba: Positivo, 2004.

FRANGELLA, Simone Miziara. Corpos urbanos errantes: uma etnografia da corporalidade de moradores de rua em São Paulo. São Paulo: Annablume, FAPESP, 2009.

GUATTARI, Félix. As três ecologias. Trad. Maria Cristina F. Bittencourt. Campinas: Papirus, 1990.

LOTMAN, Yuri. La semiosfera I: semiótica de la cultura y del texto. Madrid: Frónesis, 1996.

MAFFESOLI, Michel. Elogio da razão sensível. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

MARCONDES, Danilo. Iniciação à história da filosofia: dos pré-socráticos a Wittgenstein. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

PAIS, José Machado. Jovens “arrumadores de carros”: a sobrevivência nas teias da toxicodependência. Revista Análise Social, Lisboa-Portugal, v. 36, p. 373-398, 2001.

PAIS, José Machado. Nos rastos da solidão. Deambulações Sociológicas. 2. ed. Lisboa: AMBAR, 2006. (Enciclopédia Moderna Sociologia).

PLATÃO. A República. São Paulo: Martin Claret, 2004.

QUINTANEIRO, Tania. Émile Durkheim. In: QUINTANEIRO, Tania; BARBOSA, Maria L. de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia G. Um toque de clássicos: Marx, Durkheim e Weber. 2. ed. rev. amp. Belo Horizonte: UFMG, 2002.

RODRIGUES, Lídia V. B. Pimentel. Vidas nas ruas, corpos em percursos no cotidiano da cidade. 2005. 187 f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.

Published

2021-04-16

How to Cite

dos Santos, J. B., Bertoloto, J. S., & dos Santos, A. R. de C. (2021). Pessoas em situação de rua: da força física e moralidade / People in street situation: physical strength and morality. Brazilian Journal of Development, 7(4), 39619–39634. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-429

Issue

Section

Original Papers