Cultura, identidade e saberes tradicionais dos assurini do Trocará, Tucuruí/PA / Culture, identity and traditional knowledge of the assurini of Trocará, Tucuruí/PA

Authors

  • Igor Silva de Barros
  • Benedita Celeste de Moraes Pinto

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-510

Keywords:

Cultura, Saberes, Grafismo Corporal, Língua, Identidade.

Abstract

O presente trabalho trata de elementos marcantes de questões referentes a identidade, saberes tradicionais, língua materna e   grafismo corporal, prática de pintura marcante entre os Assurini do Trocará, no município de Tucuruí, no Pará - norte da Amazônia, no intuito de analisar práticas culturais desses indígenas, visando identificar seus sentidos e significados através das experiencias cotidianas, que influenciam na formação identitária deste grupo étnico. A língua materna e grafismo corporal caracterizam-se como manifestações culturais dessa etnia indígena, que se insurgem carregadas de ancestralidades, simbologias, segredos e registros de suas histórias reverberando na sua identidade. Metodologicamente, além da pesquisa de campo realizada na aldeia Trocará, a partir da convivência e da observação do cotidiano dos habitantes dessa aldeia, se buscou apoio teórico em estudos de autores que trabalham questões referentes a cultura, currículo intercultural e práticas corporais indígenas, deixando emergir discussões a respeito de um currículo intercultural que contemple a realidade das etnias indígenas, evidenciando histórias e culturas destas populações. Assim como, produções acadêmicas a respeito de práticas corporais, com o intuito de revelar diferentes caminhos para a prática pedagógica de professores.

 

References

ARRUDA, R.S.V. Imagens do Índio: signo da intolerância. In: GRUPIONI, L.D.B.; VIDAL, L.; FISCHMANN, R. Povos indígenas e tolerância: construindo práticas de respeito e solidariedade. São Paulo: EDUSP, 2001. p. 43-61.

ANDRADE. L. A marca dos tempos: identidade, estrutura e mudança entre os Asurini do Trocará. Editora da Universidade de São Paulo, 2000.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. - 3 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

CARVALHO. R. A. P. Grafismo Indígena: Compreendendo a representação abstrata na pintura corporal Asurini. PUC-Rio Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro-2003.

COHN, C. Culturas em Transformação os índios e a civilização. São Paulo: USP, 2001.

FENELON, D. R. Cultura e História Social: Historiografia e Pesquisa. Projeto História, São Paulo, n. 10, 1993.

FERREIRA, R. A. et al. A interculturalidade com origem na escola do branco – as contribuições da Educação Física e da Geografia para a temática indígena em sala de aula. Série - Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, v. 38, p. 203–221, 2015.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

HALL, Stuart. Da Diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG; Brasília: Representação da Unesco no Brasil, 2003.

LUCIANO, G. S. O índio brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. Brasília: Ministério de Educação, 2006.

MARCONI, M. A; LAKATOS, E. V. Metodologia científica. São Paulo: Editora Atlas, 2004.

PROCÓPIO. M. G. C. A FESTA DO JACARÉ NA ALDEIA INDÍGENA ASSURINI TROCARÁ: Espaço Educativo e de Manifestação de saberes. Dissertação (mestrado em Educação) – Universidade do Estado do Pará, Belém, 2015.

SANTAELLA, Lúcia. Culturas e artes do pós-humano: Da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2010.

SILVA, P. de A. Cultura e interculturalidade no ensino de línguas: descobrindo caminhos possíveis. Goiás: UFG, 2016.

SILVEIRA. E. M. da. Arte Indígena: arte indígena no paraná. Material didático pedagógico. Maringá. 2010.

THOMPSON, P. A voz do passado: história oral. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1992.

Published

2021-04-20

How to Cite

Barros, I. S. de, & Pinto, B. C. de M. (2021). Cultura, identidade e saberes tradicionais dos assurini do Trocará, Tucuruí/PA / Culture, identity and traditional knowledge of the assurini of Trocará, Tucuruí/PA. Brazilian Journal of Development, 7(4), 40825–40841. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-510

Issue

Section

Original Papers