A Síndrome de La Tourette traz implicações sociais significativas aos pacientes / La Tourette Syndrome has significant social implications for patients

Authors

  • Fabiano de Abreu Rodrigues
  • Roselene Espírito Santo Wagner

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-612

Keywords:

la Tourette, toc, transtorno do neurodesenvolvimento.

Abstract

Doença neurológica não degenerativa, a Síndrome de La  Tourette (ST) se manifesta por meio de tiques motores e vocais. Potencialmente incapacitante e capaz de gerar implicações sociais, comportamentais e físicas, a doença afeta crianças entre os 4 e os 6 anos de idade, se agravando ao passar da idade, com pico em torno dos 10 e12 anos. A tendência é reduzir a gravidade durante a adolescente. Estudos apontam que em cerca de 20% dos casos mantém um agravamento na idade adulta, o que pode  desenvolver formas mais graves e debilitantes da síndrome. O aparecimento da doença, conforme mostram pesquisas, está associada a falta de autoestima, redução do rendimento escolar e dificuldades nas reações afetivas, sociais e familiares. Estudos reforçam que a ST prejudica o desenvolvimento infantil e destacam que os pais e professores são fundamentais para os pacientes.

 

 

References

SINGER HS. Tourette syndrome and other tic disorders. Handb Clin Neurol 2011;100:641-657

CAVANNA, A. , Eddy, C. & Rickards, H. (2009). Cognitive functioning in Tourette Syndrome. Discovery Medicine, 8(43), 191-195, December 2009.

KUSHNER, H. (2000). A cursing brain? The histories of Tourette syndrome. London: Harvard University Press.

Kwak C, Dat Vuong K, Jankovic J. Premonitory sensory phenomenon in Tourette's syndrome. Mov Disord 2003;18:1530-1533.

CAVANNA, A. E.; SERI, S.Tourette’s syndrome. Educação: desafios teórico-práticos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2013.

HAWKSLEY J, CAVANNA AE, NAGAI Y, 2015 - The role of the autonomic nervous sustem in Tourette Syndrome.

HOUNIE, A. G. et al. Como é o tratamento dos tiques e que remédios são usados?. In:

KUCZYNSKI, E.. Sindrome de Tourette. Sindromes. Revista Multidisciplinar do Desenvolvimento Humano, 2012.

LEIPO, A. M. L. C.; SANTOS, M. G. P. Síndrome de Tourette. Revista Neuropsiq. da Infância e Adolescência, 1994. p. 25-34.

LOUREIRO, N. I. V. et.al. Tourette: por dentro da síndrome. Rev Psiquiatr Clín. 2005, p. 218-230.

MECADANTE, M. T. et al. As bases neurobiológicas do transtorno obsessivo-compulsivo e da síndrome de Tourtte. v. 80, n. 2. Bahia: Jornal de Pediatria, 2004.

NIELSEN, L. Necessidades educativas especiais na sala de aula. Porto Alegre: Porto Editora, 1999.

PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artes, 2000.

RAMALHO, J. et.al. Intervenção educativa na perturbação Gilles De La Tourette. Rev Bras Educ Espec. 2008. Disponível em: . Acessado em 03 de maio de 2015.

SINGER HS; MINZER K. Neurobiology of Tourettes syndrome: concepts of neuroanatomic localization and neurochemical abnormalities, 2003.

TEIXEIRA, L. L. C. et al. Síndrome de La Tourette: Revisão de literatura. v. 15, n. 4. São Paulo: Centro de Otorrinolaringologia do Pará, 2011, p.492-500.

KONKIEWIT, E. A. – entrevista “Tiques e Transtornos de Tourette”, http://cienciasecognicao.org/neuroemdebate/arquivos/4846

APA - American Psychiatry Association (2002). Diagnostic and statistical manual of mental desorders, 4th edition, text revision (DSM-IV-TR). Washington: American Psychiatric Association.

Published

2021-04-27

How to Cite

Rodrigues, F. de A., & Santo Wagner, R. . E. (2021). A Síndrome de La Tourette traz implicações sociais significativas aos pacientes / La Tourette Syndrome has significant social implications for patients. Brazilian Journal of Development, 7(4), 42308–42314. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-612

Issue

Section

Original Papers