Interseções entre o Cristianismo e a Revolução Científica: três perspectivas historiográficas em foco / Intersections between Christianity and the Scientific Revolution: three historiographical perspectives in focus

Authors

  • Luiz Cambraia Karat Gouvêa da Silva
  • Daniela Emilena Santiago

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-459

Keywords:

Revolução Científica, Cristianismo, Merton, Woortmann, Grant.

Abstract

 O presente texto tem por objetivo lançar luz sobre aspectos da relação entre o Cristianismo e a irrupção da Revolução Científica dos séculos XVI e XVII a partir da perspectiva de três pensadores que discutem o tema: Robert K. Merton, Klaas Woortmann e Edward Grant. Em contraposição ao que parte da literatura de divulgação científica sustenta, historiadores têm, cada vez mais, defendido a hipótese de que o pensamento religioso teria cumprido um papel fundamental na formação do conceito de “ciência moderna”. Ao analisar parte das diretrizes teóricas desses três autores, buscamos evidenciar a complexidade e o caráter heterogêneo do debate. Influenciados pela sociologia weberiana, os dois primeiros argumentam, cada um a sua maneira, que o processo histórico intitulado “Revolução Científica” foi fruto da mudança de mentalidade trazida pela Reforma Protestante. Já Edward Grant defende a hipótese de que as raízes da “ciência moderna” se encontram nas elucubrações dos pensadores da Baixa Idade Média.

 

References

BACON F. The Advancement of Learning. In: JACOB, Margaret. The Scientific Revolution. A brief history with documents. Nova York: Editora Bedford / St. Matin’s, 2010

CROMBIE, A. C. Medieval and Early Modern Science. 2 vols. Garden City, Nova Iorque: Doubleday, 1959.

GRANT, Edward. Os fundamentos da ciência moderna na Idade Média. Porto: Porto Ed., 2002

GURTNER, C. Leonardo da Vinci – Podcast II – Escriba Café: A história, o homem, seu mundo e o universo. 21 de dezembro de 2014. Disponível em: https://escribacafe.com/podcast-ii-leonardo-da-vinci-baa0d1f1c048. Acesso em: 01/05/2020.

MERTON, Robert K. Ensaios de sociologia da ciência. São Paulo: Associação Filosófica Scientiae Studia / Editora 34, 2013

MERTON, Robert K. Science, technology and society in Seventeenth-Century England. Osiris, Vol. 4. (1938), p. 360 – 632

MLODINOW, L. O Andar do Bêbado. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor Ltda., 2009.

PARKS, K. A igreja medieval proibiu a dissecação humana In: NUMBERS, R. L. (org.) Galileu na Prisão: e outros mitos sobre ciência e religião. Lisboa: Gradiva, 2012

SAGAN, Carl. Cosmos. São Paulo: Companhia das letras, 2017.

WOORTMANN, Klaas. Religião e ciência no Renascimento. Brasília: UnB, 1997

Published

2021-04-18

How to Cite

Gouvêa da Silva, L. C. K., & Santiago, D. E. (2021). Interseções entre o Cristianismo e a Revolução Científica: três perspectivas historiográficas em foco / Intersections between Christianity and the Scientific Revolution: three historiographical perspectives in focus. Brazilian Journal of Development, 7(4), 40041–40054. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-459

Issue

Section

Original Papers