Helmintos de duas espécies do gênero Amazona Lesson, 1830 apreendida e recolhida pelo Cetas/Ibama no Estado do Piauí / Helminths of two species of the Amazona genus Lesson, 1830 seized and collected by Cetas / Ibama in the State of Piaui

Authors

  • Vivianne Dantas Lima
  • Elidiane Freire Vieira
  • Adriano José Silva Félix
  • Michael Anderson Teneu Costa
  • Giovana Dias Silva
  • Shirliane de Araújo Sousa
  • Simone Mousinho Freire

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-663

Keywords:

Comércio Ilegal, Endoparasitos, Papagaios.

Abstract

O Brasil apresenta as aves como o grupo de animais mais afetados pelo comércio ilegal, devido principalmente o alto valor econômico e beleza. Além da redução na biodiversidade, as condições precárias das aves provenientes do tráfico também podem trazer riscos, pois muitos destes animais silvestres transmitem doenças ao homem. Esta pesquisa teve como objetivo identificar a fauna parasitária de duas espécies do gênero Amazona apreendidas e recolhidas pelo Cetas/Ibama no Estado do Piauí. No período de maio de 2018 a junho de 2019, foram recebidas nove aves já mortas, sendo oito Amazona aestiva e uma Amazona farinosa. Dos exemplares examinados, 55.5% (n = 5), quatro A. aestiva e uma A. farinosa, apresentaram resultado positivo para nematoides. Todos os nematoides foram identificados como Ascaridia hermaphrodita. Pesquisas envolvendo parasitismo em animais oriundos de tráfico podem contribuir para o entendimento da saúde ambiental, o qual poderá ser utilizado em ações de prevenção, visto que as aves do presente estudo culturalmente são capturadas para serem domesticadas podendo apresentar riscos à saúde pública.

References

AMATO, J. F. R.; WALTER, A. B.; AMATO, S. B. Protocolo para laboratório. Coleta e Processamento de Parasitas do Pescado, 1st ed. Imprensa Universitaria, UFRRJ, Rio de Janeiro, Brazil, 1991.

ANDERSON, R. C. et al. (Ed.). Keys to the nematode parasites of vertebrates: archival volume. Cabi, 2009.

ANDRADE, C. de M. Meios e soluções comumente empregados em laboratórios. Editora Universidade Rural, Rio de Janeiro, Brazil, 2000.

AVCIOGLU, H.; BURGU, A.; BÖLÜKBA?, C. S. Ascaridia numidae (Leiper, 1908; Travassos, 1913) in rock partridge (Alectoris chukar) in Turkey. Parasitology research, v. 102, n. 3, p. 527-530, 2008.

BUSH, A. O. et al. Parasitology meets ecology on its own terms: Margolis et al. revisited. The Journal of parasitology, p. 575-583, 1997.

CARNEIRO, M. J.; SILVA, G. E. Diagnóstico da avifauna silvestre apreendida (polícia militar) e recolhida em Goiás. 2019.

CARNEIRO, M. B.; DE CALAIS JÚNIOR, A.; MARTINS, I. V. F. Avaliação coproparasitológica e clínica de aves silvestres e exóticas mantidas em criatórios particulares no município de Alegre-ES. Ciência Animal Brasileira, v. 12, n. 3, p. 525-529, 2011.

CLAUDINO, R. F. M. et al. Fauna parasitária de periquito-rei (Aratinga aurea Gmelin 1788) apreendido e recolhido pelo CETAS/IBAMA no estado do Piauí. Revista Ciência & Saberes-UniFacema, v. 3, n. 3, p. 594-600, 2017.

COSTA, F. J. V. et al. Espécies de Aves Traficadas no Brasil: Uma Meta-Análise com Ênfase nas Espécies Ameaçadas. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science, v. 7, n. 2, p. 324-346, 2018.

DE MELO, C. M. F. et al. Parasites of Psittaciformes and Accipitriformes in Paraíba state, northeastern Brazil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, v. 22, n. 2, p. 314-317, 2013.

DE PIACENTINI, V. Q. et al. Annotated checklist of the birds of Brazil by the Brazilian Ornithological Records Committee/Lista comentada das aves do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos. Revista Brasileira de Ornitologia, v. 23, n. 2, p. 91-298, 2015. Disponível em: cbro.org.br/wp-content/uploads/2020/06/Piacentini-et-al-2015-RBO.pdf

GODOY, S. N. Psittaciformes (arara, papagaio, periquito). Cubas ZS, Silva JCR, Catão-Dias JL. Tratado de Animais Selvagens. Roca: São Paulo, p. 222-251, 2007.

GRESPAN, A.; RASO, T. de F. Psittaciformes (araras, papagaios, periquitos, calopsitas e cacatuas). Cubas ZS, Silva JCR, Catão-Dias JL. Tratado de Animais Selvagens: medicina veterinária. 2nd ed. São Paulo: Rocca, p. 550-589, 2014.

HARTWICH, G. et al. Ascaridia platyceri n. sp., eine neue Spulwurmart aus Papageien. 1979.

IBAMA-Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Disponível em: http://www.ibama.gov.br/noticias/58-2016/134-ibama-devolve-a-natureza-275mil-animais-em-13-anos 2016 Acesso em: 30/03/2021.

IBAMA-Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Disponível em: http://www.ibama.gov.br/fauna-silvestre/cetas/o-que-sao-os-cetas 2021. Acesso em: 30/03/2021.

JULCA, R. et al. Descripción anatomopatológica de lesiones por helmintos gastrointestinales en tortugas motelo (Chelonoidis denticulata). Revista de Investigaciones Veterinarias del Perú, v. 25, n. 1, p. 37-50, 2014.

KAJEROVA, V.; BARUS, V.; LITERAK, I. Nematodes from the genus Ascaridia parasitizing psittaciform birds: a review and determination key. VETERINARNI MEDICINA-PRAHA-., v. 49, n. 6, p. 217-223, 2004.

KAJEROVA, V.; BARUS, V.; LITERAK, I. New records of Ascaridia platyceri (Nematoda) in parrots (Psittaciformes). VETERINARNI MEDICINA-PRAHA-, v. 49, n. 7, p. 237-242, 2004.

KUNG, C. C. Notes on some avian species of Ascaridia. Journal of helminthology, v. 23, n. 3-4, p. 95-106, 1949.

LEITE, S. M. et al. Animais silvestres de estimação em Astorga, Estado do Paraná. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 1, p. 6740-6759, 2021.

MARTINS, C. O que torna o tráfico de animais no Brasil um bom negócio. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/certas-palavras/o-que-torna-o-trafico-de-animais-no-brasil-um-bom-negocio/ 2017. Acesso em: 30/03/2021.

MCMULLIN, P. et al. A pocket guide to poultry health and disease. 5M Enterprises Ltd, 2004.

MELENDEZ, R. D.; LINDQUIST, W. D. Experimental life cycle of Ascaridia columbae in intravenously infected pigeons, Columba livia. The Journal of parasitology, p. 85-88, 1979.

MINES, J. J. et al. Experimental Ascaridia columbae infections in budgerigars. Australian veterinary journal, v. 60, n. 9, p. 279-280, 1983.

PEREIRA, G. A.; BRITO, M. T. Diversidade de aves silvestres brasileiras comercializadas nas feiras livres da Região Metropolitana do Recife, Pernambuco. Atualidades ornitológicas, v. 126, n. 1, p. 7, 2005.

PETERS, E. L.; PIRES, P. T. L. Legislação ambiental federal. 2a. ed. Editora Juruá, Curitiba, PR. p. 476, 2002.

RENCTAS. 1º Relatório Nacional sobre o Tráfico de Fauna Silvestre. Disponível em: http://www.renctas.org.br/wp-content/uploads/2014/02/REL_RENCTAS_pt_final.pdf 2014. Acesso em: 30/03/2021.

RIBEIRO, L. B.; SILVA, M. G. O comércio ilegal põe em risco a diversidade das aves no Brasil. Ciência e Cultura, v. 59, n. 4, p. 4-5, 2007.

ROCHA, J. M. et al. Educação ambiental no combate ao comércio ilegal da avifauna silvestre em Sergipe. Ethnoscientia, v. 2, n. 1, 2017.

SANTOS, A. L. Q. et al. Anatomia comparada do tubo digestório de diferentes aves da ordem Psittaciformes. Pubvet, v. 6, p. Art. 1338-1344, 2016.

SANTOS, P. M. de S. et al. Parasitos de aves e mamíferos silvestres em cativeiro no estado de Pernambuco. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 35, n. 9, p. 788-794, 2015.

SICK, H. Ornitologia Brasileira. Nova Fronteira, Rio de Janeiro, Brazil. 2001.

VAN PERLO, B. A field guide to the birds of Brazil. Oxford University Press, 2009.

VICENTE, J. J. et al. Nematoides do Brasil. Parte IV: nematoides de aves. Revista Brasileira de Zoologia, v. 12, p. 1-273, 1995.

WWF-Brasil. Comercio ilegal ameaça espécies no planeta. Disponível em: https://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/questoes_ambientais/animais_silvestres/ 2013. Acesso em: 30/03/2021.

WWF-Brasil. Regiões Preservadas são alvo do tráfico de animais. Disponível em: https://www.wwf.org.br/informacoes/?uNewsID=33322.2012 2012. Acesso em: 31/03/2021.

Y NATURALES, E. Blood and intestinal parasites in wild Psittaciformes: a case study of burrowing parrots (Cyanoliseus patagonus). Ornitologia Neotropical, v. 17, p. 515-529, 2006.

YAMAGUTI, S. Systema Helminthum. 3. The nematodes of vertebrates. Intersci. Publ., New York and London. 1261 pp, 1961.

Published

2021-04-29

How to Cite

Lima, V. D., Vieira, E. F., Félix, A. J. S., Costa, M. A. T., Silva, G. D., Sousa, S. de A., & Freire, S. M. (2021). Helmintos de duas espécies do gênero Amazona Lesson, 1830 apreendida e recolhida pelo Cetas/Ibama no Estado do Piauí / Helminths of two species of the Amazona genus Lesson, 1830 seized and collected by Cetas / Ibama in the State of Piaui. Brazilian Journal of Development, 7(4), 43053–43065. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-663

Issue

Section

Original Papers