Da classificação dos solos: uma abordagem estatística – plataforma ferroviária – estudo de caso ferrovia centro atlântica

Soil classification: a statistical approach - railroad platform - case study ferrovia centro atlântica

Authors

  • Bárbara Drumond Almeida
  • Paulo Afonso Lopes da Silva
  • Artur Cortês da Rosa
  • Antônio Carlos Rodrigues Guimarães

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv8n8-002

Keywords:

classificação de solos, subleito, plataforma ferroviária, MCT

Abstract

Grandes gastos com a manutenção da plataforma ferroviária se devem às falhas na capacidade de suporte das camadas que a compõe. Por isso a execução adequada e manutenção são fatores críticos das operações ferroviárias devido aos riscos de segurança e financeiros. Além disso, falhas da infraestrura culminam, muitas vezes, em paradas da operação, superestrutura danificada e até mesmo em acidentes. Este trabalho apresenta distribuição de ocorrência dos solos da Ferrovia Centro Atlântico no trecho entre as cidades de Ribeirão Preto e Ituverava no estado de São Paulo. O objetivo deste trabalho é relacionar o nível de adequação do solo em estudo, em relação à mecânica de pavimentos ao seu uso como camada de subleito compactado da plataforma ferroviária, por meio do estudo estatístico da classificação dos solos de acordo com o Sistema Unificado de Classificação dos Solos – SUCS, o Transportation Research Board – TRB e a metodologia MCT.

Published

2022-08-01

How to Cite

Almeida, B. D., da Silva, P. A. L., da Rosa, A. C., & Guimarães, A. C. R. (2022). Da classificação dos solos: uma abordagem estatística – plataforma ferroviária – estudo de caso ferrovia centro atlântica: Soil classification: a statistical approach - railroad platform - case study ferrovia centro atlântica. Brazilian Journal of Development, 8(8), 54734–54744. https://doi.org/10.34117/bjdv8n8-002

Issue

Section

Original Papers