Tradutores guias-intérpretes: narrativas e experiências em processos formativos / Translator guide-interpreter: narratives and experiences in formative processes

Authors

  • Elaine Gomes Vilela
  • Adriana Barroso de Azevedo

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-275

Keywords:

formação, tradutores/guias-intérpretes, surdocegos.

Abstract

A surdocegueira é uma deficiência pouco mencionada nos campos de estudos e pesquisas. Muitas pessoas não conhecem suas características e as particularidades advindas dela. Um dos aspectos que considero imprescindível é a formação do profissional que atende esse público que caracteriza-se no guia-intérprete. Na isenção de dois sentidos a pessoa sudocega carece de alguém que o guie pelos espaços e faça a transposição das informações como intérprete.

References

BRASIL, Estatuto da Pessoa Portadora de Deficiência, promulgada em 06 de julho de 2015. Brasília: Congresso Nacional. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm>. Acesso em 15, set. 2021.

BRASIL, Lei Nº 10.436. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais, 24 abr. 2002. Disponível em: https://incluaacao.blogspot.com/2009/06/o-grande-calvario-dossurdos.html. Acesso em 15 set. 2021

BRASIL. DECRETO Nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a língua Brasileira de Sinais – libras, e o art. 18 da lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Disponível em: . Acesso em 15 set. 2021.

BRASIL. Dispõe sobre a Lei nº 12.319, de 1º de setembro de 2010. Disponível em: www.planalto.gov.br/.../_Ato2007-2010/2010/Lei/L12319.htm. Acesso em 15 set. 2021

CARILLO, Elenir Ferreira Porto. Análise das entrevistas de quatro surdocegos adquiridos sobre a importância do guia-intérprete no processo de comunicação e mobilidade. 2008. 128 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2008.

CLANDININ, D. Jean; CONNELLY, F. Michael. Pesquisa narrativa: experiências e história na pesquisa qualitativa. Trad. Grupo de Pesquisa Narrativa e Educação de Professores ILEEL/UFU. 2ª ed. Uberlândia: EDUFU, 2015.

COMISSÃO DE DEFESA DOS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. Projeto de Lei nº 9382/2017. Brasília, 2017. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=BAD17065A4 8120BAC1DE424EA9849439.proposicoesWebExterno2?codteor=1634551&filename=PL+ 9382/2017. Acesso em 15 set. 2021

HKWC. Helen Keller World Conferences. WFDB. Disponível em: http:// www.wfdb.eu/es/helen-keller-world-conference. Acesso em 15 set. 2021.

PASSEGGI, Maria da Conceição Botelho Sgadari. A experiência em formação. Educação, v. 34, n. 2, 2011.

JOSSO, Marie-Christine. Tempos, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre/ Salvador: EDIPUCRS/ EDUNEB, 2006.

Published

2022-06-20

How to Cite

Vilela, E. G., & de Azevedo, A. B. (2022). Tradutores guias-intérpretes: narrativas e experiências em processos formativos / Translator guide-interpreter: narratives and experiences in formative processes. Brazilian Journal of Development, 8(6), 46864–46872. https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-275

Issue

Section

Original Papers