O corpo religioso: a dança nos cultos a são gonçalo / The religious body: dance in the cults to saint gonçalo

Authors

  • Thaís Andrade Alvim Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • Larissa de Cássia Franco Melo

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-654

Keywords:

São Gonçalo, XVIII, Minas, Dança, Cultura Popular

Abstract

Este trabalho tem como objetivo compreender a Festa de São Gonçalo como parte da cultura popular e religiosa mineira. Em seu desenvolvimento, são realizados uma série de análises sobre religião, igreja, cultura, dança e patrimônio, percebendo, assim, as permanências dessa festa colonial na sociedade atual e suas influências na construção de uma identidade religiosa e cultural. Nesse sentido, busca-se construir uma noção do papel da Igreja e da religião na sociedade mineira colonial, perceber o papel das danças como forma de expressão social e religiosa e, por fim, notar como a Festa de São Gonçalo integra esses vários temas, sendo essa celebração uma festa religiosa e também popular, construída a partir da integração de elementos sacros e da cultura mineira setecentista. Dessa forma, desenvolve-se uma análise que une dois elementos centrais das Minas Coloniais: a religião, que tinha função organizadora na sociedade, e a cultura popular, que se fez muito particular na região mineira, em virtude de suas várias características únicas ligadas ao mulatismo, à exploração aurífera, aos traços capitalistas e à relativa independência administrativa. Isto posto, conclui-se que a Festa de São Gonçalo é tratada como uma celebração de característica santa, mas que, devido as suas contradições inerentes, permanece viva ao se tornar integrante da vivência cultural das gentes mineiras.

References

ARAÚJO. Manoela Vieira Alves de. A Coroa, a Igreja e o fenômeno Confrarial nas Minas Setecentista. Trabalho apresentado no XVIII Encontro Regional (ANPUH). Mariana, 2012.

BOURCIER, Paul. Historia de ladanza. Edição Brasileira, Março de, 1987

CALDEIRA, Solange Pimentel. A religiosidade na dança: entre o sagrado e o profano. Revista Eletrônica História em Reflexão, v. 2, n. 4, 2008.

FÁTIMA, Conceição Viana de et al. DANÇA: linguagem do transcendente. 2001.

GARAUDY, Roger. Dançar a vida Dançar a vida Dançar a vida. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

GÉLIS, Jacques. O corpo, a Igreja e o sagrado. História do corpo, v. 1, p. 19-130, 2008.

LE GOFF, Jacques; RUAS, Manuel. A civilização do ocidente medieval. Editora Vozes, 1995.

OLIVEIRA, Ronald Polito. Visitas pastorais de dom frei José da Santíssima Trindade (1821/1825). Belo Horizonte: Centro de Estudos Históricos e Culturais, Fundação João Pinheiro, Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, 1998.

RODRIGUES. Aldair Carlos. Sociedade e Inquisição em Minas Colonial: Os familiares do Santo Ofício (1711-1808). Dissertação de Mestrado, DH/ FFLCH/ USP,2007.

SILVEIRA. Patricia Ferreira dos Santos. A justiça eclesiástica e os mecanismos de busca de infratores: as queixas, querelas e denúncias na segunda metade do século XVIII. Boletim do Arquivo da Universidade de Coimbra, 2013, vol. 26, p. 137-160.

VILLALTA. Luiz Carlos. O Cenário Urbano em Minas Gerais Setecentista: Outeiros do Sagrado e do Profano. In: Termo de Mariana : história e documentação. Ouro Preto: UFOP,1998.

Published

2021-04-29

How to Cite

Alvim, T. A., & Melo, L. de C. F. (2021). O corpo religioso: a dança nos cultos a são gonçalo / The religious body: dance in the cults to saint gonçalo. Brazilian Journal of Development, 7(4), 42912–42926. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-654

Issue

Section

Original Papers